Jeep Commander começa a ser exportado para a Argentina, 1º país a recebê-lo fora do Brasil


A Jeep começou a exportação do Commander para o primeiro país a receber o SUV médio-grande da marca norte-americana. Ele começa a ser enviado para a Argentina e será vendido apenas com as versões Limited e Overland, ambas com um motor 2.0 Turbo Diesel (TD350) que desenvolve 170cv de potência com torque de 38,7kgfm, além de ser vendido com tração 4x4 e câmbio automático de 9 velocidades. Esse motor passa a contar com melhorias, como sistema SCR de pós-tratamento de gases de escape, que reduz a emissão de gases poluentes. O Commander possui 4,769 metros de comprimento, 2,794 metros entre os eixos, 1,859 metro de largura e 1,682 metro de altura. O Commander ainda possui 233 litros de capacidade com os sete bancos, 661 litros com cinco bancos e 1.760 litros de capacidade com as duas últimas fileiras rebatidas. Há ainda tanque de combustível de 61 litros. De série, ele será equipado com rodas de liga leve de 18”, conjunto óptico Full Led e bancos em couro e suede preto e acabamento interno preto. Traz muita tecnologia com cluster Full Digital de 10,25”, central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence e espelhamento sem fio, carregador de celular por indução, Keyless Enter ‘N Go, bancos dianteiros com ajustes elétricos e abertura elétrica do porta-malas. Além disso, conta com sete airbags e todos os sistemas de direção autônoma (ADAS), que traz controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão com frenagem automática, detecção de ponto cego e de tráfego cruzado, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista, reconhecimento de placas de velocidade, comutação automática de faróis e park assist. Além de tudo isso, há carregamento com fio, existem portas USB nas três fileiras de assentos, 7 airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para o joelho do motorista), modo 4x4 Low, seletor de terrenos com três modos (Sand/Mud, Snow e Auto) e Hill Descent Control. Por lá, ele terá 3 anos de garantia ou 100.000km. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior