Comparativo Nº18: Best Way - Qual o melhor SUV Compacto atualmente no Brasil? Tracker x EcoSport x HR-V x Tucson x Renegade x ASX x 2008 x Duster x S-Cross!


É comum percebemos uma dúvida do internauta sobre o segmento de SUVs Compactos. Qual é o melhor. Qual o mais econômico. Qual traz a melhor mecânica. E o melhor custo/benefício? E segurança? Itens de série? Enfim, são infinitas perguntas feitas para um segmento muito novato no mercado. Estreado pelo Ford EcoSport em 2003, ele tem pouco mais de 10 anos e colocou novas marcas no embate para descobrir qual o melhor SUV do mercado até os R$95.000. Para isso, escolhemos as versões intermediárias, que tem preços a partir dos R$75.000 na maioria das vezes. Só em 2015, foram lançamentos 4 modelos inéditos: Honda HR-V, Jeep Renegade, Peugeot 2008 e Suzuki SX4 S-Cross. Eles se unem contra Ford EcoSport, Renault Duster, Hyundai Tucson, Mitsubishi ASX e Chevrolet Tracker. A mecânica, varia muito. Há desde 1.6 aspirado, 1.6 turbo, 1.8 e 2.0. Optamos por testar todos os carros com gasolina como combustível padrão, para igualar flex e não flex. Nossa escolha foi, na grande parte, por modelos com câmbio automático. Apenas Peugeot 2008 tem câmbio manual. A tração é sempre 4x2. Confira abaixo as versões de cada modelo.




Modelos e Versões

Chevrolet Tracler 1.8 16v Flex LTZ - R$90.990



Ford EcoSport 2.0 16v Flex FreeStyle Plus - R$82.900



Honda HR-V 1.8 16v Flex EX - R$80.400



Jeep Renegade 1.8 16v Flex Longitude - R$80.900



Mitsubishi ASX 2.0 16v CVT - R$94.590



Peugeot 2008 1.6 THP Flex Griffe - R$79.590



Renault Duster 2.0 16v Flex Dynamique - R$77.590



Suzuki SX4 S-Cross 1.6 16v GLX - R$88.900



Hyundai Tucson 2.0 16v Flex GLS - R$77.990




Pontuação
Pontos Normais - 10 pontos
Pontos Especial - 50 pontos
Ponto BÔNUS - 15 pontos (Inédito no segmento [15 pontos]/Outro rival já possui, mas ainda é novidade na categoria [5 pontos])

Vamos à briga!


Etapa 1 - Desempenho

  • 0 a 100km/h
  • 0 a 1.000m
  • Retomada 40 à 80km/h
  • Retomada 60 à 120km/h
  • Retomada 80 à 120km/h
  • Velocidade Máxima
  • Velocidade Real a 100km/h
  • Frenagem 120km/h à 0
  • Frenagem 80km/h à 0
  • Frenagem 60km/h à 0
  • Consumo Urbano
  • Consumo Rodoviário
  • Torque 
  • Peso/Potência
  • Peso/Torque
  • Tanque
  • Autonomia
  • Ruído Interno Máximo
  • Ruído em Ponto Morto
  • Ruído Interno a 80km/h
  • Ruído Interno a 120km/h
  • Potência com Gasolina


Resultados da 1º Etapa - Desempenho
1º Peugeot 2008 - 159 pontos
2º Honda HR-V - 147 pontos
3º Mitsubishi ASX - 147 pontos
4º Ford EcoSport - 144 pontos
5º Chevrolet Tracker - 124 pontos
6º Renault Duster - 112 pontos
7º Suzuki SX4 S-Cross - 101 pontos
8º Jeep Renegade - 86 pontos
9º Hyundai Tucson - 85 pontos

OBS - Desempenho: Era um tanto óbvio ver o Peugeot 2008 na dianteira. O SUV francês merece grande destaque na sua excelente mecânica, que além de eficiente, é econômica e oferece disposição com o turbo. Em segundo, o HR-V deixou para trás concorrentes com motores maiores e se destaca com seu 1.8 16v, que se mostra um powertrain eficiente para seu peso. No caso do ASX, o SUV é o segundo mais potente do segmento, o que também poderia deixá-lo no grupo da frente nesse quesito, graças a seu 2.0 16v mais afiado. Compacto ao extremo, o EcoSport também conseguiu uma boa nota com seu 2.0 16v Flex, que desenvolvendo 147/141cv de potência, consegue arrancar alguns sorrisos dos proprietários, mas poderia ser mais econômico. O Tracker é modesto. O SUV importado do México é um tanto atrapalhado pelo câmbio automático de 6 velocidades, mas ainda assim consegue se mostrar eficiente e capaz para empurrar o modelo. O Duster é um dos 2.0 mais desatualizados do comparativo e por ser grande, fica no fim da fila. Por pouco não foi ultrapassado pelo Suzuki S-Cross, que foi o sétimo no ranking. Falando no japonês, ele não decepciona com o motor 1.6 16v de 120cv, o mais fraco de todos. Seu peso leve garante certa agilidade para o SUV, com câmbio manual. O automático é um pouco mais anêmico. O Renegade foi um verdadeiro "fiasco" nesse quesito. Com peso acima da média, o motor 1.8 16v Flex da Fiat não se mostra eficiente ao SUV, que foi ultrapassado até mesmo por motores de menor cilindrada e por pouco não perde para o matusalém do segmento, o Tucson, que está mais que ultrapassado.


Etapa 2 - Custo/Benefício

  • Preço Inicial 
  • Preço Topo de linha
  • Preço da versão avaliada
  • Garantia
  • Desvalorização
  • Seguro
  • Cesta de Peças
  • Custo de Revisões (até 30.000km ou 50.000km)
  • Número de Concessionárias
  • Lançado em...
  • Vendas Mensais
  • Vendas Anuais
  • Testado pelo LatinNCAP
  • Itens de Série
  • Irá sair de linha?


Resultados da 2º Etapa - Custo/Benefício
1º Honda HR-V - 521 pontos
2º Ford EcoSport - 456 pontos
3º Renault Duster - 432 pontos
4º Jeep Renegade - 426 pontos
5º Suzuki SX4 S-Cross - 394 pontos
6º Chevrolet Tracker - 371 pontos
7º Peugeot 2008 - 359 pontos
8º Hyundai Tucson - 314 pontos
9º Mitsubishi ASX - 274 pontos

OBS - Custo/Benefício: Pelo preço que cobra, o Honda HR-V se destaca por ser um Honda. Não por ser um Honda, mas por ser um Honda "barato". Com bons itens de série a um preço convidativo, o HR-V encanta diversos consumidores pelo seu recheio, mas deve uma central multimídia desde a versão intermediária. Sim, o SUV japonês só oferece na versão topo de linha. Mesmo sendo lançado em 2012, a Ford melhorou o EcoSport com mais itens de série na versão testada e o preço desta, não é ruim. O problema do EcoSport é seu acabamento, muito simplório e que gera diversas reclamações. Abra o olho com o câmbio PowerShift, que tem dado dor de cabeça a alguns clientes. O Duster é o mais em conta desse comparativo. Lançado em 2011, ele tem apelo de baixo preço e bom espaço interno. Carece de novas tecnologias e de um visual mais moderno, mesmo depois do face-lift. O Renegade é um dos destaques do ano e a versão Longitude é bem completa. O senão fica por conta do motor 1.8 16v Flex, que pode ser ultrapassado por 1.6. O SX4 S-Cross mostrou-se uma grata surpresa ao vir com bons itens de série, mas precisava de um motor melhor. Importado, ele sofre por ter preços acima da média. O Tracker ainda conseguiu uma honrosa 6º colocação. O mais caro do segmento, o SUV foi lançado em 2013 por R$71.490. Hoje sai por R$90.990. Culpa da cota de importação, que faz a GM elevar seu preço para deixá-lo menos atrativo. O 2008 oferece boa mecânica, bons itens de série e um preço competitivo. O que ele faz aqui, em sétimo? Culpe sua rede de assistência, que ainda é um ponto negativo, que destoa o produto da Peugeot. Câmbio automático de 4 velocidades e a falta desse câmbio na versão topo de linha devem atrapalhar suas vendas. Já Tucson e ASX são os mais velhos desse comparativo. O ASX, poderia cobrar menos pelo o que pede, pois na versão de entrada, beirando os R$90.000, traz poucos atrativos. Já o Tucson é o mesmo SUV desde 2005, praticamente.


Etapa 3 - Dimensões

  • Comprimento
  • Entre-Eixos
  • Largura
  • Altura
  • Porta-Malas
  • Peso
  • Diâmetro de Giro
  • Espaço para ombros na dianteira
  • Espaço para ombros na traseira
  • Altura do teto na dianteira
  • Altura do teto na traseira
  • Espaço para as pernas na dianteira
  • Espaço para as pernas na traseira


Resultados da 3º Etapa - Dimensões
1º Honda HR-V - 117 pontos
2º Renault Duster - 115 pontos
3º Suzuki SX4 S-Cross - 105 pontos
4º Hyundai Tucson - 101 pontos
5º Jeep Renegade - 97 pontos
6º Peugeot 2008 - 88 pontos
7º Ford EcoSport - 86 pontos
8º Chevrolet Tracker - 82 pontos
9º Mitsubishi ASX - 65 pontos

OBS - Dimensões: Quem não quer um SUV espaçoso? Longe dos consumidores querer algo com espaço diminuto. É assim que HR-V e Duster se destacam, quase empatados. O HR-V possui bom espaço interno e com inteligente função de seus bancos, que podem ser rebatidos de diversas formas. Já o Duster é grandalhão por natureza e oferece um bom espaço interno. O S-Cross também segue o estilo do Duster, porém é bem mais moderno. O SUV da Suzuki é o terceiro mais comprido do segmento, com seus 4,30m de comprimento e um porta-malas de 440 litros. O Tucson, apesar de velho, consegue ter como um de seus únicos pontos positivos, o espaço interno. O maior porta-malas da categoria é dele, assim como o maior comprimento. O Renegade, apesar de pequeno, consegue ter um espaço interno agradável. Não chega a ser uma primazia, mas não passa vergonha. Mesmo caso do 2008, que pode ter algum aperto apenas no banco traseiro, mas ainda assim é melhor que o lider do segmento, o EcoSport. Não é a toa que o Eco ficou apenas em 7º. O Tracker possui um pecado capital: o menor porta-malas da categoria, menor que até alguns hatchs compactos de R$35.000. Isso é quase inaceitável num veículo que cobra R$90.990. O espaço interno também não encanta. O ASX segue a mesma linha de pensamento do Tracker, com exceção do porta-malas.


Etapa 4 - Recursos Tecnológicos 

  • tecnologia/segurança presente no carro, não importa em qual versão/motorização for. Qual tecnologia/segurança o carro traz para o segmento?


Resultado 4º Etapa - Recursos Tecnológicos
1º Peugeot 2008 - 95 pontos
2º Jeep Renegade - 75 pontos
3º Honda HR-V - 70 pontos
4º Suzuki SX4 S-Cross - 70 pontos
5º Ford EcoSport - 55 pontos
6º Mitsubishi ASX - 45 pontos
7º Chevrolet Tracker - 40 pontos
8º Renault Duster - 40 pontos
9º Hyundai Tucson - 15 pontos

OBS: Não seria de duvidar que Peugeot 2008, Jeep Renegade, Honda HR-V e Suzuki S-Cross fossem ser aqueles que trouxessem mais recursos tecnológicos. A maiores destes, são inéditos no segmento. O 2008 que o diga, que teve seis itens oferecidos que nenhum rival tinha. O EcoSport, como dito, com novos itens de série conseguiu ficar no intermédio, em 5º. Não conseguiu chegar perto dos novatos. O "melhor dos piores", o ASX consegue agradar quem procura novidades. A tração 4x4 era uma das suas primazias, que também está presente nos rivais, como Duster e Renegade. Já Tracker e Duster também deixam a desejar nesse quesito. Ambos estão a pouco tempo no mercado (2013 e 2011, respectivamente), mas mesmo assim ficam para trás. O Tucson passou vergonha nesse quesito, com um abismo de 25 pontos em relação ao oitavo, que já não foi bem.


Etapa 5 - Conjuntos

  • Conjunto Mecânico - Direção/Freio/Suspensão
  • Conjunto Motor - Motor/Câmbio
  • Conjunto Design - Carroceria
  • Conjunto Dia a Dia - Vida a Bordo
  • Conjunto Segurança
  • Conjunto Custo/Benefício - Seu Bolso

Resultados 5º Etapa - Conjuntos
1º Honda HR-V - 163 pontos
2º Jeep Renegade - 145 pontos
3º Suzuki SX4 S-Cross - 135 pontos
4º Chevrolet Tracker - 135 pontos
5º Peugeot 2008 - 123 pontos 
6º Ford EcoSport - 122 pontos
7º Renault Duster - 120 pontos
8º Mitsubishi ASX - 113 pontos
9º Hyundai Tucson - 103 pontos

OBS: Incrível como o Honda HR-V se mostra imbatível. Dos três SUVs que chegaram juntos, ele era o "menos cotado" de surpreender, mas mesmo assim não era considerado uma carta fora do baralho. Muito pelo contrário. O HR-V poderia surpreender o brasileiro com itens consagrados de seus irmãos japoneses. O Renegade precisava de um motor mais potente. Um 2.0 16v do Compass não seria nada mal. Além de render mais, esse motor cairia como uma luva no Renegade. Mas quando o assunto é motor (como é o caso do 1.8), o Jeep não encanta, enquanto o 2.0 Diesel é caro demais, mesmo sendo uma novidade apenas dele. Todo japonês que se preze sabe muito bem encantar um consumidor. O HR-V é o exemplo, bem como o S-Cross. Com tecnologia de "emagrecimento", o S-Cross se beneficia de sabedoria japonesa, mas um motor mais potente, como o do irmão Swift Sport, o mesmo 1.6 16v, mas com 142cv seria mais bem-vindo. O Tracker consegue encantar o consumidor, mas peca em pontos cruciais: espaço e custo/benefício. O 2008 mostra-se ser um carro excelente, mas que peca com o câmbio manual na versão topo de linha. Possui bom design, mecânica e segurança. Ford EcoSport e Renault Duster são casos atípicos, de modelos já consagrados, mas que devem perder espaço com os novatos. Já Mitsubishi ASX e Hyundai Tucson necessitam de mudanças radicias. O japonês já tem uma nova geração confirmada. Já o Tucson é uma "gambiarra" e segue em linha no Brasil, ao ter saído de cena em meados de 2009 na maioria dos países.


TOTAL - Resultado Final

9º Hyundai Tucson - 618 pontos



8º Mitsubishi ASX - 644 pontos



7º Chevrolet Tracker - 752 pontos



6º Suzuki SX4 S-Cross - 805 pontos



5º Renault Duster - 819 pontos



4º Peugeot 2008 - 824 pontos



3º Jeep Renegade - 829 pontos



2º Ford EcoSport - 864 pontos



1º Honda HR-V - 1.018 pontos



Veredicto: Não leve esse resultado final como o melhor que poderia ser para você. Apesar da honrosa primeira colocação do Honda HR-V, que esbanja qualidades em todos as etapas praticamente, esqueça a segunda colocação do Ford EcoSport. O SUV da Ford, muito criticado pelos internautas, precisa passar por pequenos ajustes para se manter atual e no mesmo nível dos rivais. Apesar de tudo chega a segunda colocação no Comparativo, mas quem deve estar nessa posição é com certeza, o Jeep Renegade, que terminou em terceiro. O que estraga o SUV é o conjunto mecânico. O 1.8 16v Flex é insuficiente para seu peso. E foi essa nota que derrubou o segundo lugar do Jeep. Quarto, o Peugeot 2008 deve atrair os consumidores por seu motor e pelo seus itens de série. Pesa contra o câmbio manual da versão topo de linha e a rede de assistência da Peugeot, que é muito bipolar no país: ou é muito boa, ou deixa muito a desejar. O Duster logrou êxito ao chegar em quinto. Apesar de ser um projeto antigo, o SUV segue bem aceito pelo consumidor, mas segue um estilo "parrudo" de ser. Também conseguiu uma posição que não deveria, assim como o Eco. O S-Cross, sexto, teve sua pontuação como uma montanha-russa. Ou era uma maravilha, ou um desânimo. O simples fato de um motor mais potente deixaria o S-Cross mais "vivo" nesse comparativo e com certeza, teria passado o Duster. O Tracker possui uma péssima relação custo/benefício. Prejudicado pelas cotas de importação, o mexicano chegou ao Brasil em 2013 e tem uma mecânica razoável, assim como o seu design, que não feio, mas também não empolga. Espaço interno também não é com ele. O Mitsubishi ASX já está envelhecido. Tanto que uma nova geração vem aí. Apesar de concorrer no segmento de SUVs Médios, o japonês possui dimensões de compacto e traz poucas inovações ao consumidor. Na versão topo de linha, é o segundo mais caro. Não vale a pena comprar o ASX por mais de R$100.000 sabendo de sua nova geração. As versões de entrada são mais condizentes. O Hyundai Tucson dispensa comentários. Negativos, é claro. O SUV sul-coreano não mediu esforços para ficar no final da lista. Precisa urgentemente de um substituto. É incrível como ainda há público que compre o utilitário. No fim das contas, cada um tem suas qualidades. É óbvio que muitos não gostarão do resultado, mas qualquer um dos novatos (HR-V, Renegade, 2008 e S-Cross) são boas opções de compra. O EcoSport é o meio termo, junto ao Tracker. O Duster vem logo em seguida, enquanto ASX e Tucson precisam de novidades.

Se quiser esperar...


Fiat 500X
Vem ao Brasil? Talvez
Possível Motor(s): 1.8 16v Flex
Câmbio: M5 e AT6
Preços: R$67.000 a R$84.000
Previsão de estréia: 2016


Novo Ford EcoSport
Vem ao Brasil? Sim
Possíveis Motores: 1.6 16v Flex e 2.0 16v Flex
Câmbio: M5 e PowerShift
Preços: R$67.000 a R$89.000
Previsão de Estreia: 1º Semestre de 2016


Hyundai ix25
Vem pro Brasil? Talvez
Possível Motores: 1.6 16v Flex (HB20) e 1.8 16v
Câmbio: M6 e AT6
Preços: R$70.000 a R$90.000
Previsão de Estreia: 2016


Kia KX3
Vem pro Brasil? Talvez
Possível Motores: 1.6 16v Flex e 1.6 Turbo
Câmbio: M6 e AT6
Preços: R$75.000 aos R$95.000
Previsão de Estreia: 2016


Novo Mitsubishi ASX
Vem pro Brasil? Sim
Possível Motores: 2.0 16v Flex
Câmbio: M5 ou CVT
Preços: R$90.000 a R$115.000
Previsão de Estreia: 2017


Nissan Kicks
Vem pro Brasil? Sim
Possível Motores: 1.6 16v Flex e 1.8 ou 2.0
Câmbio: M5 e CVT
Preços: R$68.000 a R$85.000
Previsão de Estreia: 2016


Renault Captur
Vem pro Brasil? Sim
Possível Motores: 2.0 16v Flex
Câmbio: M6 ou AT6
Preços: R$75.000 a R$90.000
Previsão de Estreia: 2016


SsangYong Tivoli
Vem pro Brasil? Talvez
Possível Motores: 1.6 16v
Câmbio: M6 e AT6
Preços: R$75.000 a R$85.000
Previsão de Estreia: 2016


Toyota CH-R Concept (Nome do Conceito)
Vem pro Brasil? Sim
Possível Motores: 1.6 16v e 2.0 16v Flex
Câmbio: M5 e CVT
Preços: R$70.000 a R$90.000
Previsão de Estreia: 2º Semestre de 2016


Volkswagen T-ROC (Nome do Conceito)
Vem pro Brasil? Sim
Possível Motores: 1.6 16v MSI Flex e 1.4 TSI Flex
Câmbio: M6 e DSG
Preços: R$70.000 a R$88.000

Previsão de Estreia: 2017

Comentários

  1. OS SUVS COMPACTOS SERVEM PRA CUMPRIR O QUE OS SEDANS MEDIOS NÃO CUMPREM NAS VENDAS

    ResponderExcluir
  2. Creio que me parece mais uma materia paga para colocar o Hrv no topo .
    Tenho 1,90m de altura e ao sentar no banco de tras do Honda me deparei com um banquinho . em termos de conforto o s-cross eh disparado melhor . economia entao nem fala 16km/l estrada 12 na cidade ..melhor relaçao peso potencia comparando-se com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo
      Não fazemos comparativos pagos. O resultado não significa ser a melhor opção para você. Apenas diz qual seria aquele que une as maiores qualidades e maiores notas. O SX4 S-Cross é espaçoso, mas tem seus defeitos, assim como o o Honda HR-V.
      Aliás, tudo se torna pago quando não vai ao gosto de certas pessoas. Desculpe, o resultado JAMAIS seria alterado. Se deu isso, é por que cada automóvel mereceu estar ali por suas qualidades e pode ter deixados outros pelo caminho por seus defeitos.
      Grato.

      Excluir
  3. Gostei da matéria, pena que não deu pra avaliar o SUV da Nisan !

    ResponderExcluir
  4. ASX em último ou penúltimo na maioria das avaliações neste site, em outros sites, os resultados foram bem diferentes. Acho que faltou usar mais critérios objetivos como números do que percepção pessoal do avaliador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O entre-rodas da ASX é 2,67 m, aliás o maior entre os carros avaliado e no quesito dimensões ficou em último! Por outro lado, a HRV tem apenas 1,59 de altura e ficou em primeiro! Ainda tem mais, o porta-malas do Renegade é uma piada, 260 litros, perde para o VW Up! Mostrem os números, as impressões ficam por conta de cada consumidor.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido