Toyota vai exportar motores de Porto Feliz (SP) para os Estados Unidos a partir de setembro


A Toyota confirmou que vai iniciar, a partir de setembro de 2022, o envio de motores fabricados em Porto Feliz (SP) para a América do Norte. A unidade paulista vai enviar aos Estados Unidos cerca de 45.600 unidades de motores 2.0 16v a gasolina ao ano para o mercado norte-americano, a fim de ser usado na fabricação do Corolla Cross. Com isso, é a primeira fábrica da América Latina e Caribe da Toyota a enviar algo para a América do Norte. Após ser submetidos a longas baterias de testes, os propulsores produzidos no Brasil foram certificados por sua durabilidade, eficiência e controle de emissões. “Estamos iniciando um novo e importante ciclo nas operações de Porto Feliz. Com a exportação de motores para o mercado norte-americano, reforçamos nosso compromisso com o crescimento sustentável da Toyota, contribuindo para que o Brasil seja uma base sólida de exportações. Esse novo passo contribui para equilibrar a dificuldade de operação no Brasil, onde ainda lutamos por mais previsibilidade e melhores condições de negócios”, afirma Rafael Chang, Presidente da Toyota do Brasil. Para atender a nova demanda sem prejudicar a demanda interna, a Toyota confirmou que a fábrica vai produzir em três turnos, contratando cerca de 150 novos postos de trabalho, aumentando a força de trabalho para 540 funcionários na unidade. Isso vai fazer a unidade porto-felicense passe de 13.000 para 17.000 unidades mensais produzidas. Fruto de um investimento de R$ 580 milhões, a unidade segue o mesmo conceito da fábrica de Sorocaba (SP), reduzindo anualmente a emissão de resíduos gerados, compostos orgânicos voláteis (VOCs) e emissões de CO2, além de maximizar a reutilização das águas pluviais e a preservação da área de mata nativa. Por meio de iniciativas desenvolvidas na planta, Porto Feliz vem reduzindo significativamente seus impactos, o que lhe rendeu o reconhecimento global como uma das plantas de motores mais limpas da Toyota Motor Company no mundo. Em 2018, recebeu aporte de R$ 510 milhões para a expansão e modernização das instalações 2.0 Dynamic Force. Com alto nível de automação, Porto Feliz passou a ser a primeira operação fora da Ásia a produzir motores da plataforma TNGA. Além da nova plataforma, também são produzidos propulsores flex fuel e a gasolina, Dual VVTi, de 1.5, para os modelos Yaris e Etios, tanto hatch quanto sedã. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado