Donkervoort comemora bom desempenho do F22 e anuncia aumento na produção

Donkervoolt vai aumentar a produção do F22 para atender a demanda do esportivo; ao todo, serão 100 unidades produzidas, 25 a mais que o planejado 



Apresentado como substituto do F8, o Donkervoolt F22 vai ter sua tiragem de unidades aumentadas. Depois de ser confirmado com 75 unidades produzidas, a marca confirmou que agora serão 100 unidades do esportivo. O aumento da quantidade de unidades produzidas veio depois da boa aceitação do F22. Com um design mais avançado, o carro se destaca por trazer o motor 2.5 TFSI do Audi RS3, mas que no caso dele é preparado com câmbio manual e diferencial traseiro autoblocante.

“Esperávamos que as pessoas apreciassem o F22, e elas apreciaram. Eles gostaram tanto que tivemos que voltar à nossa cadeia logística para obter peças de alta qualidade suficientes para criar outros 25 carros depois de todas as vagas regulares de produção terem sido preenchidas.”, destacou a Donkervoolt em comunicado. “Estamos em uma situação sem precedentes na Donkervoort, e é uma prova para as equipes de design e engenharia por trás do F22 que a demanda é tão forte”, disse Denis Donkervoort, Diretor Administrativo da empresa.

A marca já iniciou as primeiras entregas do esportivo aos seus primeiros proprietários. Os principais mercados até o momento é a Europa Ocidental e na região mais ao sul do continente, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e cinco encomendas dos Estados Unidos, que fecharam as primeiras encomendas do modelo. A Donkervoolt espera encerrar a produção no final de 2025, sendo que o cronograma inicialmente previa que a produção encerraria no final de 2024 quando a marca ainda esperava que seriam 75 unidades feitas.

“Foi um momento único em Donkervoort, e o burburinho por trás do F22 introduziu um novo grupo de compradores em nossa marca para ampliar nossa extensa família de clientes. Mas é aqui que tudo termina.”, disse Donkervoort. O F22 é equipado com um motor 2.5 TFSI que desenvolve 500cv de potência com torque de 65,2kgfm, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas, tendo ainda uma rotação Bosch e um diferencial traseiro autoblocante da Torsen. Ele acelera de 0 a 100km/h em 2,5 segundos, aos 200km/h em 7,5 segundos e chega à velocidade máxima de 290km/h.

O esportivo ainda possui uma eletrônica limitada e um sistema de controle de tração com algumas etapas de atuação, além de poder ser equipado opcionalmente com o ABS Bosch de competição. O esportivo ainda tem discos de freio de 330 milímetros na dianteira e 279 milímetros na traseira, com pinças de quatro pistões da AP Racing. Cada unidade é vendida por 245.000 euros.



Fotos: Donkervoolt / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok