Volkswagen finalmente confirma que nova geração da Passat só vem como Variant

Volkswagen confirma que nova geração do Passat será apenas com a Variant; modelo já foi antecipado em imagens teaser e estreia ainda neste ano



A Volkswagen confirmou que a nova geração do Passat será apenas com a Variant mesmo. O que já até tinha sido anunciado com o fim da produção do Passat, se confirmou com entrevista com Thomas Schäfer, CEO da Volkswagen. O modelo, pela primeira vez na vida, abandona a carroceria sedã e vai continuar ‘em carreira solo’ com a Variant. Isso acontece pelo fato de que, na Europa, as vendas da Variant são muito mais expressivas que a do sedã.

Apesar disso, as novas gerações de Skoda Superb e Superb Combi vão continuar coexistindo, ou seja, nesse caso o sedã será mantido. Uma das possíveis causas é que a Volkswagen entende que o ID.7 já possa cumprir essa papel de sedã grande. Aliás, pode-se dizer que a nova geração da Passat Variant só foi possível por conta da Skoda, que desenvolveu todo o projeto para a Volkswagen, por conta do estreitamento das equipes. Schäfer confirmou ao Automotive News Europe que a Variant continua em linha – e sozinha, pela primeira vez.

A Variant vai receber ainda novas opções de motores, como a chegada de motores híbridos plug-in (PHEV), que vai oferecer uma autonomia puramente elétrica de até 100km. O modelo também ganhará em termos de equipamentos e chega a partir de uma plataforma modular MQB-EVO. “Com o novo Passat, demos grande importância ao alto conforto de condução e viagem que os clientes sentirão imediatamente. Entre outras coisas, isso é garantido pela maior distância entre eixos e pelo novo controle adaptativo do chassi com amortecedores de duas válvulas. Ao mesmo tempo, nosso novo conceito de exibição e operação é muito intuitivo. Assentos de massagem climatizados ilustram nosso padrão premium no interior”, destaca Kai Grünitz, Membro do Conselho de Administração da Marca Responsável pelo Desenvolvimento.

O motorista tem a opção de ajustar o DCC para atender às preferências individuais – de muito confortável a muito esportivo. Ou seja: mais conforto e mais dinâmica. Um Vehicle Dynamics Manager também faz parte do equipamento padrão – um sistema MQB que estreou no atual Golf GTI. O sistema controla as funções dos bloqueios diferenciais eletrônicos (XDS) e os componentes de dinâmica lateral dos amortecedores controlados no sistema DCC Pro. Graças ao Vehicle Dynamics Manager, o manuseio é mais neutro, estável, ágil e preciso por intervenções de freio específicas da roda e ajuste seletivo da dureza do amortecedor.

Ainda em termos de equipamentos, a nova Passat Variant virá com faróis LED IQ.Light, que terá um alcance de 500 metros. Mecanicamente, a nova geração vai se destacar por trazer motores TSI, TDI, eTSI e eHybrid, esse último sendo o híbrido plug-in (PHEV). Esse último virá com opção de ser equipado com sistema de carregamento rápido (CA), que será mais rápido em todas as versões eHybrid, e o carregamento DC também será possível como padrão pela primeira vez.



Fotos: Volkswagen / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Lynk & Co revela um novo teaser do Zero, que será o primeiro veículo 100% BEV da marca

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

GWM vai produzir primeiro o Haval H6 na fábrica de Iracemápolis (SP) por alguns motivos

Stellantis investe em Rennes, inaugura fábrica de baterias e fecha parceria com a Vulcan

Fiat lança a linha 2025 de Mobi, Strada, Pulse, Fastback e Fiorino no Brasil com novidades

InMetro confirma que vai cortar autonomia dos carros elétricos em 30% no ciclo PBEV