TAC Stark retorna ao mercado renovado e com mais investimentos por R$115.000


A TAC retomou as suas atividades no mercado brasileiro. Depois de ficar em standby, a empresa transferiu sua produção para Sobral (CE). A empresa até tentou uma parceria com a Zotye, mas a chinesa nunca chegou ao Brasil. O Stark volta a ser oferecido em versão única, a Black Cover, e traz algumas novidades em relação ao modelo anterior. Com um investimento de R$150 milhões nos próximos quatro anos, a TAC pretende produzir cerca de 1.000 unidades por ano, quase o mesmo número da rival Troller. Com isso, a marca desenvolve as versões Flex e automática do Stark, que devem surgir dentro de quatro anos. O Stark segue o mesmo carro de sempre, visualmente falando. Montado sobre chassi, ele continua com a leve carroceria com estrutura metálica que forma a célula de sobrevivência, revestimentos plásticos e fibra de vidro. Toda a suspensão do Stark possui amortecedores duplos e pneus voltados para o offroad, com rodas que variam do aro 15 ao 17. O jipe possui bons ângulos de entrada e saída e segue com o mesmo motor 2.3 FPT Diesel que desenvolve 127cv e 32,5kgfm, acoplado ao câmbio manual de 5 marchas e ao sistema de tração integral 4x4 com reduzida e bloqueio do diferencial dianteiro e traseiro. Entre as novidades da nova versão estão os faróis de LED, para-choques robustos com guincho embutido, cores mais vibrantes, snorkel, ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, sistema de áudio, bagageiro no teto, retrovisores com repetidores de direção, protetores extras nas laterais, rack no teto, estepe na tampa traseira, bancos em couro personalizados, espaço para quatro pessoas, entre outros. 


A TAC ainda oferece uma série de acessórios para o offroad ou personalização visual. Totalmente equipado ele pode chegar a R$15 mil extras em opcionais. Ele será vendido nas cores branca, amarela, verde, vermelha, preta, azul, vinho e laranja Atacama, entre outras. Entre os equipamentos exclusivos da versão está bancos revestidos em couro, snorkel, rodas pretas e central multimídia. Segundo a TAC, o Stark deve continuar sendo vendido sob encomenda. A marca brasileira quer aumentar sua produção gradativamente e deve atender as regiões Sudeste, Sul, Centro-Oeste, Norte e Nordeste, responsáveis pelos Stark Points (como a TAC chama suas concessionárias). Esses pontos de venda devem ficar responsáveis pela venda, serviço e pós-venda. O Stark Points ainda deve fazer com que o cliente terá uma experiência off-road completa nos locais. Segundo o fabricante, cada STARK Point oferecerá assistência técnica personalizada, test drive, cursos, eventos, trocas de experiências e boutique da marca. Primeiramente a TAC terá concessionárias em São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG).


Stark Black Cover

De série, há freios a disco nas quatro rodas, tanque de combustível de 70 litros, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, faróis de neblina, retrovisores com ajuste elétrico e repetidor de seta integrado e volante com ajuste de altura.


Preço

  • TAC Stark Black Cover 2.3 Diesel 4x4 - R$115.000



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok