VAG avança 42,1% nas vendas de BEVs no 1º trimestre de 2023, com 141 mil unidades

Volkswagen comemora o bom desempenho nas vendas de veículos elétricos no primeiro trimestre de 2023, com aumento de 42% em relação a 2022



A Volkswagen AG (VAG) está comemorando o bom desempenho comercial que começou o ano tendo com os seus elétricos. De acordo com o grupo alemão, a empresa fechou com 141.000 unidades, um avanço de 42,1% nas vendas frente as 99.200 unidades do mesmo período do ano passado, no primeiro trimestre de 2022.O maior crescimento se deu por conta da própria Europa, que respondeu por 98.300 unidades e puxou um crescimento de 68,1% nas vendas frente ao mesmo período de 2022.

Na época, a VAG tinha vendido 58.500 unidades no Velho Continente. Depois, a China apareceu como segundo maior mercado com 21.500 unidades, uma retração de 25,4% frente às 28.800 unidades do primeiro trimestre de 2023. De acordo com a empresa, a queda na China estaria relacionada principalmente com problemas na linha de produção e com falta de alguns componentes. Depois, aparecem os Estados Unidos com 15.700 unidades de elétricos, avanço de 98% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Outros mercados responderam por 5.600 unidades, 37,1% a mais.

“Começamos o ano com uma base sólida para veículos totalmente elétricos, com um aumento de 68 por cento na Europa e o dobro do número de veículos entregues nos EUA. Esta semana, no Salão Automóvel de Xangai, demonstrámos como estamos a responder aos desafios que enfrentamos neste segmento na China e, em março, já vimos as vendas lá aumentarem ano após ano. O Volkswagen ID.7, que acaba de ser apresentado, nos dará mais vento a favor em todos os principais mercados. Manteremos a nossa atenção no nosso ambicioso objetivo de que os BEVs representem cerca de um em cada dez veículos entregues globalmente aos clientes este ano.”, disse Hildegard Wortmann, Membro do Comité Executivo Alargado de Vendas.

Das 141 mil unidades, a Volkswagen respondeu por 70.000 unidades, praticamente a metade dos elétricos, seguido de Audi (34.600 unidades), Skoda (12.400 unidades), Cupra (9.200 unidades), Porsche (9.200 unidades) e Volkswagen Commercial Vehicles (5.500 unidades). Entre os veículos, o Volkswagen ID.4/ID.5 continua na liderança com 41.900 unidades, seguido pelo Volkswagen ID.3 com 23.600 unidades e o Audi Q4/Q4 Sportback e-tron com 21.300 unidades. Após, aparece o Skoda Enyaq/Enyaq Coupé com 12.400 unidades e o Audi e-tron/e-tron Sportback e Q8 e-tron/Q8 Sportback e-tron com 9.700 unidades.



Fotos: Volkswagen / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Lynk & Co revela um novo teaser do Zero, que será o primeiro veículo 100% BEV da marca

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

GWM vai produzir primeiro o Haval H6 na fábrica de Iracemápolis (SP) por alguns motivos

Stellantis investe em Rennes, inaugura fábrica de baterias e fecha parceria com a Vulcan

Fiat lança a linha 2025 de Mobi, Strada, Pulse, Fastback e Fiorino no Brasil com novidades

InMetro confirma que vai cortar autonomia dos carros elétricos em 30% no ciclo PBEV