Saleen confirma retorno com renovado S7, um hatch elétrico e um inédito SUV


A Saleen confirmou que deve retornar ao mercado dentro de alguns anos. Conhecida por desenvolver o hiperesportivo S7, a marca apresentou a última novidade em 2017 com o S1. Além disso, o sócio majoritário da empresa passou a ser da China, com os chineses da Jiangsu Secco Automobile Technology Corporation. Junto com os asiáticos, a Saleen confirmou que deve fazer sua estreia no continente asiático com o capital chinês e foi apresentada num estádio e com até quatro novidades, incluindo um inédito SUV que deve ser produzido pelo sócio na China. A marca ainda confirmou uma reedição do S7 que conhecemos, mas agora desenvolvendo cerca de 1.500cv de potência. Ainda não se tem muitas informações sobre essa virada de mesa da Saleen, mas uma das novidades com certeza será esse utilitário esportivo e um microcarro elétrico, que segundo a imprensa (por meio do jornalista automotivo Greg Kable), podem receber o nome de MAC e Maimai. Esse último deve contar com um motor elétrico de 107cv de potência e uma autonomia superior a 300km. Eles devem ser produzidos na China dentro dos próximos anos, junto com o S1. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok