Maxus apresenta o Territory, um SUV com base em chassi e que traz motor diesel eletrificado

Maxus apresenta um novo SUV na China, o Territory, que estreia com base em chassi e motor 2.0 Biturbo Diesel com sistema híbrido-leve de 48V 



A Maxus apresentou um novo SUV na China. Trata-se do Territory, que chega com a missão de ser um SUV mais off-road da marca, tanto que é desenvolvido com uma base em chassi, que é a mesma da picape T90. O novo modelo traz a atual identidade visual da marca e lembra bastante a picape do qual ele deriva. Além disso, ele traz um sistema híbrido-leve de 48V juntamente de um motor movido a diesel.

Na dianteira, o Territory se destaca por vir com faróis afilados e com uma iluminação diurna em LED horizontal e com uma iluminação em ‘C’ nas extremidades. A grade dianteira é bem grande e possui uma grelha com vários retângulos horizontais que nas extremidades possuem uma iluminação DRL em LED, vertical. No para-choque, a marca conta com faróis principais verticais nas extremidades, também com iluminação em LED. A parte central e inferior do para-choque dianteiro ainda possui acabamento prateado, em cinco seções.

O capô ainda traz o logotipo Maxus em destaque, com frisos que demarcam o desenho do carro. Por fim, a parte inferior do carro conta com acabamento em plástico preto. Nas laterais, o Territory possui linhas simples, sem muitos vincos marcantes. Ele possui um friso que nasce na porta dianteira e termina na lanterna e um friso mais inferior. O para-lama dianteiro possui um acabamento vertical em preto. Ele ainda possui retrovisores com base nas portas, maçanetas convencionais e rodas de 18 a 20 polegadas, com pneus All-Terrain.

Há ainda rack de teto e a opção de vir com carroceria em dois tons. O SUV ainda se destaca por contar com uma boa altura em relação ao solo. De traseira, ele se destaca por vir com lanternas horizontais com iluminação em LED horizontal. A tampa do porta-malas possui um acabamento preto brilhante na parte superior que ostenta o logotipo Maxus escrito por extenso. Abaixo das lanternas, ele possui o espaço para a placa.



O para-choque traseiro ainda possui linhas simples, com refletores verticais e nas extremidades. A parte inferior do para-choque traseiro tem um acabamento prateado e com saídas de escape nas extremidades, que são cromadas. O SUV ainda traz lanterna de neblina na parte central. O mesmo ainda tem brake-light no aerofólio.

Por dentro, o Territory possui um quadro de instrumentos com tela digital de 12,3 polegadas, com uma tela LCD. Ele ainda possui uma central multimídia com tela igualmente de 12,3 polegadas. Ele tem um volante com três raios e comandos multifuncionais e o painel mescla três cores: marrom no topo, branco no intermediário e em preto na parte inferior. Esse mesmo padrão é visto também nos painéis das portas.

Falando no painel, ele ainda traz acabamento prateado no contorno das saídas de ar-condicionado e em um pega-mão que ele possui na frente do passageiro. Os painéis das portas possuem maçanetas e puxadores em prateado. Já o console possui comandos por seletor para o câmbio e a tração do SUV. À frente ele tem ainda dois espaços de recarga para smartphones, por indução. Ele ainda possui espaço para levar oito ocupantes (com disposição dos bancos em 2+3+3), com capacidade de porta-malas de 2.400 litros com as duas últimas fileiras de bancos rebatidas.

O Maxus Territory ainda se destaca por ter 5,046 metros de comprimento, 2,950 metros entre os eixos, 2,016 metros de largura e 1,876 metro de altura. Há ainda uma altura em relação ao solo de 23 centímetros. Na mecânica, ele é equipado com um motor 2.0 Biturbo Diesel junto de um sistema híbrido-leve de 48V (MHEV) que é capaz de desenvolver, juntos, 218cv e 50,9kgfm, acoplado a uma transmissão automática de 8 marchas, da ZF. O sistema elétrico entrega 4,4kgfm.



A Maxus confirma que ele vem com uma tração 4x4 e traz o sistema ATS 2.0 com 10 modos de condução e 27 modos mistos. Ele ainda traz uma autonomia de 1.000km e um consumo de 11,1km/l. Em termos de desempenho, ele acelera de 0 a 50km/h em 3,5 segundos, aos 100km/h em 9 segundos e alcança a velocidade máxima de 170km/h. Ele ainda será vendido com um motor 2.0 Turbo a gasolina de 261cv e 41,8kgfm de torque, com uma transmissão automática de 8 marchas e com uma tração 4WD. O consumo é de 10,9km/l. 

A marca ainda destaca que ele vem com suspensão dianteira de braço duplo e independente, enquanto a suspensão é multilink. Há ainda sistema de freios a disco na dianteira e na traseira. De série, ele será vendido na China com assistente inteligente ao motorista, que permite que ele tenha uma condução autônoma de Nível 2 (L2). Ele traz controle de cruzeiro adaptativo (ACC), controle de cruzeiro integrado (ICA), frenagem de emergência automática (AEB), aviso de colisão dianteira (FCW), assistência de manutenção de faixa (LKA), sistema de estacionamento automático (APA).

Ele ainda possui bancos dianteiros do lado do motorista são ajustáveis ​​eletricamente em 8 posições, enquanto o banco do passageiro dianteiro ajustável eletricamente em 4 direções vem com aquecimento, sistemas de ventilação e função de massagem, além de um sistema de áudio é de propriedade da JBL com 12 alto-falantes. Na China, ele foi lançado oficialmente na China, com preço de venda de 259.800 a 279.800 yuans.





Fotos: Maxus / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento