RAM Rampage segue indefinida para ser vendida nos Estados Unidos, relatam executivos

RAM Rampage não deveria ser vendida nos Estados Unidos, mas picape foi flagrada rodando em testes por lá e abre possibilidade de ida aos norte-americanos



A RAM Rampage parece que vendida em toda a América do Sul (e potencial América Latina), com exportação via Goiana (PE). No entanto, a ida da picape para a América do Norte ainda é incerta – diga-se de passagem, Estados Unidos e Canadá. Por lá, a picape concorreria diretamente com Ford Maverick e Hyundai Santa Cruz. Informações dão conta que por lá existe um projeto secundário, que vá atender os consumidores destes países. No entanto, não parece fazer muito sentido criar um projeto novo para ser vendido em dois países.

Há alguns meses, o CEO da RAM, Mike Koval, confirmou que a picape não seria vendida por lá. Em seu lugar, a marca do carneiro estaria trabalhando em uma picape média, que no fim das contas não tem nada a ver com a Rampage, que não é uma picape média. Esse é o projeto de uma outra picape, chamada provisoriamente de Dakota e com base em chassi – ou seja, bem diferente do projeto da Rampage, que além de menor, é feita sob plataforma. “Eu adoraria trazer uma pequena caminhonete para a América do Norte (mas) é mais fácil falar do que fazer, principalmente no que diz respeito à conformidade dos veículos.”, disse Koval.

“Numa das primeiras reuniões após a fusão (com o grupo automóvel Stellantis que inclui marcas europeias como Fiat e Alfa Romeo) disseram ‘o que é meu é seu’. Então (RAM) tem acesso a todas as diferentes... plataformas de veículos do grupo.”, disse o executivo ao Drive. Mais recentemente, a picape foi avistada em testes no estado de Colorado, no Estados Unidos. Além disso, o site The Drive confirmou que a picape, com informações de um informante que tem acesso ao conhecimento interno dos planos da Stellantis, disse ao site que a Rampage será lançada nos EUA.

Uma das opções para a Stellantis seria a produção da Rampage no México, na fábrica de Toluca, onde hoje é produzido o Jeep Compass, que compartilha a mesma plataforma. Nos EUA, a Rampage poderia ser vendida nas versões Big Horn, Rebel, Laramie e R/T, sempre com o motor 2.0 Turbo Hurricane 4 a gasolina que desenvolve 272cv e 40,8kgfm, sendo o mesmo motor que equipa o Jeep Wrangler. Feito em alumínio, o motor tem injeção direta e duplo comando variável de válvulas, sendo parte da família GME (sigla inglesa para motor médio global). A conferir, como isso deve acontecer e se o projeto nosso será feito para os EUA também.



Fotos: RAM / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI