Seat vai reproduzir seus carros na Europa até 2024 com planos de remanufatura dos veículos

Seat confirma que também terá um sistema de ReFactory para vender seus carros com economia circular e com conceito de modelos remanufaturados na Europa



A Seat confirmou que também vai apostar em um novo sistema de economia circular. A marca espanhola vai apostar na remanufatura de veículos usados antes deles serem vendidos novamente. É um passo que a Renault também confirmou recentemente que é de seu interesse. A ReFactory será na unidade de Sevilha, na Espanha, onde a Seat confirmou que poderá recuperar cerca de 11.000 unidades ao ano.

O projeto será inaugurado em breve na fábrica da Zona Franca de Barcelona, onde a marca planeja recondicionar o carro, podendo reparar e até mesmo vai poder reciclar baterias. Estima-se que a Seat vai contratar algo entre 100 a 150 funcionários para essa função. O projeto já recebeu sinal verde de Oliver Blume, CEO da VAG. Esses carros que serão recondicionados vão passar pelo processo após serem vendidos ou alugados.

Esse sistema também vai estar disponível depois para as demais marcas da VAG, como Audi, Skoda e Volkswagen, que também planejam oferecer alternativas semelhantes. O ReFactory da Seat deve demorar um pouco ainda, podendo sair neste segundo semestre de 2023 ou pode acabar iniciando seus trabalhos apenas em meados de 2024. A força motriz dos funcionários virá principalmente de funcionários que eram a linha de produção destes carros.

Com a expansão com elétricos, quando o ReFactory precisará operar com este tipo de veículos, os serviços para baterias devem adicionar 350 funcionários. Ainda sem um futuro definido, a Seat permanece como está até meados de 2028 ou 2029. A Seat é a única marca generalista do grupo que ainda não possui nenhum automóvel elétrico para chamar de seu, enquanto marcas como Volkswagen e Skoda, entre as mais generalistas, já contam com seus elétricos.

Atualmente, o máximo de eletrificação que a marca possui está com um trio de modelos híbridos plug-in (PHEV): Leon, Leon Sportstourer e Tarraco. Com a crise dos semicondutores, a VAG ainda ceifou as vendas da Seat ao dar preferência para Volkswagen e Skoda terem seus modelos com produção sem problemas. Isso fez a marca espanhola ter uma queda de 45% nas vendas em alguns mercados europeus no período.



Fotos: Seat / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

Honda lança promoção no Brasil com ZR-V, que pode ser encontrado por R$ 199.900

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR