Stellantis mantém liderança na América do Sul e em países como Brasil, Argentina e Chile

Stellantis comemora liderança de mercado na América do Sul sendo líder no Brasil, Argentina e Chile entre janeiro a agosto de 2022



A Stellantis tem muitos motivos a sorrir com a sua liderança na América do Sul. O grupo ítalo-franco-americano vendeu, de janeiro a agosto de 2022, cerca de 402 mil unidades e teve uma participação de 33% de mercado. Na Argentina, as 87 mil unidades deram 32,7% de mercado e no Chile, o grupo alcançou uma presença de 10,75% de mercado, com 31,8 mil unidades.

No Brasil, a Stellantis viu a Fiat liderar o mercado mais uma vez com 44.252 unidades vendidas, cerca de 22,7% de mercado. Além disso, a marca emplacou três modelos dentre os dez mais vendidos. Destaque para a Strada, que alcançou um grande marco histórico. Além de ser o veículo mais vendido do país, a picape ainda atingiu seu maior Market Share desde que sua nova geração foi lançada, em junho de 2020, com 7,3% e 14.157 unidades emplacadas.

No acumulado, a Fiat ainda detém 21,9% de mercado e 267 mil unidades, tendo o melhor resultado dos últimos 10 anos. Só a Strada responde por 76.102 unidades no mesmo período. A Jeep também faz bonito por aqui, com mais de 12 mil unidades no mês e 88.128 unidades no acumulado do ano, tendo 7,2% de mercado. Só entre os SUVs, a marca é líder isolada com 20,2% de mercado.

Outrora esquecidas e com quedas consecutivas, a Peugeot viu suas vendas decolarem nos últimos anos, com 29.513 unidades no acumulado de 2022, crescimento de 69% em relação ao mesmo período de 2021, com 2,4% de mercado. Com o novo 208, a marca viu as vendas do compacto darem um crescimento e chega a 20.710 unidades, com cerca de 25% das vendas respondendo pelo novo motor 1.0.



O mesmo vale para a Citroën. Prestes a receber três novos modelos até 2024, a marca já viu suas vendas crescerem 14% no ano, com 15.652 unidades vendidas no período. Já a RAM emplacou mais de 500 unidades no mês e suas vendas já superaram 2,1 mil unidades no mesmo período. Em outros países, como na Argentina, a Stellantis produziu 15 mil unidades em agosto, com 60% para exportação. As fábricas de Córdoba (que faz o Fiat Cronos) e El Palomar (que faz o 208), atingiram seus melhores resultados fabris desde 2014.

Em vendas, a Stellantis tem 87 mil unidades no acumulado do ano na Argentina, com destaque para o Fiat Cronos com 28.771 unidades e o Peugeot 208 com 18.162 unidades. A Stellantis também é líder com os SUVs, com mais de 18 mil unidades. As marcas Peugeot (+40%), Citroën (+29,2%) e Fiat (+15%) são as que mais cresceram neste ano no mercado argentino em relação ao ano anterior. Já no concorrido mercado chinelo, a Stellantis detém 31,8 mil unidades no acumulado.

Isso representa 10,75% de mercado e com destaque para a líder Peugeot, com 13,8 mil unidades e 4,65% de mercado. A RAM aparece em segundo com 5,3 mil unidades e 1,79% de mercado, seguido de Citroën (5,2 mil e 1,75%), Opel (2,9 mil e 1%), Jeep (2,4 mil, 0,82%), Fiat (1,67 mil e 0,56%) e DS, que se destaca no segmento premium, com 375 unidades vendidas.



Fotos: Stellantis e Fiat / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Volkswagen faz promoção de Polo, Virtus, Saveiro, Nivus, T-Cross, Taos, Jetta e Amarok

Isuzu apresenta a primeira imagem teaser da reestilização do MU-X, que aparece na Tailândia