Aston Martin apresenta o Valour, que estreia com motor V12 capaz de entregar 715cv

Aston Martin apresenta o Valour, a comemoração do aniversário de 110 anos da empresa inglesa que terá uma tiragem de apenas 110 unidades com V12 de 715cv



A Aston Martin quer comemorar o seu aniversário de 110 anos de fundação com um superesportivo exclusivo, o Valour. O esportivo terá uma produção limitada comemorativa ao aniversário com 110 unidades que serão produzidas. Criado a partir de um Vantage, o Valour se diferencia pelo seu design externo e interno, que é diferente de qualquer esportivo da marca inglesa vendido hoje. Ele ainda possui o motor 5.2 V12 com mais de 700cv de potência, que fará com que ele alie o motor com as mudanças visuais e a baixa produção.

O “Valour é uma celebração da paixão da Aston Martin pela condução e da herança extraordinária, mas também é emblemático da marca vibrante e revitalizada de hoje. Um ícone moderno que combina caráter clássico com execução contemporânea, Valour captura a essência de entusiasmo e exclusividade que define esta célebre marca automotiva. Uma vitrine para nossas capacidades de design, engenharia e fabricação de classe mundial, o Valour é mais uma prova da posição da Aston Martin como campeã de pilotos e fabricante dos carros ultraluxuosos e de alto desempenho mais emocionantes, exclusivos e desejáveis ​​do mundo.”, disse o Presidente Executivo da Aston Martin, Lawrence Stroll.

Apesar de ser um Vantage em sua essência, a Aston Martin fez um retrabalho de design na dianteira e na traseira por completo, trazendo linhas mais retros – além de vir com uma carroceria inteiramente em fibra de carbono. Tanto, que ele tenta trazer elementos de design dos antigos carros da marca, especialmente na dianteira. O Valour é uma homenagem ao Aston Martin RHAM/1 'Muncher' Le Mans, que por sua vez é baseado no Vantage da década de 1980. Seu design retro quer justamente conversar com o passado da marca, tanto que o próprio Vantage V600, o One-77 e o Victor. Esse último, é de grande inspiração para o Valour.

Tanto que se colocados lado a lado se nota muita coisa em comum. Criado como um carro de unidade única, o Victor pode ser o pai do projeto do Valour. Visualmente, este último se diferencia por contar com faróis circulares e com luzes diurnas (DRL) em LED circulares também e com projetor em LED ao centro. Os faróis estão inseridos dentro de um acabamento mais escondido que se conecta diretamente com a grade dianteira e um acabamento em plástico preto. Este último, por exemplo, é esculturalmente desenhado para não cobrir os faróis e se conecta com a grade dianteira.



A grade possui as barras horizontais prateadas típicas de um carro da Aston Martin, com acabamento com barras de alumínio. Nas laterais da grade, existem outras entradas de ar alimentam, com ar, o motor e os freios com ar frio. O para-choque dianteiro é compacto com uma entrada de ar inferior retangular com um splitter na parte inferior da carroceria que nas extremidades cria um apêndice aerodinâmico. Toda a parte inferior do esportivo possui um acabamento em fibra de carbono. No capô, a Aston desenhou o esportivo com um novo capô totalmente esculpido.

Ele possui saídas de ar bem nas extremidades, logo acima dos faróis, enquanto vincos ajudam a definir o desenho a partir da grade dianteira. O capô tipo concha também possui um vinco com desenho em ‘U’, com duas entradas de ar triangulares – estilo ferradura, com dutos NACA que ventilam o V12. De perfil, o cupê se diferencia por alguns elementos como o para-lama dianteiro com saídas de ar com um acabamento vertical e saídas de ar com aletas horizontais, enquanto as saias laterais são mais proeminentes. Outro destaque são as novas rodas de liga leve também com um desenho mais retro, marcado principalmente pelos vários raios e que parecem formar uma flor.

De liga leve forjada de 21 polegadas e chamadas de Honeycomb, as rodas do esportivo é calçado com pneus Michelin Pilot Sport S 5 específicos da AML – com pneus dianteiros 275/35 R21 e 325/30 R21 na traseira. No teto, a Aston Martin trouxe um novo acabamento no lugar do vidro traseiro, com três barras com deques que funcionam como geradoras de vórtice. A traseira também possui um aerofólio desenhado na própria carroceria e com o logotipo da Aston Martin e o nome escrito por extenso logo abaixo. Esse elegantemente inclinado aerofólio ajuda o carro a alcançar o equilíbrio aerodinâmico.



Ainda na traseira, o Valour possui lanternas horizontais com seis barras horizontais e retangulares divididas em dois andares que se conectam com uma grade dianteira com saídas de ar com o mesmo desenho retangular. O para-choque traseiro possui um acabamento com fibra de carbono em ‘U’ nas extremidades laterais do para-choque, além de contar com um par de aletas verticais e barras horizontais. Ao centro, ele possui três saídas de escape fabricado em aço inoxidável leve. Com uma espessura de parede inferior a 1 milímetro, este tubo especial economiza 7kg de peso em comparação com um sistema tradicional, mas emite uma trilha sonora gloriosamente pesada.

No interior, o Valour também muda em relação ao Vantage. Ele possui uma nova alavanca de câmbio manual, com acabamento em alumínio usinado, titânio, fibra de carbono ou nogueira para a alavanca de câmbio, e um mecanismo de mudança exposto para enfatizar a conexão mecânica. Ele possui também um estofamento de lã inspirado nos revestimentos dos assentos do DBR1 da Aston Martin, além de um acabamento da estrutura dos bancos em fibra de carbono de alta tecnologia usado para formar as conchas dos leves assentos de desempenho do Valour.

Próximo do console central, ele possui um botão iluminado de Start/Stop. Os painéis das portas também são novos, com acabamento personalizado e uma tira que funciona como maçaneta interna. Todo o acabamento interno tem detalhes em fibra de carbono também, especialmente todo os painéis das portas. Mecanicamente, ele será equipado com o motor 5.2 V12 biturbo que desenvolve 715cv de potência e torque de 76,7kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas, que permite uma experiência de guiar que absorve e assegura o lugar do Valour como um dos carros mais na mão para conduzir.



Junto com o motor V12, a Aston Martin adicionou uma calibração do trem de força exclusiva, com um desempenho total e máximo de controle de todas as marchas. O carro também conta com um diferencial mecânico de deslizamento limitado que aumenta a sensação de conexão analógica direta entre o carro e o condutor. Com esse conjunto, ele possui modos de condução Sport, Sport+ e Track. Ainda falando sobre a mecânica, o Valour possui uma suspensão personalizada com amortecedores adaptativos, molas e barras estabilizadoras aperfeiçoados.

O esportivo também possui uma geometria de alinhamento das rodas com configurações dedicadas de curvatura, rodízio e convergência. Há ainda um novo sistema de direção (que traz ganhos ao eliminar fontes indesejadas de conformidade para dar ao condutor uma sensação ainda maior de sensação detalhada, conexão e imediatismo), uma “suspensão sob medida com amortecedores adaptativos, molas e barras estabilizadoras, todos aprimorados especificamente para o carro”, um suporte de torre de suspensão traseira e reforço do tanque de combustível.

Todos esses ajustes permitem que o carro ganhe em rigidez torcional e lateral. A suspensão fica mais precisa e mais refinada. Em termos de freios, temos um Valour com um sistema de carbono-cerâmica de série na dianteira e na traseira, sendo que a dianteira possui 410 milímetros de diâmetro e 38 milímetros de espessura, além de contar com pinças de seis pistões. Na traseira, os freios são a disco também, com 360 milímetros de diâmetro e 32 milímetros de espessura, com pinças de quatro pistões. Os freios de carbono-cerâmica possuem capacidade de resistir ao desbotamento dos freios em temperaturas de até 800 graus.



Eles permitindo ao motorista explorar todo o potencial de desempenho do Valour. “Inspirados nos icônicos muscle cars do nosso passado, dotamos o Valour de uma abundância de potência e torque, ao mesmo tempo em que usamos tecnologia e engenharia modernas para tornar esse desempenho mais explorável e agradável. Uma grande parte da homenagem a esse caráter que agrada ao motorista foi combinar nosso fabuloso motor V12 com uma transmissão manual. Foi uma parte única do briefing e o resultado final é algo verdadeiramente inesquecível; um carro de condução de última geração que prospera ao ser levado ao seu limite e tem o verdadeiro coração e alma de um clássico analógico atemporal”, disse Simon Newton, Diretor de Desempenho de Veículos da Aston Martin.

“Na Aston Martin nosso design é sempre progressivo, mas quando se trata de comemorar um marco significativo – neste caso, nosso 110º aniversário – nos permitimos um pouco de liberdade. Consequentemente, o Valour é gloriosamente sem remorso; um bruto da velha escola refinado e reimaginado através das lentes de 2023. Retornando a uma forma cinzelada, afastando-se das formas mais esculturais que definem a atual produção em série da Aston Martin's, com detalhes arrojados e materiais modernos enraizados no presente. Estávamos empenhados em garantir que a sua aparência refletisse a experiência de condução. A fisicalidade bruta da forma deve lhe dizer tudo o que você precisa saber sobre o desempenho feroz e as emoções analógicas de domar um carro esportivo com transmissão manual de 715cv, mas o uso claro da tecnologia mais recente aponta para um carro com modos modernos e capacidades dinâmicas excepcionais”, disse Miles Nurnberger, Diretor de Design da Aston Martin.

De acordo com a Aston Martin, o Valour contará com 21 opções de cores de carroceria. Indo além dessas opções de cores, a Aston Martin permite a plataforma Q by Aston Martin para criar uma especificação verdadeiramente personalizada. O interior pode contar com um acabamento em fibra de carbono Mokume ou uma escolha de tecidos de tweed e caxemira Johnsons of Elgin para os bancos. O Valour será produzido na sede da Aston Martin em Gaydon, na Inglaterra. 





Fotos: Aston Martin / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

GM confirma que carros compactos elétricos e lucrativos vão demorar um pouco mais

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX