SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana


A SsangYong confirmou a estreia do Torres, seu novo utilitário esportivo que vai se posicionar entre o Korando e o Rexton. O modelo é o resgate da SsangYong em modelos off-road. Além disso, é um resgate também do design polêmico, que sempre acompanhou os carros da empresa. Conhecido como Projeto J100, o Torres estreia prestando uma homenagem ao Parque Nacional Torres del Paine, na Patagônia, no Chile. Esse parque é conhecido por trazer montanhas, geleiras, lagos e rios no caminho. O SsangYong Torres ainda estreia a nova identidade visual da marca, batizada de Powered by Toughness. Essa nova identidade exprime um desenho mais robusto aos carros da marca, além de um design que ao mesmo tempo traz de volta a excentricidade da SsangYong. Visualmente, o carro se destaca por trazer faróis dianteiros horizontais e com projetor, tendo ainda luzes diurnas DRL em LED no entorno. A grade dianteira ainda possui barras duplas verticais, conectada com a entrada de ar inferior em um acabamento em plástico preto. A entrada de ar é retangular e possui uma parte inferior com um acabamento prateado que protege a parte mais baixa do para-choque. Este plástico preto que une a grade superior com a inferior ainda traz o nome Torres no lado direito. Nas extremidades estão os nichos dos faróis de neblina, com um acabamento retangular e vertical. O capô possui um ressalto quando visto de frente, com a parte central mais baixa e que parece nascer por conta do desenho dos faróis. Há pequenas alças próxima do para-brisa. 



Nas laterais, toda a parte inferior possui acabamento em plástico preto. Os retrovisores contam com base nas portas e tem acabamento que imita alumínio, assim como o acabamento da coluna C, que tem um prolongamento até o teto. Este conta com um pequeno ressalto em relação à carroceria, onde está uma caixa de armazenamento lateral que será vendido como um opcional. O SUV ainda possui base dos vidros com acabamento cromado e as maçanetas são convencionais. As rodas variam de 17, 18 e 20 polegadas e tem rack de teto. Visto de traseira, as lanternas são verticais com iluminação em LED, tendo um pequeno prolongamento para as laterais. Os vidros vigias das laterais se conectam com o vidro traseiro. A tampa do porta-malas imita um ressalto de um estepe que traz o nome do carro e conta com a maçaneta no lado direito. Abaixo deste ressalto está o espaço para a placa traseira. O para-choque traseiro ainda possui um acabamento prateado e refletores horizontais. No interior, o SsangYong Torres se destaca por vir equipado com um quadro de instrumentos com tela digital e uma central multimídia com tela de 12,3 polegadas, que se destaca no painel, e que tem contornos prateados ou de metal. Abaixo dela estão as saídas de ar centrais com um acabamento que imita alumínio, assim como frisos e bordas do acabamento espalhados pelo painel. Há ainda uma faixa em LED que nasce atrás da central e vai até a frente do passageiro, enquanto a saída de ar lateral fica escondida em uma faixa do painel. Já a saída de ar esquerda tem um estilo mais tradicional. 


O volante tem quatro raios e é multifuncional, de base achatada. O console central ainda traz mais uma tela, esta tela com comandos do carro, como o sistema de ar-condicionado, por exemplo, com 8 polegadas. A alavanca de câmbio fica próximo da tela, além de vir com porta-copos e um descansa-braço. O interior ainda possui estofamento em couro, como o bege e o marrom das imagens. A SsangYong confirmou que o SUV terá um amplo espaço interno, com 703 litros de porta-malas, chegando a 1.662 litros com os bancos traseiros rebatidos. Na mecânica, a SsangYong ainda não oficializou seus motores, mas é cotado que ele será vendido sempre com duas opções de motores. O primeiro é o 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 168cv e 28,8kgfm, acoplado a um câmbio automático de 6 marchas, com tração dianteira ou 4WD. Ele ainda será vendido com um motor elétrico de 190cv e 61,5kWh, sendo o mesmo motor do Korando E-Motion. De série, ele será vendido com iluminação ambiente em LED, seis alto-falantes, quatro portas USB, bancos dianteiros ventilados, sete airbags e pacote ADAS. Ele ainda possui ar-condicionado automático, faróis e lanternas em LED e volante aquecido, entre outros. Na Europa, as vendas do Torres serão a partir do segundo semestre de 2023, apenas com o motor elétrico. Desde já, ele começa a ser vendido na Coreia do Sul com o motor a combustão e, futuramente, também com o elétrico. Por lá, seus preços que variam de ₩ 26.900.000 até ₩ 30.400.000. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv