Porsche revela as primeiras imagens teaser do 911 Hybrid e da reestilização do esportivo

Porsche confirma estreia da reestilização do 911 para o dia 28 de maio e antecipa que superesportivo será revelado com inédita opção de motor híbrido



A Porsche confirmou que vai apresentar no final deste mês a reestilização do 911, que ganhará a companha de um inédito motor híbrido. O superesportivo foi antecipado em primeiras imagens teaser e a marca alemã confirmou que encerrou o desenvolvimento do modelo híbrido, que vai estrear globalmente como o primeiro 911 eletrificado. Após um extenso programa de desenvolvimento e testes, o novo 911 vai ser apresentado na Europa no dia 28 de maio, juntamente com as suas versões eletrificadas.

A eletrificação do 911 deve fazer com que o superesportivo seja ainda mais rápido. As primeiras informações do 911 híbrido é que ele já é mais rápido que o seu antecessor no circuito de Nürburgring Nordschleife, na Alemanha. No circuito conhecido como ‘inferno verde’, o clássico circuito de mais de 20 quilômetros de distância fizeram o 911 completar uma volta em 7 minutos, 16 segundos e 934 milésimos, 8,7 segundos a menos que o anterior. “Pela primeira vez nos 61 anos de história do nosso ícone, estamos instalando um sistema de propulsão híbrido em um 911 de estrada. Este inovador híbrido de desempenho torna o 911 ainda mais dinâmico”, afirma Frank Moser, Vice-Presidente da Linha de Modelos 911 e 718.

“Não deixamos nada ao acaso durante o desenvolvimento e testamos o novo 911 sob todos os tipos de condições em todo o mundo. Do frio congelante ao calor escaldante, como foi o caso durante a fase final dos testes em Dubai. Seja com alta carga do sistema de transmissão nas condições exigentes de passagens nas montanhas ou no trânsito pára-e-arranca de um ambiente urbano, o novo 911 superou até os desafios mais difíceis com desenvoltura. No total, os nossos engenheiros e pilotos de testes registaram mais de cinco milhões de quilómetros de desenvolvimento.”, adicionou Moser.

O superesportivo teve unidades de testes que rodaram por vários países, como pneus de estrada padrão, kit aerodinâmico com asa traseira fixa que está disponível como opção há várias gerações e proporciona maior força descendente em altas velocidades. “O novo 911 tornou-se consideravelmente mais rápido na pista. Temos mais aderência, significativamente mais potência e a resposta espontânea do híbrido de desempenho é uma grande vantagem.”, diz o Piloto de Testes da Porsche e Embaixador da Porsche, Jörg Bergmeister. No final de 2022, Oliver Blume, então CEO da Porsche, disse em entrevista que trabalhava em uma eletrificação muito esportiva para o 911.



“Voltando aos esportivos de duas portas, vamos adicionar uma hibridização muito esportiva ao 911, então teremos a oferta de motores de combustão e híbridos no 911 e já anunciámos que chegaremos com um 718 totalmente elétrico.”, destacou Blume na época, ao CAR Magazine. Visualmente, a reestilização do 911 deve trazer novo layout dos faróis (que terão um projetor e quatro elementos de luzes diurnas, DRL, no entorno – mesmo espaço para as luzes piscas) e um novo para-choque dianteiro com novas entradas de ar – com aletas verticais e que parecem ser móveis que favorecem diferentes tipos de aerodinâmica, inclusive se fechando por completo sempre que desligado.

De perfil, as mudanças vão variar de acordo com cada versão, enquanto a traseira vai receber novas lanternas que serão interligadas e com luzes em LED. O para-choque traseiro também deve trazer novidades em termos de design. Por dentro, o novo 911 pode ganhar um novo painel, com um quadro de instrumentos com uma nova tela digital junto de uma central multimídia maior e com maior conectividade. Mecanicamente, o novo 911 deve trazer mudanças para além da estreia do motor híbrido, que ainda não se sabe se é um híbrido convencional (HEV) ou plug-in (PHEV).

Esse motor, de acordo com informações, não deve ser mais pesado que o modelo anterior. Moser confirmou em entrevista no ano passado que o 911 será um ‘híbrido de desempenho’. “Agora estamos trabalhando na próxima geração [992.2], que [chega] em meados da década. Desenvolvemos o híbrido, um híbrido de desempenho do 911, e isso está em meados da década – a próxima geração do 992.”, disse Moser, ao site Motor Trend. Apesar de confirmar uma versão híbrida, a marca confirmou que o 911 será o último Porsche a ganhar uma opção de motor puramente elétrico, o que deve acontecer em meados do final desta década ou após 2030 apenas.



“O 911 será, definitivamente, se for o caso, o último [Porsche] que será eletrificado”, reiterou Michael Steiner, Membro do Conselho de Desenvolvimento da Porsche, ao mesmo site. O executivo ainda confirmou nesta entrevista que o 911 híbrido não deve ser pesado por conta da adição da bateria. "O 911 não deve ficar muito pesado. Portanto, esta é a razão pela qual procuramos mais soluções orientadas para o desempenho, e temos outros carros para pessoas que gostariam de mais eletrificação. Não vemos a necessidade de apenas converter o nosso ícone [o 911] em um carro elétrico que tem desvantagens [em termos de desempenho bruto geral].", destaca. Atualmente, o 911 é equipado com motor 3.0 Boxer de 384cv e 45,7kgfm de torque na versão Carrera. 

O Carrera S tem o mesmo motor, mas desenvolve 449cv e 53,8kgfm e o GTS tem 480cv. A revista Car and Driver confirma ainda que é possível que um sistema híbrido-leve de 48V (MHEV) possa estar em outras opções de motor, o que vai diminuir as emissões de poluentes e o consumo de combustível. Estima-se que o 911 com um sistema MHEV possa ficar 11cv mais potente nas versões Carrera e Carrera S, chegando aos 395cv e 460cv, respectivamente. Atualmente, o 4.0 V8 entrega 510cv na versão S, 580cv na versão Turbo e o Turbo S entrega 650cv. Rumores do Autocar dão conta que a versão eletrificada será o GT2 RS, podendo entregar cerca de 700cv e acelera de 0 a 100km/h em menos de 3 segundos. 

Essa versão pode ser batizada de T-HEV, indicando que estaremos diante de um híbrido convencional (HEV), vindo com um motor elétrico de 90cv que pesa 27kg, vindo com uma bateria de 400V de arquitetura elétrica. A bateria deve ser pequena, de 2,0kWh, que deve ficar posicionada em um pequeno espaço do compartimento do esportivo, de acordo com informações adicionais da revista Car and DriverAtualmente, essa versão possui um motor de 630cv. O que se sabe é que os testes do 911 ‘992.2’, reestilizado, começou ainda no final de 2022, ou seja, há um ano e meio que ele se prepara para se tornar eletrificado. Mais detalhes podem ser revelados dentro dos próximos dias. 






Vídeo-Teaser



Fotos: Porsche / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Volkswagen faz promoção de Polo, Virtus, Saveiro, Nivus, T-Cross, Taos, Jetta e Amarok

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades