Bugatti pode desenvolver um novo esportivo com eletrificação leve, segundo CEO


A Bugatti pode escapar de desenvolver um utilitário esportivo, mas não vai conseguir escapar da eletrificação. A francesa pertencente ao grupo VAG, deve desenvolver um novo hiperesportivo eletrificado. Foi pelo menos isso que deu ao entender o CEO da Bugatti, Stephan Winkelmann, em entrevista ao Auto News Europe. O executivo disse que pretende desenvolver u Chiron mais acessível e que seria parcialmente eletrificado, por questões de peso e custo para a produção. De acordo com Winkelmann, é muito mais importante “o equilíbrio entre rendimento e comodidade”, assim como a “facilidade de uso diário”, faltando relevância a uma das principais características dos modelos da marca: a velocidade. “No final, a diferença do preço em um automóvel é a marca. E isso, creio eu, continuará igual, para nossa sorte. Estou convencido disso”. Entretanto, apesar do interesse por parte do CEO da marca francesa, todo o projeto precisa da aprovação da cúpula do Grupo Volkswagen, algo que pode ser complicado. Apesar de ser mais acessível, ele ainda leva o nome Bugatti e por isso que a marca não quer perder a tradição da marca, além de carros como Chiron e Divo, que são muito exclusivos. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado