Mercedes-Benz apresenta o Classe E L reestilizado no Salão do Automóvel de Pequim, na China


A Mercedes-Benz apresentou oficialmente no Salão do Automóvel de Pequim, na China, o Classe E L. O sedã alongado ganha as mesmas mudanças do sedã “curto”, que vimos no Salão do Automóvel de Genebra deste ano. O Classe E conta com algumas diferenças em relação ao sedã que conhecemos, como as portas traseiras alongadas, o Classe E segue a mesma linha do Mercedes-Maybach Classe S e recebeu uma terceira janela, resultando em um visual mais harmonioso, que também eleva o custo de produção. Entre as novidades visuais, o Classe E 2021 passa a contar com novos faróis de Full-LED, com novo formato, além de uma grade dianteira renovada e com estilo mais arredondado e novas entradas de ar, inferior, e nas extremidades do para-choque. Visto de lateral, as novidades ficam por conta apenas das novas rodas de liga leve. Na traseira, o sedã conta com novas lanternas, que passam a invadir a tampa do porta-malas e novo para-choque traseiro com refletores no meio da peça e novas saídas de escape. No interior, as novidades ficam por conta da central multimídia MBUX e mantém o quadro de instrumentos e tela da central multimídia com a mesma tela, sendo que cada uma possui 12,3 polegadas. 



O Classe E L tem produção pela joint-venture Beijing Benz Automotive Co. (BBAC). Em comparação com o Classe E, o Classe E L cresceu 14 centímetros na relação entre-eixos, passando a ter 3,07 metros ante os 2,93 metros. Isso resultou no crescimento de 13,4 centímetros para as pernas no banco traseiro. Com esse espaço a mais, o Classe E chegou a 5,06 metros de comprimento, apenas 6 centímetros menor que o Classe S. O espaço traseiro tem capacidade de levar cinco pessoas com muito conforto. No banco traseiro, há um apoio de braço central que elimina o espaço central, mas em contrapartida oferece uma porta USB e espaço de armazenamento iluminado. Como opcional, há sistema de carregamento sem fio para celulares, almofada com aquecimento, comandos sensíveis ao toque e suporte para copos adicional. Lá ele foi apresentado nas versões L 350 Exclusive Line e L 350 AMG Line. Ele conta com o motor 3.0 seis cilindros de 337cv e 49kgfm e uma versão híbrida chamada de 350e, sendo 282cv e 61,2kgfm extraídos de um motor quatro cilindros, um elétrico e um conjunto de baterias com carregamento na tomada. O câmbio é automático de 9 marchas e a velocidade máxima é de 250km/h. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?