Subaru apresenta o Crosstrek Wilderness no Salão do Automóvel de Nova Iorque, nos EUA

Subaru apresenta a versão Wilderness para o Crosstrek no Salão do Automóvel de Nova Iorque, nos Estados Unidos; versão traz caracterização aventureira completa



A Subaru apresentou uma nova versão para o Crosstrek, a aventureira Wilderness, que já tinha sido apresentada para Outback e Forester. Agora, é a vez do hatch médio ganhar a novidade com um design mais off-road, que vai além do próprio propósito do Crosstrek. Ele nasceu em 2012 como uma versão aventureira do Impreza, mas ganhou independência do hatch – apesar de continuar sendo basicamente o Impreza Hatch até hoje. Agora, o Wilderness chega para ser o ‘aventureiro do aventureiro’.

Revelado no Salão de Nova Iorque, o hatch ganha um design muito mais invocado. Ele se destaca por trazer uma grade dianteira completamente nova, com um acabamento em plástico preto. Na parte superior da grade, ele tem uma barra que sustenta o logotipo da Subaru. A grade tem um acabamento conectado com o para-choque dianteiro, que possui uma ampla área em plástico preto. Nele, o para-choque ganha uma nova entrada de ar horizontal inferior e duas pequenas barras horizontais com entrada de ar, logo abaixo da grade.

A parte inferior da carroceria possui ainda um acabamento em tom escurecido, abaixo da entrada de ar, formando um ‘U’. O para-choque dianteiro ainda ganha dois acabamentos laranjas e novos faróis de neblina, em posição mais elevada e com iluminação em LED, de desenho hexagonal. O capô do Crosstrek Wilderness ganha adesivos em preto fosco, presente na parte central. Toda a parte inferior da carroceria ganha uma placa de metal para proteger o motor Boxer. De perfil, as novidades ficam por conta das caixas de rodas com acabamento em plástico preto.

Tanto na dianteira como na traseira, esse acabamento possui uma parte superior mais elevada e destacada, enquanto a parte inferior das portas também em um amplo acabamento em plástico preto, que traz o nome Crosstrek em laranja. As portas dianteiras trazem o logotipo Wilderness e a capa dos retrovisores é escurecida. Adiciona-se ainda um rack de teto tipo escada que suporta 80kg na estrada ou 318kg quando parado, permitindo que barracas possam ser armadas no teto. O rack ainda possui quatro bases laranjas, duas de cada lado. Até mesmo a antena de teto possui um acabamento escuro.



Por fim, ele ganha novas rodas de liga leve de 17 polegadas, de acabamento escurecido. As rodas são calçadas com pneus Yokohama Geolandar All-Terrain. A Subaru confirma que o Crosstrek possui uma altura em relação ao solo 2,4 centímetros mais alta, garantindo que ele tenha melhoria nos ângulo de ataque, central e de saída. Na traseira, a Subaru traz o logotipo Wilderness na tampa do porta-malas. O para-choque traseiro traz orgulhosamente o nome Subaru escrito no próprio para-choque, ladeado por dois detalhes de acabamentos laranja, em uma área mais cinza.

O novo para-choque traseiro ainda traz refletores verticais nas extremidades. Internamente, a Subaru aplicou o estofamento StarTex resistente à água, além de ganhar tapetes padrão para todos os climas e uma bandeja de carga removível no porta-malas. Ele ainda ganha um volante com detalhe no raio inferior em laranja e costuras dos bancos, painéis das portas, volante e coifa do câmbio contrastantes em laranja também. Ainda nos bancos, a Subaru confirmou que ele traz o nome Wilderness no apoios de cabeça dos bancos e mantém a mesma central multimídia vertical com tela de 11,6 polegadas com conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, sem fio.

No motor, o Crosstrek Wilderness vem com motor 2.5 Boxer que entrega 185cv de potência com torque de 24,3kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT Lineartronic, que simula 8 marchas e a uma tração integral Symmetrical All-Wheel Drive e conta com auxílio do Active Torque Vectoring. A marca confirma que a primeira marcha será mais curta no X-Mode, trazendo um modo Controle de Aclive, que reduz a marcha para as mais baixas possíveis. Isso melhora a capacidade de subida do Crosstrek, enquanto o motor ainda ganha um resfriador de óleo que dobra a capacidade de reboque para 3.500kg. 

Mecanicamente falando, a Subaru confirma que ele ganha melhorias com molas e amortecedores mais longos, que ajudam no seu comportamento off-road. Outras novidades fica pelo X-Mode, que traz dois modos de condução novos: Snow/Dirt para condução todo-terreno mais leve e Deep Snow Mud para situações mais complicadas. Ao ativar esse modo, ele adiciona a tração total. Por fim, de série, as novidades ficam por conta de equipamentos como acesso sem chave, assentos e para-brisa que podem ser aquecidos e todas luzes LED. Opcionalmente, ele pode ser equipado com teto solar elétrico, banco do motorista elétrico e sistema de som Harmon Kardon.







Fotos: Subaru / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

GM confirma que carros compactos elétricos e lucrativos vão demorar um pouco mais

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX