Retrômobilismo#29: "Ué, mas eu já não passei por aqui?" Não, eu me chamo DKW GT Malzoni!


Bom você já deve ter visto o Puma GT Malzoni por aqui. Após sair de linha no final de 1966, a DKW resolveu assumir seu quase filho (pelo menos no coração). O modelo criado por Rino Malzoni, tinha algumas mudanças em relação ao Puma. A dianteira era menos bicuda que a do Puma e a traseira era diferente, com duas lanternas de cada lado. Uma diferença notável em relação ao Puma são os aros das rodas. No modelo da DKW, ele possui exatamente a mesma roda da Vemaguet e Belcar, enquanto no Puma as rodas lembram as da Ferrari Dino. O DKW também tem a traseira diferente, na área onde fica o motor com design mais fluido que o do Puma, além dos vidros traseiros que era diferenciados, o que também é um sinal de diferença. A dianteira ezibia o emblema da Auto Union, as 4 argolas que hoje são da Audi.


No interior o DKW GT Malzoni usava a mesma chapa do painel do Fissore, mas não trazia nenhum luxo, sendo um esportivo mais espartano. O painel de instrumentos também era o mesmo dos demais DKWs. Vinha com um conta-giros que era única na marca, herdado do Puma GT Malzoni. O motor era o mesmo 1.0 de 3 cilindros e dois tempos refrigerado a água que já era usado no Puma (O motor é de origem DKW). Rendia 50cv de potência a 4.500rpm, com um torque de 8,45kgfm de força e que chegava a 145km/h, era acoplado a um câmbio manual de 4 velocidades. Era um pouco mais pesado que o Puma, com 10kg a mais, totalizando 900kg. O mesmo que criou o Puma, Genaro "Rino" Malzoni deu um toque de DKW quando passou a ser fabricado pela marca alemã, que também deu continuidade as pistas onde era um modelo era diferente do de rua.


O de competição não tinha itens de série, era mais leve e tinha motor 1.0 que rendia 60cv de potência e era ainda mais "arisco" que o modelo de rua, que competiu apenas em 1967. Ele aposentaria o Belcar que era utilizado nas pistas que já estava ficando defasado perante aos demais esportivos como o próprio Puma, o Willys Interlagos entre outros. Mas em Novembro de 1967 a Volkswagen acabou comprando a DKW alegando que não iria acabar com a produção da marca no Brasil, o que acabou sendo mentira, que algum tempo depois foi descontinuada toda a linha DKW e infelizmente o GT Malzoni mais uma vez saiu de linha. Durante 1966 à 1967 o GT Malzoni vendeu 125 unidades, vendendo mais que o Puma GT Malzoni que vendeu 50 unidades em 3 anos. O DKW precisou menos de 1 ano para alcançar essa marca do "irmão gêmeo rival".


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?