Stellantis investe na Lyten, que trabalha em baterias de lítio-enxofre para carros elétricos

Stellantis confirma investimento na Lyten, empresa de baterias de elétricos pioneira do Vale do Silício e que desenvolve bateria de grafeno tridimensional ajustável



A Stellantis parece que não quer ficar tempo atrás no desenvolvimento de novos veículos elétricos e para isso vem criando uma série de parcerias e investimentos em empresas novatas que aparecem no mercado. Tanto, que o grupo ítalo-franco-americano confirmou que vai investir na Lyten por meio do braço-direito com fundo de risco Stellantis Ventures. O investimento é feito na Lyten 3D Graphene para a indústria de mobilidade, incluindo o LytCell Lithium – Bateria EV de enxofre, compósitos leves e novos sensores integrados.

A Lyten é uma empresa pioneira criada no Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, que vem trabalhando com grafeno tridimensional (3D), aproveitando a capacidade única de ajuste do material que permite melhor desempenho do veículo e da experiência dos clientes, ao mesmo tempo que ajuda a descarbonizar os veículos. Os materiais ajustáveis demonstram uma redução significativa nas emissões de gases com efeito de estufa e avançará na transição para a mobilidade ser mais sustentável. As baterias de lítio-enxofre criadas pela Lyten não fazem uso de níquel, cobalto ou manganês, resultando em uma pegada de carbono estimada em 60% menor do que as melhores baterias atuais.

Isso deve ajudar em uma menor emissão de poluentes na produção das baterias, enquanto as matérias-primas da bateria podem ser extraídas da América do Norte e da Europa. Além de ser mais eficiente, essas baterias ainda possuem materiais mais leves e isso vai contribuir na redução de peso dos carros elétricos. Fazendo parte do seu plano estratégico Dare Forward 2030, a Stellantis criou a divisão Ventures que prevê ajudar empresas start-ups no seu propósito e com missão de reduzir em 50% sua emissão de poluentes até 2030. “Estamos muito satisfeitos que a Stellantis Ventures, como braço de investimento de risco de um inovador automotivo global, tenha demonstrado uma forte crença em nossa empresa e em nossos supermateriais descarbonizantes Lyten 3D Graphene”, disse Dan Cook, Presidente e CEO da Lyten.

“Entre as inovações de produtos automotivos que estão sendo transformadas pelo Lyten 3D Graphene™ estão as baterias de lítio-enxofre com potencial para fornecer mais que o dobro da densidade de energia do íon-lítio, compósitos leves para veículos que melhoram a carga útil e novos modos de detecção que não exigem chips, baterias ou fios. Estamos empenhados em fazer avançar cada uma destas aplicações para a Stellantis e para o mercado automóvel. Ao contrário das formas bidimensionais de grafeno, a produção de nosso Lyten 3D Graphene™ ajustável foi verificada de forma independente como sendo neutra em carbono em escala. Estamos convertendo gases de efeito estufa em uma nova classe de materiais de carbono de alto desempenho e alto valor e incorporando esses materiais ajustados em aplicações que irão descarbonizar os setores mais difíceis de reduzir no planeta.”, adicionou Cook.



A Lyten, por ser uma empresa novata, tem potencial em criar baterias com novas matérias-primas uma vez que os íons de lítio podem entrar em escassez por conta da alta demanda para a bateria de veículos elétricos no mundo. Opção alternativa, a bateria de lítio-enxofre pode funcionar como solução alternativa, principalmente por não fazer uso de cátodo de níquel-manganês-cobalto. “Tendo visitado recentemente Lyten juntamente com o nosso CTO Ned Curic e o nosso chefe da Stellantis Ventures, Adam Bazih, saímos impressionados com o potencial desta tecnologia para ajudar a impulsionar uma mobilidade limpa, segura e acessível”, disse Carlos Tavares, CEO da Stellantis.

“A plataforma de materiais da Lyten é um investimento fundamental para a Stellantis Ventures, em linha com nossa meta Dare Forward 2030 de acelerar a implantação de tecnologias inovadoras e centradas no cliente. Especificamente, a bateria de lítio-enxofre da Lyten tem o potencial de ser um ingrediente-chave para permitir a adoção de veículos elétricos no mercado de massa em todo o mundo, e sua tecnologia de materiais está igualmente bem-posicionada para ajudar a reduzir o peso do veículo, o que é necessário para que nossa indústria atinja carbono líquido zero. metas.", adicionou Tavares.

A Lyten ainda confirmou que se objetivo é oferecer aos consumidores um produto seguro baseado no desempenho e ser sustentável. As tecnologias de baterias, compósitos e sensores de lítio-enxofre da Lyten estão sendo produzidas inicialmente em seu campus de 13.470m², no Vale do Silício. Além de baterias, a empresa estaria focada no desenvolvimento de baterias de lítio-enxofre com compósitos com infusão de grafeno 3D para mercados especializados nos próximos meses. 



Fotos: Stellantis / divulgação | Lyten / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI