Renault avança nas parcerias para desenvolvimento de baterias com a Envision e a Verkor


A Renault confirmou que deve desenvolver uma série de veículos elétricos dentro de alguns anos. Até 2025, a marca confirmou que deve mais que duplicar a quantidade de elétricos na Europa. Para isso, a francesa confirmou uma parceria para o desenvolvimento de baterias. Isso faz parte do Plano RENAULuTion, que agora se concretiza com parceria com a Envision AESC e a Verkor. A Envision pode ajudar a Renault num plano mais amplo de sua estratégia, podendo construir uma Gigafactory para a produção de baterias num investimento de 2,5 bilhões de euros. A marca é conhecida por ser uma das gigantes do desenvolvimento de tecnologias de baterias e de baterias inteligentes, digitalizadas e de baixas emissões de carbono. Essa nova fábrica deve ser erguida em Douai, justamente onde devem ser produzidos os novos Mégane, R5 e R4. Essa fábrica possui capacidade de produzir cerca de 400.000 unidades ao ano. Com a Verkor, a Renault Group ainda confirmou que deve se tornar uma das principais acionistas da startup, adquirindo cerca de 20% de capital. Juntas, as duas empresas devem desenvolver uma bateria de alta performance para carros do segmento C, assim como carros da Alpine. A parceria será criada junto com uma linha-piloto de protótipo para a produção de células e módulos de baterias na França a partir de 2022. Vale destacar que a LG Chem deve continuar como parceria da Renault, responsável pelos módulos de baterias para a gama dos elétricos atuais. A Renault ainda continua tentando uma parceria com a Automotive Cells Company (ACC), que ainda não obteve resposta. A ACC é uma empresa do Grupo Stellantis e que pode ter uma parceria com a Renault-Nissan-Mitsubishi. "Nossa estratégia em baterias se baseia nos dez anos de experiência e investimentos do Renault Group na cadeia de valor da mobilidade elétrica. Estas novas parcerias com a Envision AESC e a Verkor vão fortalecer consideravelmente nossa posição para assegurar a produção de um milhão de veículos elétricos na Europa, até 2030. Esta é uma etapa importante para aumentar nossa competitividade, ancorar nosso Grupo na atual dinâmica industrial francesa e atingir nosso objetivo de neutralidade de carbono. O Grupo reafirma dessa forma sua vontade de produzir carros elétricos populares, acessíveis e rentáveis na França”, disse Luca de Meo, CEO do Renault Group. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

Honda lança promoção no Brasil com ZR-V, que pode ser encontrado por R$ 199.900

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento