Volkswagen vai parar a produção de quatro fábricas e só retoma produção em janeiro


A Volkswagen decidiu encontrar uma maneira de reverter a sua situação com a falta de semicondutores para a sua produção. A Volkswagen decidiu esticar as férias coletivas do fim do ano em suas quatro fábricas no país. A paralisação total varia de 18 a 26 dias. A medida erve para enfim terminar as unidades que estavam inacabadas e com unidades habilitadas para produzir por meio dos padrões do Proconve L6, visto que o Proconve L7 deve barra a produção de alguns motores. De acordo com Pablo Di Si, Presidente da Volkswagen Brasil a CEO da América Latina, disse que todas as unidades estão com ritmo de produção mais lento, limitado pela falta de componentes. “Avaliamos que o melhor a fazer era conceder férias coletivas em todas as plantas, esperando que o fornecimento de semicondutores possa melhorar a partir do meio de janeiro”, disse Di Si em entrevista ao Automotive Business. A unidade de Taubaté (SP), uma das mais afetadas, terá o maior período de férias, de 23 de dezembro a 18 de janeiro de 2022. A unidade de São Bernardo do Campo (SP) terá 21 duas de férias, de 20 de dezembro a 10 de janeiro. Em São José dos Pinhais (PR), a fábrica paralisa entre 27 de dezembro a 17 de janeiro. Por fim, a unidade de motores de São Carlos (SP) para entre os dias 23 de dezembro a 10 de janeiro. Para não perder o estoque de modelos de acordo com o Proconve L6, a Volkswagen decidiu parar de produzir modelos que não estavam de acordo com o Proconve L7 e terminar essas unidades inacabadas. “Eu já vinha há muito tempo alertando o governo sobre esse problema [do estoque de carros inacabados L6 que não podem mais ser terminados a partir de janeiro], mas não houve compreensão. Para não aumentar o problema, nós decidimos parar de produzir veículos inacabados. Por isso paralisamos as linhas de produção e estamos completando o que falta”, destacou Pablo. A Volkswagen ainda fechou um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “A negociação foi realizada devido ao cenário apresentado pela empresa, que alega um excedente de cerca de 2.350 trabalhadores (450 devido ao fechamento do terceiro turno e 1.900 que estão em layoff) com objetivo de evitar demissões”, disse o Sindicato. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado