Fiat confirma retorno dos nomes Scudo e Ulysse como primos de Jumpy, Expert e Zafira


A Fiat apresentou as primeiras imagens do seu novo comercial leve, baseado nos modelos Citroën Jumpy e Peugeot Expert. Os modelos serão Ulysse e Scudo, sendo que a versão de passageiro será batizado de Ulysse e a versão de carga é a Scudo. Este último será produzido nas versões Furgão, Combi e Cabine. É quase como as versões Citroën Jumpy e Spacetourer, que possuem nomes diferentes. Desenvolvido a partir da plataforma modular EMP2, ele será vendido com as mesmas configurações dos modelos da PSA, a gasolina, diesel e elétrico. Entre as opções, estão o 1.6 BlueHDi Diesel que desenvolve 115cv de potência e 27,6kgfm de torque, acoplado ao câmbio manual de 6 marchas. Já a SpaceTourer deve ser vendida com motor 2.0 BlueHDi Diesel de 180cv de potência com torque de 37,6kgfm, acoplado ao câmbio automático de 6 velocidades. Entre as opções de carroceria, ela terá as opções de 4,60 metros de comprimento, 4,95 metros e 5,30 metros de comprimento, na ordem da menor para a maior, enquanto a Peugeot nomeia suas configurações de comprimento de carroceria como Compact, Standard e Long. 



Disponíveis em carrocerias que variam do furgão às vans de luxo – inclusive configuradas como escritórios executivos, com poltronas individuais – os novos veículos comerciais da PSA podem ter volume de carga de até 6,6 m³ e capacidade de transportar 1,4 toneladas. Os modelos de passageiros tem versões de 6 a 9 ocupantes. No modelo elétrico, há a bateria de 75kWh que oferece uma autonomia de 330km, de acordo com o ciclo WLTP. Há ainda uma opção de bateria menor, de 50kWh que oferece autonomia de 230km. As baterias contam com 18 e 27 módulos, instaladas na plataforma. Há ainda um sistema de frenagem regenerativa para aumentar a autonomia, especialmente na cidade. O motor desenvolve 136cv de potência e torque de 26,5kgfm de torque, o mesmo conjunto dos novos compactos da PSA. A velocidade máxima é limitada a 130km/h e as baterias instaladas na base do comercial leve ajudam a melhorar o centro de gravidade, mais baixo, que aumenta a estabilidade. Ela ainda deve ser vendida com um sistema de carga rápida e com um cabo para recarga doméstica. O carregador é de 11kW, trifásico, e um outro monofásico de 7,4kW. Em um ponto de recarga de 100kW, ele recupera 80% da bateria em 30 minutos na bateria de 50kWh ou 45 minutos na bateria de 75kWh. Os modelos resgatam nomes clássicos já usados pela Fiat. A Ulysse foi produzida entre 1994 a 2002 e o Scudo foi vendido entre 1996 a 2016. A produção dos modelos será na unidade da Stellantis em Hordain, próximo de Valenciennes, no norte da França. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv