Cadillac apresenta a nova geração do CT6 na China, que estreia com um motor de 240cv

Enquanto sai de linha nos EUA, Cadillac apresenta a segunda geração do sedã CT6 na China, onde ele foi desenvolvido especificamente para o consumidor chinês



A Cadillac apresentou oficialmente a nova geração do CT6 na China. O sedã foi desenvolvido especificamente para o consumidor chinês, que é um grande admirador cliente do segmento de sedãs. Revelado em patentes nos últimos meses, o novo CT6 muda todo o design em relação à primeira geração, apresentada no mundo em 2016. Na época, ele tinha sido lançado nos Estados Unidos e na China. Agora, a Cadillac dá continuidade ao sedã grande apenas na China, enquanto o CT6 sai de linha ainda na primeira geração.

Em termos de design, o novo CT6 bebe muito no design dos Cadillacs atuais, como Lyriq. Com isso, a dianteira do sedã possui faróis divididos em dois andares, sendo a parte superior com luzes diurnas (DRL), bem afiladas e de certo ponto com linhas compactas. O sedã ainda possui esses faróis superiores conectados diretamente com a grade dianteira tradicional da marca. Falando nisso, a grade tem um desenho bem largo, com uma grelha com estilo em colmeia e traz o logotipo da marca ao centro. Na parte superior da grade está uma barra prateada, que possui uma pequena entrada de ar afilada.

Nas extremidades do para-choque dianteiro, o sedã possui os faróis principais com um desenho mais vertical e com luzes em LED, conectado a um acabamento em preto brilhante com várias barras prateadas em direção aos faróis. Os faróis principais e esse acabamento definem um vinco na parte superior, em direção à grade principal. O para-choque ainda possui um vinco na parte inferior dos faróis, com um desenho ascendente. Nele, a Cadillac fez as linhas se conectarem com a entrada de ar inferior, onde ele possui o espaço para a placa e uma entrada de ar retangular central com duas barras horizontais.

As extremidades dessa entrada de ar, ele possui um acabamento triangular em preto brilhante com uma pequena entrada de ar adicional. O desenho do para-choque dianteiro parece formar um pequeno splitter. No capô, o novo CT6 mantém um capô alongado com muitos vincos. Ele possui um par de vincos centrais, junto de um terceiro vinco que passa ao centro destes dois, nascendo a partir do logotipo da marca. Há ainda novos vincos que nascem a partir da entrada de ar da pequena barra horizontais da parte superior da grade, definindo os vincos nas extremidades.



De perfil, o novo CT6 possui linhas muito clássicas e com mais vincos que o modelo anterior. O sedã possui um vinco que nasce no para-lama dianteiro e termina na porta traseira e um segundo vinco que nasce na porta traseira e chega até as lanternas. Por fim, ele tem um vinco em ‘L’ na parte inferior das portas (que também tem continuidade no para-choque traseiro), enquanto as caixas de rodas ainda possuem vincos que ajudam a alargar os para-lamas dianteiros e traseiros. Falando em para-lama, no dianteiro ele também traz o logotipo da Cadillac. Em termos de desenho, a carroceria traz linhas mais aerodinâmicas, com janelas que possuem um contorno cromado.

Há também maçanetas convencionais nas portas e retrovisores com base na coluna das portas, com repetidores de setas. Por fim, as rodas passam a ser de 19 polegadas, com pneus 245/45 R19. No teto, o sedã possui um teto solar panorâmico e uma antena estilo barbatana de tubarão. De traseira, o CT6 possui linhas mais modernas, com lanternas que são verticais e com acabamento escurecido, com luzes em LED. As lanternas ainda tem um prolongamento horizontal que invade a tampa do porta-malas. Abaixo desse prolongamento das lanternas existe um friso cromado que corta toda traseira.

Na própria tampa do porta-malas, o sedã também possui um pequeno aerofólio desenhado na própria tampa. A tampa do porta-malas possui o espaço para a placa, tendo um vinco na parte inferior da tampa. O para-choque traseiro possui um acabamento em preto brilhante na parte inferior, onde estão a dupla saída de escape, refletores horizontais e uma lanterna de ré central. No interior, o sedã dá um salto em termos de conectividade. Ele possui uma tela de 33 polegadas que serve para quadro de instrumentos e central multimídia, com uma resolução em 9K que permite reprodução de 1 milhão de cores.



A tela possui um chip Qualcomm Snapdragon 8155, que possui conectividade com internet 5G e possui atualizações Over-The-Air (OTA). O sedã também possui um volante com controles multifuncionais em preto brilhante, com detalhes prateados. O painel ganha linhas mais horizontais que possui saídas de ar-condicionado mais horizontais, seja com as duas saídas centrais como também com as duas saídas na extremidades do painel. Na frente do passageiro, existe um friso prateado que conecta a saída de ar do passageiro com o console central. Abaixo das saídas centrais, ele possui controles do sistema de ar-condicionado.

Mais abaixo, ele possui uma área vazada e com desenho mais vertical que possui dois carregadores por indução para smartphones, enquanto o console central tem a alavanca de câmbio com seletor e alguns controles touchscreen na frente. Ele também tem um botão giratório para volume. No lado direito do console, ele possui um porta-copos que tem tampa retrátil. Nos painéis das portas, o novo CT6 possui um acabamento prateado e com detalhes em madeira, tendo o controle elétricos dos bancos e dos vidros. De acordo com a norte-americana, os bancos possuem uma padronagem em couro Fina Nappa.

O acabamento também possui folheado de cortiça nas portas (em madeira) e existe uma faixa que percorre todo o painel com luzes personalizáveis em LED, de 26 cores. No banco traseiro, estamos diante e um sedã que oferece um “sofá grande multifuncional de estilo americano” com aquecimento e ventilação. Ele também é equipado com um sistema de som premium AKG de 19 alto-falantes garante qualidade superior. Desenvolvido a partir da plataforma modular GM Omega RWD, a mesma da primeira geração, porém com evoluções – como a distribuição perfeita de peso 50/50. O novo CT6 possui 5,223 metros de comprimento, 3,109 metros entre os eixos, 1,890 metro de largura e 1,473 metro de altura.



Mecanicamente, ele será equipado com motor 2.0 Ecotec Turbo a gasolina que desenvolve 240cv e 35,7kgfm, acoplado a uma transmissão automática de 10 marchas e tração traseira. Com esse conjunto, o sedã acelera de 0 a 100km/h em 7,5 segundos e chega até 230km/h de velocidade máxima. O sedã ganha novidades como a suspensão atualizada com versão 4.0 da suspensão magnética (Magnetic Ride Control 4.0 ou MRC), que oferece ganhos de 45% em termos de amortecimento por conta de sensores independentes e unidades de controle para cada uma das quatro rodas, que examinam o terreno 1.000 vezes por segundo. O sedã também é equipado com sistema de freios da Brembo, com pinças de quatro pistões.

“Este é um momento histórico para o desenvolvimento da Cadillac na China, à medida que expandimos e atualizamos progressivamente o nosso portfólio para atender às necessidades cada vez mais diversas do mercado. Embora a Cadillac esteja comprometida com um futuro totalmente elétrico, os produtos com motores de combustão interna continuam a ser uma escolha favorável para os clientes no segmento de luxo. Com estilo moderno e arrojado, artesanato refinado e tecnologias de ponta, os mais recentes produtos Cadillac oferecem a experiência de usuário transformadora que nossos clientes desejam”, disse o Vice-Presidente da Cadillac China, Tim Heile.

Opcionalmente, ele poderá ser equipado com o sistema de condução autônoma Super Cruise, que possui uma condução semi-autônoma. Na China, ele será vendido nas versões Base, Luxury, Premium Luxury e Platinum. Ele será vendido nas cores Alaska White, Obsidian Black, Crystal Grey, Manhattan Grey e Interstellar Blue. Por dentro, ele pode ter acabamento nas cores The Night Rider, Whispers at Twilight e The Phantom of the Opera. Os preços variam de 359.700 a 469.700 yuans e ele será produzido pela joint-venture SAIC-GM. 






Fotos: Cadillac / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho