SOL deve vir ao mercado brasileiro no 2º semestre com o subcompacto E10X, diz jornal


Apresentado no ainda recente Salão do Automóvel de Guangzhou, na China, no final de 2020, a SOL deve chegar ao mercado brasileiro no segundo semestre com o E10X. Marca criada entre a JAC e a Volkswagen, a SOL (também conhecida como SiHao) deve apresentar o seu carro elétrico no mês de outubro em nosso mercado. Ainda não se tem certeza de que o hatch seja vendido, de fato, pela marca SOL, mas sim pela própria JAC. Mesmo assim, o primo do JAC iEV20 deve chegar e conviver com o seu irmão mais velho por algum tempo. É possível ainda que os dois se mantenham no mercado, sendo o modelo da JAC com um estilo mais aventureiro, enquanto o carro da SOL tem um design mais urbano. Como uma proposta mais simples ao iEV20, o E10X estreia com um novo design na dianteira e na traseira, em relação ao modelo da JAC. Na frente, o modelo possui faróis mais compactos, com uma grade dianteira em preto brilhante. O logotipo da Sol fica no capô. O para-choque possui linhas bem limpas, com destaque apenas para o vinco em preto que percorre quase todo o para-choque. As entradas de ar inferior, abaixo da placa, refrigeram as baterias. Nas laterais, o modelo lembra muito o JAC iEV20 e traz o mesmo esquema de teto pintado em cor contrastante. Na traseira, o hatch possui novas lanternas que lembram as lanternas de Jeep Renegade e Renault Duster, quadradas. A tampa do porta-malas também é diferente e traz o logotipo da Sol centralizado e uma maçaneta para abertura, enquanto o modelo da JAC possui um feio estepe pendurado. O para-choque traseiro também é novo, com um novo desenho e tem o mesmo esquema de design com acabamento preto que percorre quase toda a peça. Há ainda refletores e uma lanterna de neblina abaixo, ao centro. No interior, o hatch recebe linhas mais clean e modernas, com painel com duas telas, sendo uma para o quadro de instrumentos e outra para a central multimídia. O console central ainda passa a contar com uma recarga sem fio para smartphones. Na mecânica, o E10X conta com um motor elétrico que desenvolve 61cv de potência e uma bateria LiFePO4 de 30kWh, que oferece autonomia de 302km com apenas uma carga no ciclo NEDC e 260km no ciclo WLTP.




Fonte: Estadão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Chevrolet lança a linha 2022 da S10, com duas opções de motor Flex; parte de R$156.890

Citroën "C2 AirCross/C3/C3 Sporty" deve ser apresentado no próximo dia 20 de maio

Citroën confirma fim de linha de C3, AirCross e C4 Lounge; trio sai do site da marca

Chevrolet comemora a marca de 150.000 unidades do Cruze, produzidos na Argentina

Lançado há quatro anos, Seat Ibiza também ganha reestilização de meia-vida na Europa

Stellantis confirma que quer triplicar a venda de eletrificados e aposta em hidrogênio

Mercedes-Benz apresenta oficialmente o EQB no Salão do Automóvel de Xangai, na China

Prestes a ganhar irmão quase gêmeo, Chery Tiggo2 ganha versão Smile AT por R$80.650