Especial Lançamentos 2017 #6: o que esperar da Chevrolet para o Brasil no ano que vem?


A Chevrolet confirmou que deve trazer de quatro a cinco lançamentos para o nosso mercado em 2017. Sem nenhuma dessas novidades sendo mecânicas, acredita-se que a Chevrolet deve aumentar seu lineup. Alguns modelos que já foram vendidos podem voltar ao nosso mercado, como é o caso de Malibu e Sonic, mas nada certo ainda. Mas o certo é que a Chevrolet abriu um buraco com a nova geração de Cruze e Cruze Sport6 em relação a Onix e Prisma e isso chega a R$25.000 de diferença. O único lançamento confirmado para 2017 é o face-lift da Spin, último automóvel da plataforma GSV a mudar. Ele deve ganhar linhas inspiradas na nova identidade visual da marca, que chega ao mercado já no segundo semestre de 2017 como linha 2018. Na dianteira, a Spin deve receber novo capô, para-choque dianteiro e traseiro, faróis mais espichados como os do Cobalt, com grade bi-partida menor, novas lanternas traseiras, novas rodas de liga leve e uma tampa do porta-malas com algumas alterações. Na mecânica, a Spin 2018 deve manter o mesmo 1.8 8v Flex que desenvolve 111/106cv de potência com torque de 17,7/16,8kgfm, com opção de câmbio manual de 6 marchas ou automático de 6 velocidades. No interior, as novidades ficam por conta da mudanças no acabamento, que agora dispõe de materiais de melhor qualidade, especialmente com detalhes em preto brilhante e marrom. Os comandos de ar condicionado foram atualizados. Outra novidades é a nova geração do MyLink, que passa a oferecer Android Auto, do Google, e CarPlay, da Apple, integrados. O modelo "inédito" da Chevrolet para 2017 pode ser o Equinox, substituto do Captiva que pode passa a ser produzido em Rosário, na Argentina. Como a Chevrolet já procura um substituto para o Captiva já há algum tempo e o Equinox usando a mesma plataforma e mecânica do Cruze, isso acaba por finalizar um mistério. Vale destacar ainda que a Chevrolet confirmou que 2017 deve lançar de quatro a cinco novidades, sendo uma delas inédita, o que reforça a tese.


O Equinox deve ser o terceiro modelo do projeto Fênix. Nessa nova geração ele tem como missão chegar a novos mercados e regiões, como a América do Sul, porque não? O design não nega ser inspirado nas novas gerações de Cruze e Malibu, que também conta com motores Turbo, aderindo ao downsizing. Baseado na plataforma Delta (a mesma que serve ao Cruze), o Equinox 2018 foi projetado a partir do zero. Aqui ela pode ser vendida com motor 1.4 16v Ecotec Flex que desenvolve 153/150cv de potência com câmbio automático de 6 velocidades e tração 4x2, além de um motor 2.0 Turbo que entrega 255cv e 35,6kgfm, mas este já canibalizaria os preços da TrailBlazer. Outra possibilidade seria a volta da linha Sonic, até porque desde que saiu de linha em 2014, poderia voltar ao nosso mercado. Ele recentemente passou por um face-lift de meia-vida. Entre as novidades, o Sonic traz os novos para-choques, faróis com LEDs diurnos, capô redesenhado e grade frontal mais discreta. Um visual que fica mais alinhado a nova identidade da GM. Na traseira, as lanternas também foram substituídas por novas unidades, de aparência mais moderna e com formato retangular. O para-choque ficou mais robusto e o modelo ainda ganhou 4 novas opções de cores. Imagens do interior não foram reveladas, mas deve ser idêntico ao do novo Tracker, que traz cluster completamente novo e um velocímetro analógico, além de novos itens de conforto e conveniência, como sistema multimídia com tela de 7″, Apple CarPlay e Android e wi-fi. Também serão oferecidos banco do motorista com ajuste elétrico e volante aquecido, entre outros itens. Por aqui seria o mesmo 1.6 16v Ecotec Flex que desenvolve 120/116cv de potência, possivelmente sempre com câmbio automático de 6 velocidades. Assim, o Sonic quebrava esse hiato do Onix para o Cruze Sport6 e do Prisma para o Cruze com preços entre R$60.000 a R$85.000. Prometido para 2017, a nova geração do Malibu enfim teria cacife para enfrentar o Ford Fusion. Por aqui ele seria vendido nas versões LTZ e a Premier.


No país será oferecido o motor 1.5 Ecotec Turbo que desenvolve 160cv de potência e 2.0 16v Hybrid que desenvolve 182cv, que junto a um motor elétrico entrega 250cv, com torque de 35,7kgfm. O câmbio automático será sempre de 8 velocidades. Na nova geração, além de um desenho bem mais harmônico do que aquele que era vendido no Brasil, a nova geração também é um grande avanço em novas tecnologias, como o MyLink com espelhamento de smartphones, 10 airbags de série e itens opcionais como controle de cruzeiro ativo, assistente de mudança de faixa e alerta de colisão com freio autônomo em baixas velocidades. Por aqui, seu preço ficaria na casa dos R$140.000 e em 2016 o sedã já estava homologado para ser vendido no Brasil. O impasse para ele ter sido vendido aqui este ano seria a instabilidade do Dólar. Outro que pode pintar no Brasil aqui em 2017 é o Bolt EV. Apresentado em Janeiro, o Bolt é o elétrico mais acessível da Chevrolet e se destaca por sua grande autonomia e tecnologia a um preço relativamente acessível. O Bolt é um hatch que possui jeito de monovolume compacto. O Bolt deve ser a porta de entrada da Chevrolet para o segmento de elétricos, ficando mais em conta que o Volt. Seu design é moderno e chama atenção por suas linhas simpáticas. O novo Chevrolet Bolt EV é equipado com um motor elétrico, que consegue entregar 150kW, o equivalente a 202cv de potência, e 36,7kgfm de torque. Segundo dados da montadora, o automóvel consegue acelerar de 0 a 100km/h em menos de 7 segundos e tem velocidade máxima de 146km/h. A EPA nos EUA homologou o Chevrolet Bolt para 238 milhas de alcance com suas baterias de lítio de 60kWh. Isso significa uma autonomia de 382km, bem superior aos 322km declarados pela GM no lançamento do monovolume, que parte de US$37.500. Caso venha a ser lançado no Brasil em 2017, o Bolt EV deve ser lançado na faixa dos R$160.000, para competir com Ford Fusion e Toyota Prius, ambos híbridos. Segundo Carlos Zarlenga, presidente da Chevrolet do Brasil, disse que o lançamento deve ocorrer em 2017.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias