SUVs elétricos de DS, Lancia e Opel/Vauxhall serão feitos na Itália, na fábrica de Melfi


A Stellantis segue desenvolvendo a sua nova linha de modelos elétricos e prevê o investimento pesado em modelos BEV. Com planos diferentes de serem marcas puramente elétrica em poucos anos na Europa, DS e Opel/Vauxhall confirmaram que vão investir em modelos elétricos, que serão produzidos em conjuntos na unidade de Melfi, na Itália. Os dois modelos a serem produzidos serão feitos a partir da plataforma STLA Medium, da Stellantis. Essa base permite que carros tenham baterias de 87kWh a 104kWh, com autonomia que pode variar até 700km. O modelo da DS deve ser um novo utilitário esportivo, conhecido como DS 9 Crossback, sendo um utilitário esportivo do sedã DS 9, com um estilo de SUV cupê. O modelo terá dimensões próximas ao do Citroën C5 X e pode ser baseado no Aero Sport Lounge Concept. O DS 9 Crossback pode ser desenvolvido para ser apresentado no final de 2024 e é conhecido internamente como Projeto D55. O modelo deve ter 4,70 a 5,00 metros de comprimento. Quando apresentado como conceito, em 2020, a DS confirmou que o modelo desenvolvia 680cv de potência e que permite que ele acelere de 0 a 100km/h em 2,8 segundos e possui uma bateria de 100kWh com autonomia de 650km. 



No caso do Opel/Vauxhall Manta-e, Uwe Hochgeschurtz, CEO da Opel, disse que será um misto de “carro altamente emocional, aceleração de primeira classe e puro prazer de dirigir, além de ser uma nova interpretação fascinante e surpreendentemente espaçoso”. O Manta será desenvolvido sobre a plataforma modular STLA. Com essa nova base, ele deve ter uma autonomia de cerca de 500km (ou mais). A Opel também confirmou que deve ser elétrica na Europa, ou seja, em outros continentes onde atua. O Manta é conhecido internamente como Projeto OV85 e será lançado no início de 2025. A Lancia também deve produzir um elétrico em Melfi, também um SUV. O SUV da marca deve ser lançado no primeiro semestre de 2026 e deve ser puramente elétrico, sobre a nova plataforma STLA da Stellantis. Ele pode ser produzido na unidade de Melfi, na Itália. Ainda não se sabe se esse modelo deve ser compacto ou médio. Desses três novos modelos, a Stellantis espera vender 90.000 unidades entre 2026 a 2029. “A Melfi em 2024 iniciará a produção de quatro novos modelos elétricos multimarcas e uma linha de montagem dedicada para baterias”, confirmou um porta-voz da Stellantis em comunicado. Atualmente, a fábrica produz modelos como Jeep Renegade, Jeep Compass e Fiat 500X.


Fonte: Automotive News

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Egea é o nome oficial do sedã médio da Fiat que deve ser apresentado oficialmente e pode chegar ao Brasil!

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

BMW apresenta o novo Série 3, que ganha atualizações de meia-vida nesta geração

Chery lança o Tiggo 8 Pro PHEV, reestilizado, híbrido e estreia no mercado por R$ 269.990

Rolls-Royce confirma a estreia do segundo (e exclusivo) Boat Tail, inspirado na madrepérola

Inspiração para família "X6", Fiat registra patente das três carrocerias do Tipo europeu no Brasil

Chery lança o iCar no Brasil, que se torna o elétrico mais barato do país, por R$ 139.990

Volkswagen e Carid desenvolvem softwares ainda mais avançados para carros elétricos

Caoa Day tem promoção para Chery, Ford e Hyundai até hoje na rede de concessionárias