Renault Group fecha parceria com o Google para desenvolvimento de tecnologias

Renault e Google fecham uma parceria para o desenvolvimento do ‘Software Defined Vehicle’ e do ‘Move to Cloud’ para as centrais multimídia



A Renault Group e a Google fecharam uma parceria para o desenvolvimento de tecnologias para centrais multimídia. Ambas as empresas trabalham na implementação de uma arquitetura digital do “Software Defined Vehicle” (SDV), bem como interferência do processo de digitalização do grupo. Dois parceiros devem desenvolver uma série de componentes de software para a marca francesa, para ambientes internos e externos aos carros, expandindo as sinergias e usos em torno da estratégia “Move to Cloud” fazer grupo.

Essa parceria permitirá um foco em computação em nuvem que está sendo bastante promovido no Digital Twin e com tecnologias de Inteligência Artificial. No futuro, o grupo vai transformar todo o seu modelo operacional para a nuvem, para aumentar a agilidade, performance e lucratividade. “A complexidade da arquitetura eletrônica dos veículos está aumentando exponencialmente devido à superioridade das funcionalidades e serviços desejados pelos clientes. Graças a uma plataforma de TI compartilhada, atualizações constantes e acesso racionalizado aos dados do veículo, uma estratégia SDV desenvolvida em parceria com o Google vai transformar nossos carros em objetos mais tecnológicos, para atender as futuras necessidades dos clientes”, destacou Luca de Meo, CEO do Renault Group.

“Isso vai permitir aumentar o valor residual e a fidelidade ao pós-venda, que são dois fatores-chave de nosso desempenho financeiro, confiantes para o desenvolvimento de nosso portfólio de novos serviços. Nossa parceria estratégica com o Google vai permitir acelerar nossa transformação digital de ponta a ponta, desde a fase de desenvolvimento e produção até o lançamento no mercado, agregando valor para os nossos clientes. Com o Google, estamos indo além de uma simples parceria: são dois campeões – um do setor de softwares e outro da mobilidade – que unem suas forças para criar as tecnologias do futuro que vão mudar as regras do jogo”, disse de Meo.

“Nossa parceria com o Grupo Renault permitiu aumentar o conforto, segurança e conectividade ao volante. Com o anúncio de hoje, o Grupo Renault está acelerando sua transformação digital ao se basear em nossas expertises em nuvem, IA e no sistema Android, para oferecer uma experiência segura e altamente personalizada que corresponde às evoluções das necessidades dos clientes”, acrescentou Sundar Pichai, CEO do Google e da Alphabet.



A Renault Group ainda confirmou que a parceria com o Google vai ampliar a parceria no desenvolvimento de uma série de plataformas e serviços para o futuro do “Software Defined Vehicle”, principalmente com o desenvolvimento de um software embarcado para facilitar a implantação da plataforma SDV e criação de um gêmeo digital (Digital Twin) em nuvem. Com isso, o grupo vai conseguir diminuir os custos de desenvolvimento da tecnologia, além de melhorar a eficiência, flexibilidade e rapidez do desenvolvimento de veículos, bem como agregar valor para os usuários, graças à inovação contínua de softwares.

O Renault Group vai ampliar o uso de tecnologias Google Cloud para o desenvolvimento de softwares para o SDV, permitindo melhor gerenciar a coleta e análise de dados, de forma segura e confidencial. Os primeiros exemplos de desenvolvimento incluem: 1) Manutenção preditiva, para melhor detectar e corrigir falhas quase em tempo real, se necessário; 2) Experiência personalizada a bordo do veículo (In-Car Services), para se adaptar ao comportamento de condução e destinos mais utilizados, como eletropostos, etc e; 3) Modelos de seguro baseados no uso e comportamento de condução real.

Ao associar às plataformas do “Software Defined Vehicle” e de dados do veículo ( Car Data Platform ), a Renault poderá monitorar e analisar o uso do veículo para melhor entender os comportamentos e necessidades dos clientes, para fornecer serviços altamente personalizados e adaptados às necessidades , respeitando as normas de proteção e confidencialidade em vigor.

Por fim, a Renault Group ainda confirmou que suas plantas industriais, linhas de produção conectadas, dados de supply chain hospedados e analisados ​​na nuvem, o Grupo Renault se baseia na parceria existente há quatro anos para aumentar sua agilidade e desempenho operacional. Tendo em vista que o Google será seu maior parceiro em termos de tecnologia, a marca confirmou que seus investimentos constantes em infraestrutura aberta e cada dia mais sustentável, além de sua estratégia de computação segura em nuvem.



Fotos: Renault / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv