Volkswagen lança o novo T-Cross no Brasil, com a reestilização de meia-vida por R$ 142.990

Volkswagen apresenta a reestilização do T-Cross no Brasil, que estreia com melhorias em termos de acabamentos e equipamentos; SUV parte de R$ 142.990



Ser líder de um dos principais segmentos do mercado brasileiro não é uma tarefa fácil. Lançado em 2019, o T-Cross enfim colocou a Volkswagen em um segmento em que a marca perdeu muito tempo em ter um produto. Prova disso é a liderança do T-Cross nos últimos anos, bravamente com seus concorrentes. O SUV compacto passa por sua primeira mudança visual com ajustes que eram necessários para o utilitário esportivo, como o acabamento interno que era um dos pontos criticados pelos proprietários do SUV.

“A história do TCross é uma história de sucesso, que começou em 2019. Naquele momento, sabíamos que não éramos a primeira montadora a lançar um SUV no mercado brasileiro, mas sempre tivemos a certeza de que quando entrássemos nesse mercado, seria para sermos protagonistas. Ao longo dos últimos cinco anos, o produto caiu no gosto do consumidor, tornando-se um sucesso de vendas. Hoje é impossível sair de casa e não encontrar um TCross no caminho. Desde o seu lançamento foram vendidos mais de 320 mil veículos, e fomos liderem no segmento em 2023 e seguimos firmes em 2024, com a certeza que continuaremos essa trajetória espetacular com este ícone automotivo”, afirma Ciro Possobom, CEO da Volkswagen.

Em termos de design, a reestilização do T-Cross trouxe mudanças quase parecidas em relação ao modelo europeu (veja aqui). O SUV é vendido com um novo layout dos faróis que receberam uma nova iluminação de luzes diurnas (DRL) em LED em ‘L’, com projetores em LED que garantem iluminação Full-LED em todas as versões, com o ‘VW LED’. Ele também recebeu uma nova grade dianteira um pouco mais larga, com uma nova grelha de barra central cromada nas versões Comfortline e Highline, com uma grelha de barras irregulares e horizontais.

O para-choque recebeu uma nova entrada de ar inferior trapezoidal, com barras horizontais. A entrada de ar ficou maior também, com um acabamento no entorno que pode ser prateado ou preto brilhante. Nas extremidades, o T-Cross recebeu um acabamento triangular com um acabamento em plástico preto e preto brilhante no entorno. Ele também recebe um novo acabamento na parte inferior da carroceria, em plástico preto. O capô é o mesmo do T-Cross anterior. De perfil, as novidades são mais brandas porque estamos falando de uma reestilização.



O SUV compacto recebe um acabamento em preto brilhante no para-lama dianteiro, que na versão Highline invade a porta dianteira. Toda a parte inferior da carroceria possui um acabamento em plástico preto, enquanto a Volkswagen manteve a opção de teto em dois tons. Uma das novidades são as novas rodas de liga leve de 16 ou 17 polegadas, calçadas com pneus 205/60 R16 ou 205/55 R17. No teto, ele possui um rack de teto funcional e oferece opção de um teto solar panorâmico. Na traseira, o novo T-Cross recebe ajustes também. O SUV traz novo layout das lanternas, que recebem uma iluminação em LED.

As lanternas recebem uma iluminação em ‘E’, que finalmente passam a se conectar entre si por meio de uma barra na parte superior. A barra só é interrompida pelo logotipo da Volkswagen, ao centro. Ainda nas lanternas, ele possui setas na parte inferior e luzes de freio, enquanto as luzes de ré invadem a área da tampa do porta-malas, logo abaixo da barra que une as lanternas. A tampa do porta-malas mantém o nome T-Cross ao centro e a configuração do motor no lado direito. Já o para-choque traseiro possui um acabamento em plástico preto na parte inferior, com refletores verticalmente inclinados e com uma área central prateada ou em preto brilhante em forma trapezoidal.

Esta, é conectada ao difusor de ar. Internamente, o novo T-Cross recebeu cuidados do time Color & Trim da Volkswagen Brasil, com um extenso estudo para a escolha de aplicação de novos acabamentos e superfícies de melhor qualidade. Os painéis receberam novos detalhes e mais materiais em Soft-Touch, com costura contrastante. O painel recebeu uma aplicação de tecido na área central da porta, região conectada à porção inferior do painel, amplia a sensação de conforto. Os detalhes pespontados sobre este tecido valorizam a escultura da peça.

Em termos de painel, o novo T-Cross manteve o quadro de instrumentos com tela digital de 8,0 ou 10,25 polegadas, chamado de Active Info Display, dependendo da versão. O painel recebeu uma nova alocação para a central multimídia, chamado pela Volkswagen de semiflutuante que fica um pouco destacada do painel. A tela é de 10,1 polegadas, sendo a VWPlay, que possui o APP-Connect (Apple Carplay e Android Auto) e conexão com a internet via Smartphone, é o centro das atenções. A central VWPlay passa a ser oferecida de série em todas as versões, desde o 200TSI até o Highline 250TSI.



O painel possui um acabamento em preto brilhante que percorre o painel e invade, inclusive, os painéis das portas, até a área da maçaneta. Esse acabamento, nas extremidades do painel, serve de contorno para as novas saídas de ar-condicionado das extremidades, que ganham um desenho mais quadrado. O volante é o mesmo de três raios com controles multifuncionais e com detalhes prateados. O console central recebe um acabamento em preto brilhante com o ar-condicionado automático com controles táteis, chamado de Climatronic Touch.

Ainda falando sobre console central, ele possui Wireless Charger (carregamento de smartphone por indução) e entradas USB dupla no console, além de manter a tomada 12V e Start/Stop para ligar/desligar o SUV. Os bancos receberam um novo desenho e ganham também as costuras contrastantes nas versões mais caras, além de um material em tecido nos painéis das portas (nos descansa-braço igualmente), que trazem uma maior sofisticação ao interior. O novo T-Cross continua na mesma plataforma modular MQB-A0 que faz o SUV ter 4,218 metros de comprimento, 2,651 metros entre os eixos, 1,760 metro de largura e 1,571 metro de altura.

O porta-malas possui entre 373 a 420 litros de capacidade, de acordo com a configuração do banco traseiro. O SUV tem tanque de combustível de 49 litros e um peso que varia de 1.259kg a 1.305kg, dependendo da versão. Mecanicamente, o T-Cross manteve os motores 200TSI e 250TSI. Começa com o 1.0 12v 200TSI Flex de 128/116cv de potência com torque de 20,4kgfm, acoplado a uma transmissão automática de 6 marchas. Com esse conjunto, ele acelera de 0 a 100km/h em 10,0 segundos e atinge a velocidade máxima de 192km/h, com um consumo urbano de 8,1km/l na cidade e 9,8km/l na estrada com etanol ou 11,9km/l na cidade e 14,1km/l na estrada com gasolina.



Existe também o motor 1.4 250TSI Flex que desenvolve 150cv e 25,5kgfm, com o mesmo câmbio automático de 6 marchas. Esse motor faz o T-Cross acelerar de 0 a 100km/h em 8,6 segundos e máxima de 202km/h. O consumo é de 8,1km/l na cidade e 9,8km/l na estrada com etanol ou 11,7km/l na cidade e 14,0km/l na estrada com gasolina. De série, ele traz novidades também como o sistema de frenagem autônomo de emergência com reconhecimento de pedestre estreia em todas as versões, assim como o sensor de fadiga e o alerta sonoro e visual para o uso do cinto de segurança dianteiro e traseiro.

A versão topo de linha Highline oferece como opcional pacote Advanced Driver Assistance Systems (ADAS), que inclui assistente de estacionamento (Park Assist), detector de ponto cego com assistente traseiro de saída de vaga e assistente ativo de mudança de faixa (Lane Assist). As versões 200TSI, Comfortline 200TSI e Highline 200TSI são equipadas com controle adaptativo de velocidade e distância, frenagem autônoma de emergência com detector de pedestre, seis airbags (sendo dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros e dois de cortina).

Ainda fazem parte da lista de equipamentos fixação de assento de criança com sistema ISOFIX, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração e bloqueio eletrônico do diferencial, assistente para partida em subidas, função frenagem de manobra entre outros. Em nosso mercado, o novo T-Cross será vendido com a cor Cinza Ascot exclusivamente na versão Highline, junto com o pacote Dark. As demais versões serão vendidas com as opções de cores Preto Ninja, Branco Puro, Cinza Platinum, Vermelho Sunset, Prata Pyrit e Azul Norway.



A versão Highline será a única a vir com o pacote Dark, que inclui teto e retrovisores pintados na cor Preto Ninja, rack de teto longitudinal na cor preta, rodas de liga 17 polegadas escurecidas, logotipias escurecidas na lateral e traseira e pneus Seal Inside. Os pneus são Pirelli Seal, que é equipado com uma tecnologia pode continuar rodando com segurança mesmo furado, sem que aconteça perda de pressão, tornando a condução mais segura. Ele possui um composto de vedação instalado na parte de dentro do pneu sela o objeto perfurante e evita que o ar escape, mesmo se o objeto é retirado, pois o composto preenche a perfuração.

O objeto deve ter até quatro milímetros de diâmetro. É uma tecnologia auto-vedante que faz com que os furos nem sejam percebidos, minimizando transtornos em ter que realizar uma troca do pneu, em dias de chuva, em lugares ermos e perigosos ou mesmo na rodovia durante uma viagem. “Sermos escolhidos para equipar o novo TCross Highline é motivo de orgulho. A inovação tecnológica e a sustentabilidade estão no core da nossa empresa e o Pirelli Seal Inside, nossa mais recente tecnologia de mobilidade estendida, certamente irá colaborar para a experiência que os clientes Volkswagen terão com este novo modelo”, comenta Cesar Alarcon, CEO e Vice-Presidente Sênior de Pirelli América Latina.

De acordo com a Volkswagen, o SUV ainda possui um bom pós-venda, ao trazer o melhor Custo de Propriedade do segmento, como manutenção, seguro, consumo, itens de desgaste e taxas. O SUV também possui o melhor seguro do segmento, com a Porto Seguro, e uma lista de acessórios que chegam a 90 itens como baú de teto, tapete do porta-malas com o nome T-Cross, frisos laterais, antena Shark, jogo de tapetes com o nome T-Cross bordado em TPE e suporte de bicicleta para engate Thule VeloCompact 2, além de outros. A Volkswagen confirmou que vai manter as três primeiras revisões de série, com gratuidade de mão de obra e de peças de troca obrigatória. Ele será vendido nas versões 200TSI, Comfortline 200TSI e Highline 250TSI. O Sense 200TSI chegará renovado depois.



T-Cross 200TSI

De série, o novo T-Cross será equipado com controle adaptativo de velocidade e distância (ACC), frenagem autônoma de emergência (AEB), sistema Keyless de alarme anti-furto com comando remoto, seis airbags (2 frontais, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina), alerta sonoro e visual de não utilização dos cintos de segurança dianteiros e traseiros, seis alto-falantes, antena no teto, apoios de cabeça no banco traseiro, ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro com encosto rebatível bi-partido, cinto de segurança automático de três pontos para o banco traseiro central e laterais e cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura e pré-tensionador. A lista aumenta com coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR) e bloqueio (EDS), descanso de braço dianteiro central com porta-objetos, desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro, direção elétrica, espelho retrovisor externo eletricamente regulável, espelhos retrovisores e maçanetas das portas na cor do veículo e faróis com função Coming & Leaving Home. O SUV também traz faróis em LED com luz de condução diurna em LED integrada, fixação de assento de criança com sistema ISOFIX e Top Tether, Hill Hold Control (HHC, assistente para partida em subidas), iluminação da placa de licença em tecnologia LED, iluminação no porta-malas, lanternas traseiras parcialmente em LED, luz de neblina traseira unilateral, luz de marcha à ré ambos os lados, luzes de leitura dianteira e traseiras e luzes indicadoras de direção integradas nos retrovisores. O T-Cross também possui quadro de instrumentos com tela digital de 8,0 polegadas, para-sóis com espelhos iluminados para motorista e passageiro, rodas de liga leve de 16 polegadas com pneus 205/60 R16, rack de teto longitudinal na cor preta, reconhecimento de pedestres, revestimentos dos bancos em tecido, sensores de estacionamento traseiros, sistema Start & Stop, sistema de controle da perda de pressão de pneus e de frenagem automática pós-colisão, sistema detector de fadiga do motorista, central multimídia VWPlay com tela semiflutuante de 10,1" e APP-Connect, Wired & Wireless App-Connect com antena GPS somente para App-Connect, temporizador do limpador do para-brisa, com sensor de luz, tomada 12v no console central, tomadas USB tipo C dianteira, travamento elétrico e remoto das portas, porta-malas e tampa de combustível, vidros elétricos dianteiros e traseiros com função One Touch nos dianteiros e volante multifuncional em couro com paddle-shifts.



T-Cross Comfortline 200TSI

De série, a versão intermediária adiciona apoio lombar, manualmente ajustável, para encosto do banco dianteiro esquerdo, ar-condicionado digital Climatronic com filtro de poeira e pólen, câmera para auxílio em manobras em marcha a ré, carregamento de celular por indução, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis e rebatíveis com função tilt-down no lado direito, função ECO, iluminação ambiente, lâmpada na área dos pés na frente, manopla da alavanca de câmbio em couro, Active Info Display com quadro de instrumentos com tela digital de 10,25 polegadas, rodas de liga leve de 17 polegadas calçadas com pneus 205/55 R17 de baixa resistência a rolagem e revestimento da porta e lateral com inserto em tecido e apoia braço em vinil. A lista cresce com revestimentos dos bancos em couro sintético, seleção do perfil de condução, sistema Kessy com acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor e quatro tapetes adicionais em carpete.



T-Cross Highline 250TSI

A versão topo de linha acrescenta mais equipamentos como espelho retrovisor interno eletrocrômico, rack de teto longitudinal na cor prata, revestimentos dos bancos em couro e sensor de chuva, além do motor 1.4 TSI. 



Preços

  • Volkswagen T-Cross 1.0 12v 200TSI AT Flex – R$ 142.990
  • Volkswagen T-Cross Comfortline 1.0 12v 200TSI AT Flex – R$ 160.990
  • Volkswagen T-Cross Highline 1.4 16v 250TSI AT Flex – R$ 175.990



Fotos: Volkswagen / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI