Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China


Após a Chery confirmar que vai fechar a unidade de Jacareí (SP) até meados de 2025, a Chery deve ajustar novamente o seu lineup no mercado brasileiro. O Tiggo 3X, produzido na unidade de Jacareí, deve sair de linha. Apresentado no ano passado como um evolução do Tiggo 2, o Tiggo 3X não chegou a fechar um ano de mercado. O SUV subcompacto era a porta de entrada da marca e se destacava por oferecer o motor 1.0 12v Turbo Flex que desenvolve 102/98cv de potência com torque de 17,1/16,8kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT, que simula 9 marchas. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100km/h em 14,2 segundos. Ele deve contar com os modos de condução Eco e Sport. Basicamente uma reestilização do Tiggo 2, o 3X trazia um novo design, com novos faróis afilados e com a grade dianteira bem destacada, com acabamento preto e detalhes cromados. Os faróis tinham dois andares, sendo o superior bem afilado e com as iluminações diurnas em LED e os repetidores de seta. Os faróis principais ficam em posição inferior, que estão sendo de um acabamento em preto brilhante. O carro ainda conta com uma nova entrada de ar inferior, que traz um friso prateado na parte inferior. Nas laterais, as novidades ficam por conta do novo retrovisor e também das novas rodas de liga leve, de 16 polegadas. O modelo ainda recebeu um novo friso lateral, que deve ser a principalmente diferença em relação ao Tiggo 2. Além deste, ele recebe novos retrovisores com seta integrada, que parecem ser mais aerodinâmico e maiores que os retrovisores do Tiggo 2, que possui um estilo mais quadrado. 



Na traseira, as novidades ficam por conta das lanternas com acabamento fumê e o novo para-choque traseiro, com um acabamento prateado e que possui duas falsas saídas de ar. O modelo ainda possui na tampa do porta-malas, a sua identificação. O outro modelo produzido em Jacareí, o Arrizo 6, deve seguir em linha, mas virá importado da China. Ao que tudo indica, o seda médio só virá na versão Pro, visto que recentemente a versão GSX desapareceu do site, depois voltou e só oferecida versões com ano/modelo 2021. O Arrizo 6 Pro foi apresentado no ano passado também e ganhava uma nova grade com uma área ampla que passa a contar com um design hexagonal, que só termina um pouco antes do para-choque dianteiro, com uma entrada de ar trapezoidal e filetes horizontais. Nas extremidades do para-choque ele ainda conta com um feixe de LEDs diurnos, com um novo desenho, fazendo as vezes dos faróis de neblina. A parte inferior central do para-choque recebe uma nova entrada de ar. Nas laterais, as novidades ficam por conta apenas de novas rodas de liga leve e frisos cromados. Nas laterais, as novidades são as novas rodas de liga leve de 17 polegadas. Na traseira, a nova traseira passa a contar com lanternas que se conectam por uma peça em preto brilhante. Ele ainda traz o logotipo da Chery acima desta barra, enquanto as lanternas são completamente novas, com acabamento escurecido. A placa sai do para-choque traseiro e vai para a tampa do porta-malas. Com isso, o para-choque recebe um novo desenho, com refletores horizontais e um acabamento em preto, mais abaixo, que traz lanterna de neblina centralizada.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado