BMW quer recuperar energia do impacto de buracos e lombadas para a bateria de elétricos

BMW registra patente de tecnologia que usa impacto de passar por buracos para coletar energia para a bateria em carros elétricos, revelada patente



A BMW apresentou as primeiras imagens de uma nova tecnologia que pode desenvolver em seus carros. Trata-se de um sistema de capta a energia das rodas ao passar por impactos como buracos e lombadas para gerar mais energia. De acordo com informações, esse novo sistema da marca alemã pode estar presente em futuros modelos elétricos da linha. Descoberto pelo CarBuzz, o sistema foi registrado no escritório de patentes da Alemanha.

Pelo registro da BMW, a marca ainda entende que a própria condução pode recuperar mais energia, assim como já acontece com a frenagem regenerativa. Agora, a BMW quer reter a energia causada pelas molas e pela articulação da suspensão no trabalho do carro ao passar por buracos ou lombadas, por exemplo. Ao passar por um trecho que exige trabalho da mola e da suspensão, a energia dissipada é perdida e é justamente essa energia que a marca quer reter.

A marca colocou uma unidade geradora montada no chassi do carro com uma pequena engrenagem unidirecional na entrada dessa unidade geradora que possui um disco atuador que, por sua vez, é conectado com um braço de controle da suspensão por meio do atuador semelhante a uma barra estabilizadora convencional. Quando a roda se move para cima por conta de algum solavanco, o curso da compressão da suspensão e o braço estabilizador gira junto como movimento do braço da suspensão, girando o disco de acionamento sem interferência do gerador.

Quando a roda volta para baixo e em sua posição normal novamente, a energia fica armazenada na mola, com o curso de rebote. O disco de acionamento novamente gira junto com o braço estabilizador, mas a embreagem unidirecional engata nessa direção de rotação para acionar um pequeno mecanismo de engrenagem que acelera o volante da unidade geradora. A marca ainda dá ao entender que os cursos de compressão costumam se tornar repetitivos por natureza, por conta das condições das vias.

A energia gerada pode ficar acumulada em uma bateria de 12V ou em baterias de tração de alta tensão do elétrico. O gerador então usa a nova entrega de energia cinética em seu volante para gerar eletricidade e carregar a bateria ao fazê-lo. Coletar energia de um carro em movimento é uma coisa, mas usar os solavancos de uma estrada esburacada para carregar as baterias é outra. A tecnologia pode estar presente nos futuros carros da marca. 




Fotos: BMW / divulgação e Registro de Patentes da Alemanha / reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias