Ford diminui produção do Explorer e aumenta a do Expedition e do Lincoln Navigator


Em parte da sua estratégia global, a Ford confirmou investir mais em SUVs no mundo todo, assim como apostar em picapes. A marca tem mostrado os resultados e pela segunda vez desde que foram lançados no ano passado, os novos Expedition e Lincoln Navigator tem crescido nas vendas, a ponto da Ford diminui um pouco a produção do Explorer para dar conta da demanda do novo SUV. A Ford confirmou o volume de fabricação será ampliado em 20% na fábrica de Louisville, no Kentucky. Serão oferecidos 550 novos postos de trabalho para aumentar a demanda dos SUVs da marca. Em relação ao ano passado, as vendas do Expedition cresceram 35% e do Navigator subiu 70%. Até o fim dessa década a Ford deve reforçar a nova linha de produtos da marca com a nova geração do Escape e a terceira geração do EcoSport. A Ford ainda deve apresentar o retorno do Bronco e um SUV médio menor que o Escape. A Lincoln deve ter o SUV médio Aviator e do Corsair, além de reestilizar recentemente o MKC como nome de Nautilus. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?