Renault continua testes do SUV subcompacto; unidades pré-série estreiam em junho em SJP

Renault continua trabalhando no seu maior lançamento dos últimos anos, com o Projeto HJF, que vai substituir Sandero e Logan no país e estreia duas novidades



A Renault continua o desenvolvimento do seu novo compacto para a América do Sul. Tido como um SUV subcompacto, o modelo deve ser apresentado ainda neste ano de 2023, podendo ser lançado no último trimestre do ano. Ele será o grande responsável por estrear duas novidades da francesa em nosso mercado: a plataforma modular CMF-B, que vai matar as plataformas B0, e estreia a mecânica 1.0 12v TCe Flex, que vai substituir o motor 1.6 16v SCe gradativamente.

Testado com mulas do Dacia Sandero StepWay, o modelo será apresentado com a missão de renovação da linha francesa no país. Ficando abaixo do Duster, o modelo vai concorrer diretamente com o Fiat Pulse, que será o seu maior rival, tanto em porte como em tecnologias e estimativa de vendas. O que ainda não se sabe a respeito é sobre o nome do modelo. Rumores dão conta que o nome pode ser Clio, mas isso parece ser muito improvável, apesar de ser um nome clássico no mercado.

O nome StepWay também foi cotado, mas ainda deixaria a Renault ligada com a Dacia, que designa o nome para as versões aventureiras dos seus modelos. Como a Renault quer se desvincular da imagem da Dacia na região, não poderia ser uma alternativa também. Com isso, crescem as chances do batismo ser inédito. Outras informações é que o site Mobiauto apurou que as primeiras unidades pré-série serão produzidas na unidade de São José dos Pinhais (PR) a partir de junho.

Conhecido internamente como Projeto HJF, o modelo começa a ser produzido em SOP (Start of Production, ou início da produção, traduzindo do inglês) no fim deste semestre. O SUV terá cerca de 4,00 a 4,10 metros de comprimento e uma relação entre os eixos de 2,55 a 2,60 metros, ele nasce a partir do Dacia Sandero StepWay. A diferença é que o projeto ganhará uma nova dianteira, traseira e interior. Pela dianteira, ele deve se destacar por contar com faróis divididos em dois andares.

Na parte superior, parece contar com luzes diurnas em LED, com os faróis principais logo abaixo. A dianteira ainda ostenta o logotipo da Renault, com uma entrada de ar inferior, maior. O capô ainda parece ser mais alto que do Sandero. Nas laterais, o modelo parece ser mais alto, além de contar com acabamento plástico preto em toda a parte inferior da carroceria. Visto de traseira, ele terá lanterna traseira horizontal e que vai invadir a tampa do porta-malas.

O para-choque traseiro parece mais parrudo e deve trazer acabamento em plástico preto. No interior, ele parece ter uma central multimídia do tipo tablet, algo que vimos com a nova Oroch, por exemplo. Além dele, a Renault fará a estreia do novo motor TCe Flex, com o conjunto 1.0 12v Turbo Flex que vai desenvolver entre 110cv a 120cv de potência, com torque entre 18kgfm a 20kgfm.

Na transmissão, vai trazer a transmissão automatizada de dupla embreagem DCT de 6 marchas, uma das caixas de câmbio mais modernas e que são bastante usadas na Europa. A diferença de um câmbio DCT é que ele traz uma maior eficiência e uma dinâmica de condução mais refinada, melhor que a transmissão CVT, por exemplo. No entanto, não há certeza que essa transmissão seja de fato usada. Dito isso, a transmissão CVT ainda surge como possibilidade. 



Projeções: KDesign / reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias