Aspark apresenta mais detalhes do Own, que é apresentado oficialmente por 2,9 mi de euros


Depois de ser apresentado como protótipo no Salão do Automóvel de Frankfurt de 2019, o Aspark Owl foi revelado oficialmente em sua versão de produção. O modelo totalmente elétrico fez sua estreia no mercado internacional como um esportivo nascido no Japão. O cupê deve ser oferecido no mercado norte-americano, logo depois do Japão. No seu país natal, a Aspark já conta com uma concessionária na cidade de Osaka, Japão. Depois dos EUA, a Aspark deve encontrar revendedores na Europa e no Oriente Médio. A Aspark pretende produzir 50 unidades do Owl, sendo 20 para a Europa, 20 unidades para o Oriente Médio e Ásia e 10 unidades para a América do Norte. O novo modelo possui um motor capaz de desenvolver 2.012cv de potência e torque de 203,9kgfm capaz de fazer o cupê acelerar de 0 a 100km/h em 1,7 segundo, tornado o Owl o carro mais rápido em aceleração do mundo. Ele ainda possui uma autonomia de 450km e a velocidade máxima é de 400km/h. A sua bateria demora 80 minutos para ser carregada, mas a Aspark insiste que ainda trabalha numa opção que demore menos ainda. A bateria é de 1.300kW, com lion-lítio de 64kWh, e são recarregadas em tomadas de 44kW. O Owl possui apenas 99 centímetros de altura. Visualmente ele conta com linhas fluídas e que o ajudam principalmente na aerodinâmica. No lugar dos espelhos retrovisores ele possui câmeras e as janelas laterais ganharam um recorte que abre para entrada de ar. Na traseira, ele possui uma enorme asa traseira controlada eletronicamente e ergue a partir de 150km/h de velocidade. Ainda na traseira, as lanternas são horizontais e grandes. No interior, as novidades ficam por conta pela posição dos bancos, onde o motorista e o passageiro vão quase deitados. Os quadris ficam abaixo dos joelhos e ele possui quadro de instrumentos digital. Entre os itens de comodidade, o Owl ainda possui ar-condicionado, central multimídia com GPS e partida por botão. O carro possui construção em plástico reforçado com fibra de carbono para manter o peso baixo e a rigidez da carroceria. O carro ainda possui um monocoque de fibra de carbono, amortecedores hidráulicos que ajudam a aumentar ou diminuir a distância ao solo em 160mm. Cada unidade será vendida com preço de 2,9 milhões de euros, cerca de R$19 milhões. 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado