Tata Group confirma que espera investimento de US$ 1 bilhão em oferta pública para BEVs

Tata Group confirma que quer arrecadar US$ 1 bilhão com a venda de ações, da sua divisão de elétricos na marca, com a chegada de novos investidores



A Tata Group confirmou que planeja fazer com que a marca Tata, líder do grupo, alcance US$ 1 bilhão de investimentos por meio da venda de ações para acionistas da empresa, após executivos da marca conversarem com investidores durante o Private Equity e outros fundos de investimentos para possíveis negócios. A informação foi confirmada pelo The Economic Times, que explanou o desejo da Tata de receber um pesado investimento por essa modalidade de arrecadação.

A Tata espera vender uma participação minoritária, mas significativa, da empresa, numa avaliação de US$ 10,5 bilhões. De acordo com informações do Automotive News, fundos de investimentos como Abu Dhabi Investment Authority, Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, Temasek Holdings de Cingapura, KKR, General Atlantic e Mubadala Investment Company se interessaram na compra. A Tata ainda espera que, com esse dinheiro em caixa, a marca indiana pode quitar algumas de suas dívidas e injetar dinheiro na sua divisão elétrica.

Durante o Salão do Automóvel de Nova Déli, a Tata apresentou uma série de conceitos de carros elétricos como uma forma de antecipar como a divisão deve se transformar em modelos elétricos. O principal destes conceitos foi o Sierra EV Concept, mas o evento ainda contou com o CURVV Concept, o Harrier EV Concept e, antes, já tinha revelado o Avinya Concept, que também antecipa o futuro elétrico. Além disso, apresentou o Tiago EV, em sua versão de produção, terceiro elétrico em linha junto com o Nexon e o Tigor.

Essa nova geração de produtos elétricos vai nascer a partir de uma plataforma modular OMEGA-Arc, que é derivada da plataforma D8 do Land Rover Discovery Sport. Ano passado, a Tata deu um dos principais passos para essa nova linha de elétricos ao adquirir a fábrica que era da Ford, em Sanand, na região de Gujarat pelo equivalente a 7,25 bilhões de rúpias, algo em torno dos US$ 91,5 milhões. A fábrica será destinada para a divisão elétrica da Tata, chamada de Tata Passenger Electric Mobility Limited (TPEML), a mesma que terá parte colocada em oferta pública para investidores.



Fotos: Tata / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho