Renault apresenta o AIR4 Concept, um clássico 4L que voa e que parece um drone gigante


A Renault confirmou a apresentação do 4IR4 Concept, um modelo que voa e que é inspirado no 4L. Comemorando o 60º aniversário de lançamento do seu clássico, o modelo foi desenvolvido em parceria com a Renault e com o design hub TheArsenale para criar um carro futurista. Com mais de 8 milhões de unidades vendidas desde 1961, o Renault 4L foi vendido em mais de 100 países em mais de 30 anos de mercado, quando saiu de linha em 1992. “Após um ano inteiro de comemorações, queríamos criar algo fora do convencional para encerrar belamente as celebrações do 60º aniversário do 4L. Esta parceria com TheArsenale aconteceu de forma natural. O show car AIR4 voador é totalmente inovador, representando como poderia ser este ícone daqui a 60 anos”, destaca Arnaud Belloni, Diretor Global de Marketing da marca Renault. Inédito, o AIR4 Concept foi criado em conjunto com o estúdio TheArsenale sendo um projeto único. O design do AIR4 é uma reinterpretação do ícone rétro feita pelo estúdio TheArsenale e não remete aos códigos esperados em um carro moderno. Totalmente produzido com fibra de carbono, o veículo mantém as mesmas linhas e volumes que o 4L original, mas oferece novas capacidades dinâmicas. A rigidez foi completamente revista, incluindo novos conceitos como empuxo ou sustentação, o que exigiu horas de cálculos e testes. O AIR4 não tem rodas. Para se mover, ele utiliza quatro hélices duplas, posicionadas de cada lado do veículo. 



O chassi está localizado no centro da longarina e o condutor pode entrar na cabine utilitária levantando o chassi redesenhado do Renault 4, que é fixado na parte da frente. O carro conta com baterias de lítio-polímero de 22.000 amperes que geram uma potência de 45.000mAh, atingindo uma velocidade máxima horizontal de 26 metros por segundo, com inclinação de 45º durante o voo e até 70º de inclinação máxima. Ele pode voar em altitudes de até 700 metros com uma velocidade de decolagem de 14m/s, limitada a 4 m/s por questões de segurança, com velocidade na aterrissagem de 3 m/s. O AIR4 oferece um empuxo vetorial máximo de 380 kg, ou seja, 95 kg por hélice. O AIR4 foi imaginado, projetado, desenvolvido e montado totalmente na França, no Sophia Antipolis, o primeiro parque tecnológico europeu localizado na região de Côte d’Azur. “Dediquei minha vida à minha paixão pela mobilidade e estou continuamente explorando cada aspecto do mundo em movimento”, relata Patrice Meignan, diretor geral e fundador do TheArsenale, que quis criar um novo tipo de veículo que despertasse emoções e prazer, destacando a identidade da marca. “Após 25 anos de pesquisas e estudos prospectivos, acreditamos que os ícones da cultura automotiva são eternos, seja na terra como no céu. Há 60 anos, o Renault 4 é um carro feito para pessoas comuns, que fazem dele algo extraordinário. Este carro simboliza a aventura: simples, prático, útil e ao mesmo moderno e retro. A maioria dos condutores diria que ele permite encarar os trajetos de outra forma e viver uma verdadeira aventura. O desejo de viajar de uma forma diferente serviu de inspiração para minha equipe e eu. Com o AIR4 by TheArsenale, o Renault 4 está pronto para alçar voo, em uma das maiores aventuras que já viveu até hoje.”.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

GM confirma que carros compactos elétricos e lucrativos vão demorar um pouco mais

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX