BYD e Shell fecham parceria para fomentar soluções e serviços de recarga de eletrificados


A BYD e a Shell fecharam uma parceria para a China e a Europa para recarga dos carros elétricos. Enquanto a Shell vem buscando desenvolver e transformar seus postos em pontos de recarga, a parceria visa buscar ainda uma série de ações de Pesquisa & Desenvolvimento. Apesar de começar na China e na Europa, nada impede que a parceria possa chegar a outras regiões do globo. A parceria visa um acordo de cooperação estratégica para promover a transição energética e melhorar a experiência de carregamento para os usuários de veículos elétricos puros e híbridos plug-in da marca. Tanto os clientes de modelos da BYD e da rede de abastecimento da Shell formarão uma parceria pan-europeia nomeada Mobility Service Provider (MSP), oferecendo a eles acesso a 275.000 pontos de carregamento por meio da rede de roaming da Shell. Tanto a BYD quanto a Shell também desenvolverão em conjunto soluções de frota e serviços de carregamento para clientes da BYD na Europa, dividida em cinco pontos: 1. Ambas as empresas procurarão fornecer soluções integradas de energia doméstica, como agendamento dinâmico de tarifas, integração solar, baterias domésticas, carregamento de veículo para rede (V2G) em diferentes regiões do mundo; 2. Ambas as partes explorarão oportunidades para construir hubs BYD-Shell EV nos principais mercados europeus, oferecendo aos clientes a experiência dos designs premium da BYD e as tecnologias avançadas de veículos eletrificados, bem como carregamento contínuo e serviços digitais desenvolvidos em conjunto por ambas as partes para melhorar a experiência do usuário; 3. Tanto a BYD quanto a Shell indicarão aos clientes a participação no programa de descarbonização Accelerate to Zero (A2Z), que permite que as frotas corporativas reduzam as emissões para zero e net-zero em vários mercados na Europa; 4. Tanto a BYD quanto a Shell pretendem colaborar em pesquisa e desenvolvimento global nas áreas de desempenho de baterias e carregamento avançado e; 5. Globalmente, a Shell buscará ajudar a BYD a gerar economia de custos e melhor desempenho de hardware com Shell E-Fluids e líquidos de refrigeração. Ambas as partes também pretendem formar uma joint venture para desenvolver redes de carregamento de veículos elétricos em toda a China. A joint venture deverá operar uma rede de mais de 10.000 pontos de carregamento em Shenzhen, China, com um plano de expansão para mais locais na China. “A indústria automotiva está passando por mudanças significativas, e o desenvolvimento de novos veículos de energia é uma tendência. A Shell é a empresa líder mundial em energia, com negócios em todo o mundo, fazendo contribuições extraordinárias para atender às crescentes demandas de energia. A BYD está disposta a cooperar sinceramente com a Shell e aproveitar esta oportunidade histórica, fornecendo aos consumidores um serviço de alta qualidade em instalações de carregamento e criando oportunidades vitais de desenvolvimento”, destaca Wang Chuanfu, Presidente da BYD Global.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado