Fiat Multipla retornará ao mercado em meados de 2025 como SUV elétrico na Europa

Tido como um dos carros mais feios já criados em sua segunda geração, revelada em 1998, Fiat Multipla pode retornar em meados de 2025 como um SUV



O nome Multipla tem história dentro da Fiat. A primeira geração foi vendida como 600 Multipla, sendo uma minivan rudimentar baseada no Fiat 500, vendida entre 1956 a 1969. O nome retornou apenas como Multipla em 1998, quando a Fiat apresentou o modelo como uma minivan compacta de design muito excêntrico, como mostram as imagens. Agora, as informações dão conta que o nome Multipla retornará ao mercado, mas com uma nova roupagem.

Agora, a missão do Multipla será ser um SUV compacto alongado, de acordo com informações do site Passione Auto Italiane. O site detalhou informações sobre os próximos lançamentos da Fiat e definiu que em 2025 “chega o Multipla (por enquanto é o nome interno, mas não se exclui que possa se tornar o definitivo), será construído na Turquia e substituirá o Tipo. O Multipla é um crossover definido como B-SUV Long, será elétrico e baseado na plataforma CMP de baixo custo”, destaca o site.

Isso nos confirma algumas coisas. O Multipla será apresentado como um SUV compacto alongado, mas o que isso pode significar? Só conseguimos pensar que o modelo possa ser apresentado como um SUV compacto de sete lugares, aos moldes de modelos como Hyundai Alcazar (a versão de sete lugares do Creta) ou do SsangYong Tivoli XLV (a versão alongada do Tivoli, mas com cinco lugares).



Isso também nos faz lembrar o estilo de modelos como 500L e 500XL, sendo essa última uma versão alongada. Nascendo como um elétrico, ele estreia com plataforma modular CMP de baixo custo e que virá possivelmente com o motor elétrico de modelos como o Peugeot e-308 e Opel Astra Electric. O conjunto em questão é formado pelo motor elétrico de 156cv e 26,5kgfm ou 27,5kgfm, vindo com uma bateria de 54kWh.

Essa traz uma composição química que resulta numa fórmula final de 80% níquel, 10% manganês e 10% de cobalto. Com uma arquitetura elétrica de 400V, os modelos oferecem uma autonomia de 400km a 550km, no ciclo WLTP. Com a base CMP, o modelo poderá ser recarregado em estações de recarga rápida de 100kWh, que recupera 80% da bateria em 30 minutos. Há ainda uma opção de recarga por WallBox, de 11kW.

De acordo com a marca, ele terá os modos de condução Normal, Eco e Sport. É possível ainda que o Multipla seja o substituto de 500X e Tipo, que estão programados para sair de linha em meados de 2024, um ano antes da chegada do Multipla. Como nasce como elétrico, o Multipla não deve oferecer versões a combustão.



Fotos: Fiat / divulgação

Projeções: KDesign / reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Após anos de espera, Renault enfim lança o Kangoo argentino no Brasil por R$ 120.800

RAM confirma o lançamento de duas novidades para o Brasil ainda neste ano de 2024

BYD registra imagens de patente do Qin L, um novo sedã médio-grande com motor PHEV

JLR confirma que linha Discovery deverá ganhar mais atenção e tem potencial para crescer

Surgem novos detalhes do reestilizado Peugeot 2008 em primeiras imagens oficiais e teaser

Toyota confirma câmbio manual para elétricos em 2026, que aparece em esportivo

BMW consegue atender padrões de condução autônoma em seus carros na Alemanha

Kia desenvolve um esportivo elétrico para meados de 2025 como substituto do Stinger

BYD lança teaser do Song Pro no Brasil e abre regime de pré-venda com bônus de R$ 6 mil

MG revela novo teaser da nova geração do HS, que estreia na Europa no dia 11 de julho