JLR busca por 800 funcionários em áreas de tecnologias para sua era da eletrificação

JLR vai contratar 800 novos funcionários na área de tecnologia, de departamentos de direção autônoma, eletrificação, aprendizado de máquina e ciência de dados



A Jaguar-Land Rover (JLR) confirmou a contração de 800 novos funcionárias para trabalhar nas empresas britânicas. As contratações envolvem funcionários que saibam operar departamentos como direção autônoma, eletrificação, aprendizado de máquina e ciência de dados. A marca ainda confirmou que poderia trazer alguns ex-funcionários do Twitter, demitidos por Elon Musk, CEO da empresa.

“Estamos fortalecendo ainda mais nossa base de dados e habilidades digitais para que possamos entregar nossa estratégia Reimagine e nos tornar um primeiro negócio elétrico a partir de 2025 e alcançar carbono líquido zero até 2039. Nossa jornada de transformação digital está bem encaminhada, mas ser capaz de recrutar trabalhadores digitais altamente qualificados é um próximo passo importante. Temos o prazer de poder oferecer oportunidades a indivíduos talentosos com recursos digitais.”, disse Anthony Battle, Diretor de Informações da JLR.

As vagas serão preenchidas em alguns mercados como China, Estados Unidos, Hungria, Índia e Irlanda. A maioria dos empregos, no entanto, está disponível no Reino Unido, que é o país natal de Jaguar e Land Rover. “A Jaguar Land Rover está se transformando em um primeiro negócio elétrico e estamos criando alguns dos veículos mais avançados digitalmente já vistos”, disse Dave Nesbitt, diretor de plataforma digital.

“Através de nossos produtos, criaremos novas experiências, novos níveis de intimidade e serviços de carros conectados para nossos clientes, para oferecer aos nossos clientes uma verdadeira experiência de luxo moderno”, acrescentou Nesbitt. Os contratados devem trabalhar principalmente para a Jaguar, que quer ser 100% elétrica até meados de 2025.

Nas últimas semanas, a Jaguar já trabalha na unidade de Halewood, na Inglaterra, onde a marca inglesa deu os primeiros passos para transformar a fábrica apta a produzir apenas carros elétricos. De acordo com as primeiras informações, a Jaguar, que quer ser totalmente elétrica a partir de 2025, vai desenvolver carros com plataforma modular Electric Modular Architecture (EMA). De acordo com as primeiras informações, a Jaguar estaria trabalhando em contatar com as primeiras empresas para abrir processo de licitação.

A fábrica inglesa vai passar por modernização e também vai desligar por alguns meses a produção de automóveis na unidade, a partir de 2024. A unidade estará apta para a produção de automóveis elétricos e híbridos plug-in desenvolvidos a partir da nova plataforma EMA. Atualmente, a unidade possui um quadro de funcionários de 3.700 pessoas. Atualmente, Land Rover Range Rover Evoque e Discovery Sport são produzidos no local.



Fotos: JLR / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho