Stellantis comemora resultados no primeiro semestre na América do Sul, líder em 3 países


A Stellantis confirmou que encerrou o primeiro semestre de 2022 na América do Sul, respondendo por 23,5% nas vendas de automóveis e comerciais leves. A Stellantis ainda foi líder nos três maiores mercados sul-americanos, como Brasil, Argentina e Chile. Só no Brasil, o grupo ítalo-franco-americano representa 288 mil unidades vendidas, equivalente a 33,6%. Na Argentina, foram 65 mil unidades entre janeiro a junho, com participação de 33,7% das vendas. No Chile, 25 mil unidades foram vendidas, com uma participação de 11,1%. No Brasil, a Fiat conseguiu 21,9% de Market Share com 187 mil unidades em seis meses. Líder há 18 meses no país, a Fiat posicionou três modelos entre os 10 mais vendidos: nova Strada, Mobi e nova Toro. A Jeep liderou com 20,7% de Market Share entre os SUVs, com 65,6 mil unidades no acumulado. O Jeep Compass está entre os 10 modelos mais vendidos no acumulado do ano, com mais de 31 mil unidades emplacadas. Já a Peugeot vendeu 21.687 unidades comercializadas no acumulado de 2022 e 2,5% de participação de mercado, a marca Peugeot registrou crescimento de 81% em comparação ao mesmo período de 2021. O último mês marcou um momento histórico para a Citroën. Após mais do que dobrar sua participação no mercado, a marca alcançou 2,4% do volume total de emplacamentos em junho, o melhor resultado dos últimos dez anos. 



No mês foram registrados 3.971 veículos novos da Citroën, um aumento de quase 100% em relação ao mês anterior. A marca Ram registrou 1.064 unidades emplacadas no semestre, destacando-se no segmento premium no Brasil. Já na Argentina, a Stellantis continua liderando o mercado argentino. No acumulado do ano, a empresa superou as 65 mil unidades vendidas, com 33,7% de participação de mercado. Entre os destaques no período, estão a liderança e vice-liderança do ranking de modelos mais vendidos, com o Fiat Cronos (22.549 unidades) e o Peugeot 208 (12.503 unidades). Os dois modelos mais vendidos no segmento premium são os DS 7 Crossback e DS 3 Crossback. A empresa também liderou no segmento de SUVs, com mais de 13 mil unidades vendidas. A produção nas duas plantas do grupo na Argentina somou 72 mil unidades, com um crescimento de 38% em relação ao primeiro semestre do ano anterior. Já no Chile, foram 25 mil unidades emplacadas de janeiro a junho, a Stellantis liderou as vendas no Chile, cujo mercado está em expansão. O mercado chileno cresceu 24% em comparação com o primeiro semestre de 2021 e se tornou o segundo da América do Sul, atrás apenas do Brasil. Dentre as marcas do grupo, Peugeot é a mais destacada no Chile, com mais de 10 mil veículos emplacados e 4,6% de participação, seguida por Ram, com 4,4 mil unidades e 2% de participação de mercado. Seguem Citroën (4,2 mil unidades), Opel (2,2 mil), Jeep (2,1 mil) e Fiat (1,3 mil). As marcas DS e Alfa Romeo se destacam no segmento premium, com 6,4% e 1,2% de participação, respectivamente.  



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Volkswagen faz promoção de Polo, Virtus, Saveiro, Nivus, T-Cross, Taos, Jetta e Amarok

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades