Mercedes-Benz Classe B ganha reestilização na Europa e traz melhorias mecânicas

Mercedes-Benz também apresenta mudanças visuais de meia-vida para a terceira geração da Classe B, que chega na Europa com poucas novidades



A Mercedes-Benz também apresentou as mudanças visuais da terceira geração da Classe B. Visualmente, as mudanças são bem sutis e a Mercedes-Benz não faz questão de mudar muito a sua minivan. Visualmente, as novidades ficam por conta da grade dianteira com uma nova grelha e agora o logotipo da Mercedes é sustentado apenas um friso, que fica bem ao centro da grade. Além disso, a minivan ainda ganha novo para-choque dianteiro, que traz novas entradas de ar centrais.

Além disso, a peça ainda recebe novas entradas de ar nas extremidades. Quando equipada com o pacote AMG Line, ela traz entradas de ar maiores e que se conectam por meio de um friso inferior das entradas de ar nas extremidades até a entrada de ar central. Os faróis ainda recebem um novo layout interno, ganhando novas luzes diurnas (DRL) em LED. Nas laterais, as novidades ficam por conta de novas rodas, que variam de acordo com cada versão. A Mercedes confirma a chegada de quatro novas opções de rodas de 19 polegadas.

Assim como aconteceu com o Classe A e Classe A Sedan, a traseira recebe apenas um novo layout das lanternas, que mantém o sistema de iluminação em LED. E só isso muda. No interior, a Mercedes manteve as telas para o quadro de instrumentos de 10,25 polegadas e a central multimídia com telas de 7 ou 10,25 polegadas, dependendo da versão. O painel ainda recebe um novo volante de base reta, com acabamento em couro Nappa, e um console central novo. Sai o câmbio automático e entra um espaço para carregador de smartphones por indução. Na frente deste espaço, há um compartimento com porta-objetos.

Em termos de novidades, a Mercedes adiciona câmera de ré, entradas USB e volante com acabamento em couro Nappa além de faróis de LED, suporte lombar e sensor de impressão digital capaz de reconhecer o condutor e adaptar o carro à sua configuração. Outras novidades ficam por conta de melhorias nos comandos de voz do ‘Hey Mercedes’ e novos sistemas de série para o pacote de assistência do motorista, que ganha um pacote de estacionamento suporta estacionamento longitudinal e uma visão surround de 360 ​​graus.



Em termos de tecnologia, a minivan ainda traz um Pacote de Assistência ao Motorista com sistema de Assistência de Manutenção de Faixa aprimorado, Controle de Direção Ativa e uma função opcional de Assistência de Manobra de Trailer. Outra novidade é que o interior da minivan pode alterar o quadro de instrumentos com três modos: Classic, Sport e Discreet. Outras novidades ficam por conta dos bancos que recebem seções centrais com materiais 100% reciclados.

Ela será vendida com motores que funcionam com um gerador de partida que é acionado por correia. Esse pequeno motor elétrico tem 14cv. Entre as opções de motor, ele será vendido com a versão B 200 com motor 1.3 12v Turbo a gasolina de 177cv (163cv mais 14cv) e 27,5kgfm (de 0 a 100km/h em 8,4 segundos), aliado a uma transmissão automatizada de dupla embreagem DCT de 7 marchas.

A minivan ainda é vendida com a versão B 220, ele traz o motor 2.0 Turbo a gasolina que desenvolve 204cv (190cv mais 14cv) e 30,6kgfm, acoplado a um câmbio automatizado de 8 marchas de dupla embreagem. Já a B 250 traz o mesmo motor 2.0, mas entrega 238cv (224cv mais 14cv) e 35,7kgfm, acoplado a um câmbio automatizado de dupla embreagem de 7 marchas DCT, ambos com uma tração integral 4MATIC.



A minivan ainda manteve o motor híbrido plug-in que tem baterias de 15,6kWh. O motor é o 1.3 16v Turbo a gasolina que desenvolve 160cv e 25,5kgfm junto de um elétrico de 108cv e 30,6kgfm. Juntos eles desenvolvem 218cv de potência e 45,9kgfm, com uma transmissão automatizada de dupla embreagem de 8 marchas. Com isso, o B250e acelera de 0 a 100km/h em 6,8 segundos. A velocidade máxima é de 235km/h na Classe B. Com o modo puramente elétrico, a velocidade máxima é de 140km/h. O conjunto de baterias refrigerado a líquido pesa aproximadamente 150kg e dá para a B250e uma autonomia entre 56 a 67km. A Mercedes diz que a recarga da bateria leva 1h45 e numa tomada de rede contínua precisa de 25 minutos para chegar aos 80% em um carregador de 22kW. Ela ainda pode ser carregada em estações de 3,7kW e 11kW, com WallBox.

Há ainda as versões movidas com motor Turbo Diesel. Ela é vendida com motor 2.0 Turbo Diesel na B 180d vem com 116cv e 28,5kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 10 segundos. Já o B 200d vem com mesmo motor, mas calibrado para vir com 150cv e 32,6kgfm, todos acoplados a um câmbio automatizado de dupla embreagem de 8 marchas (DCT). Com esse conjunto, a aceleração é feita de 0 a 100km/h em 8,5 segundos.

Com motor diesel, ainda existe a B 220d traz o motor 2.0 Turbo, mas de 190cv e 40,8kgfm, todos acoplados a um câmbio automatizado de dupla embreagem de 8 marchas (DCT). Com esse conjunto, ela acelera de 0 a 100km/h em 7,4 segundos. Opcionalmente, a Classe B pode ser vendida com o pacote AMG Line, onde surgem bancos esportivos de couro preto em tecido ARTICO/MICROCUT (fabricado com 85% de materiais reciclados) e com costuras vermelhas de contraste. A Classe B tem preços entre 39.250 a 52.300 euros.




Fotos: Mercedes-Benz / divulgação

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento