MINI lança da nova geração da Clubman em versão única e motor 2.0 Turbo no Brasil por R$179.950


A MINI trouxe a nova geração da Clubman em tempo recorde para o Brasil. A station do Cooper chega ao mercado brasileiro em pouco mais de dois meses de fazer sua estreia no Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha no último mês de Setembro. Junto da nacionalização do Countryman, a Clubman é a principal novidades da marca inglesa para esse ano no Brasil e completa as novidades do Cooper, que deve receber em 2016 apenas novas versões como a Cabrio. Considerada o maior automóvel já produzido pela MINI, a Clubman possui 4,22 metros de comprimento, 1,84m de largura e 1,45m de altura, que resulta num crescimento de 26 milímetros no comprimento, 161mm mais larga e 24mm mais alta que a geração anterior. Vendida em versão única, a Clubman chega na versão S com motor 2.0 16v Turbo que desenvolve 192cv de potência com torque de 28,5kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 velocidades. Com esse motor, a Clubman acelera de 0 a 100km/h em 7,1 segundos e velocidade máxima de 228km/h. Com a função Overboost pode alcançar 30,2kgfm de torque.


Maior e mais bela, a nova geração da Clubman é produzida sobre a plataforma UKL1, de tração dianteira que pela primeira vez possibilitou que a Clubman tivesse 4 portas ao invés das tradicionais duas, como aconteceu nas últimas gerações, oferecendo maior espaço interno e facilidade no acesso à cabine. Atrás, o porta-malas acomoda entre 360 e 1.250 litros e mantém o sistema de abertura lateral dividida, característico da geração passada. Quem se mantém é a dupla porta do porta-malas, que abre em sentido oposto uma a outra. Entre os itens de série, a versão S oferece  estacionamento elétrico, bancos revestidos em couro, faróis Full LED, abertura das portas sem chave, head-up display, teto solar panorâmico, rodas de 18 polegadas, sistema de navegação com tela LCD de 8,8 polegadas, HD interno de 20 GB, MINI Connected (que permite o uso de apps de streaming de áudio, localização e monitoramento da condução) e MINI Connected XL Journey Mate (que oferece uma combinação de navegação, comunicação e infoentretenimento).


Há ainda ar-condicionado digital de duas zonas, volante John Cooper Works revestido em couro com paddle shifts, bancos com ajuste elétrico e com memória, MINI Driving Modes (que adapta as configurações do carro ao gosto do condutor, como a suspensão adaptativa, por exemplo), entre outros. A nova geração da station inglesa não trouxe a versão de entrada, equipada com motor 1.5 12v Turbo de 3 cilindros que rende 138cv de potência e um torque de 22,4kgfm de força, que o leva de 0 à 100km/h em 7,8 segundos e alcança a velocidades máxima de 210km/h. Sem essa versão o preço realmente ficou salgado. Mas, assim como o Countryman passando a ser produzido na fábrica do Grupo BMW em Araquari (SC), a nova geração da Clubman pode ser produzida no Brasil no fim de 2016, assim como o BMW X4, que também passa a ser produzido no país no ano que vem. A informação vem do Salão do Automóvel de Frankfurt e pode trazer mais um modelo do Grupo BMW a ser produzido aqui, mas não teve confirmação se esse novo modelo da MINI a ser produzido na fábrica seria a Clubman.


Preço

  • MINI Clubman S 2.0 16v Turbo AT8 - R$179.950



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado