Sehol apresenta seu novo SUV médio elétrico, o Aipao S, junto da sua versão a gasolina, o QX

Sehol apresenta o QX e o Aipao S, seu novo SUV médio que pode acabar se tornando a segunda geração do nosso JAC E-JS4 



A Sehol apresentou o seu novo SUV médio para o mercado chinês. Trata-se do Sehol QX em sua versão a combustão e a versão elétrica chamada de Aipao S. O SUV médio estreia no mercado chinês durante o Salão do Automóvel de Chengdu, na China. O SUV estreia com um novo design, que se destaca por trazer linhas mais fluídas e que ainda assim remetam aos carros e a identidade visual da Sehol.

Na dianteira, o QX, que é o modelo a combustão, estreia com faróis divididos em dois andares. A parte superior possui uma iluminação diurna em LED em duas faixas, que se conectam por meio de uma grade dianteira em preto brilhante. Os faróis principais ficam em posição intermediária, onde estão os projetores, faróis principais. Esses faróis também se conectam por meio de uma grade dianteira por meio de uma barra na cor da carroceria, enquanto a grelha possui um estilo transversal inclinada.

Esses faróis principais ainda possuem um acabamento em preto brilhante nas extremidades, formando um ‘L’. Por fim, o para-choque dianteiro ostenta uma entrada de ar inferior com grelhas do mesmo estilo da grade frontal, tendo um acabamento prateado abaixo. O capô traz o logotipo da marca e tem linhas com poucos vincos. Nas laterais, o QX possui caixas de rodas com acabamento em plástico preto, enquanto as rodas são de 19 polegadas.

De linhas simples, as laterais trazem um acabamento cromado na parte inferior dos vidros, que termina na coluna C, onde se estende até o viro traseiro. Há um acabamento em plástico preto também na parte inferior da carroceria, rack de teto e antena do tipo barbatana de tubarão. De traseira, ele tem aerofólio com brake-light integrado e as lanternas em LEDs são horizontais, se conectando por meio de uma barra com iluminação em LED por meio de barras verticalmente inclinadas.



Abaixo dessa barra iluminada está o nome da Sehol escrito por extenso e o para-choque traseiro conta com um acabamento em preto brilhante que ainda conta com faróis e lanternas de neblina nas extremidades e o espaço para a placa ao centro. Abaixo, um acabamento prateado esconde as duas saídas de escape, uma de cada lado. No interior, o novo utilitário esportivo se destaca pelas duas telas lado a lado, de onde estão o quadro de instrumentos e a central multimídia, cada uma com 12,3 polegadas.

O volante tem quatro raios e tem acabamento prateado, cromado e em preto brilhante nos comandos. O painel em si traz linhas horizontais que escondem as saídas de ar-condicionado nas extremidades e ainda tem as saídas de ar-condicionado centrais, todas com estilo horizontal. O console central traz mais alguns controles, o câmbio por seletor e freio de estacionamento por botão. Ao lado, existe espaço para dois porta-copos, num console quase todo predominantemente em preto brilhante.

O SUV é desenvolvido a partir da plataforma Modular Intelligence Structure (MIS), que permite que o SUV venha com recursos de tecnologia mais avançados. A plataforma ainda faz a Sehol produzir automóveis de acordo com os requisitos da indústria 4.0. Na mecânica, a Sehol apresenta o SUV com motor 1.5 Turbo a gasolina de 184cv e 30,6kgfm, acoplado a um câmbio automatizado DCT de dupla embreagem e 6 marchas.

De série, ele será vendido com faróis em LED, luzes diurnas em LED, bancos elétricos para motorista e passageiro, vidros elétricos nas quatro portas, visão panorâmica de alta definição de 360 ​​graus, gravador de 360 ​​graus, teto solar panorâmico e sistema inteligente de interação por voz, rodas de 19 polegadas e outros. Já a sua versão elétrica, o Aipao S, se diferencia um pouco. O SUV mantém os 4,610 metros de comprimento, 2,720 metros entre os eixos, 1,890 metro de largura e 1,700 metro de altura do QX.



Visualmente, o elétrico se diferencia por contar com um novo para-choque dianteiro. Este se destaca por vir com linhas mais limpas e sem a grade dianteira. No lugar, a grade é inexistente e os faróis principais não se conectam mais. Aliás, o desenho dos faróis principais é novo, ganhando linhas mais arredondadas, enquanto ele é conectado com uma falsa entrada de ar abaixo. A entrada de ar funcional é a inferior, assim como as pequenas entradas nas laterais da principal e separadas por um friso cromado.

Nas laterais, o SUV conta com rodas de 18 polegadas mais aerodinâmicas e de cinco raios. De traseira, a única mudança fica por conta do para-choque traseiro sem as saídas de escape. O mesmo vale para o interior, que não muda em design, mas sim em padronagem dos estofados, painel e painéis de porta. Na mecânica, a novidade fica por conta de um motor elétrico de 218cv e 30,5kgfm, que leva ele de 0 a 100km/h em 8 segundos e tem a máxima em 160km/h.

De acordo com a Sehol, o modelo usa uma bateria de 84kWh que oferece uma autonomia de bons 605km, no ciclo CLTC. Ele traz as baterias no assoalho, na plataforma, sem interferir o espaço interno. Por aqui, não se descarta que ele possa ser oferecido como um JAC (visto que a Sehol nasceu da JAC), podendo ser um substituto do E-JS4 ou até mesmo como um novo modelo, acima do atual.






Fotos: Sehol / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

Honda lança promoção no Brasil com ZR-V, que pode ser encontrado por R$ 199.900

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento