Fim da confusão? Fontes da Mercedes-Benz confirmam o fim da divisão EQ para breve

Mercedes-Benz confirma que os nomes EQs podem começar a desaparecer a partir de 2024, a partir do lançamento de uma nova geração de produtos



Parece que a linha EQ não terá muito tempo de vida. De acordo com algumas informações, a divisão criada para antecipar uma linha de produtos elétricos terá pouco tempo de duração. O motivo seria que a Mercedes-Benz sabe que seu futuro é elétrico e não vai abrir mão dos seus nomes tradicionais, como os ‘Classes’ e os ‘GLs’. Outro fator para isso é que o nome EQ confunde, podendo ser um SUV ou um sedã ou um hatch. Não faz muito sentido.

Segundo informações do jornal Handelsblatt, via Agência Reuters, a Mercedes-Benz focará no desenvolvimento de uma linha 100% elétrica que não faz sentido continuar com a divisão EQ no futuro, para a sua próxima leva de elétricos. Novos elétricos, por exemplo, devem ser lançados já sem o nome EQ, a partir de 2024. “Com o objetivo de a nossa marca-mãe Mercedes-Benz se tornar totalmente elétrica até ao final da década, vamos adaptar o posicionamento dos veículos e, consequentemente, também a utilização da marca em linha com os tempos, mas é muito cedo para detalhes. sobre isso no momento”, disse um porta-voz da Mercedes-EQ à agência de notícias.

Com isso, o que pode acontecer é que a Mercedes-Benz siga os passos da Chevrolet. O EQS, por exemplo, poderá ser chamado de ‘Classe S EQ’ ou ‘Classe S Electric’, enquanto o EQE pode virar um ‘Classe E EQ’ ou ‘Classe E Electric’, assim como os SUVs EQE SUV e EQS SUV, que podem ser rebatizados para ‘GLE EQ’ e ‘GLS EQ’ ou ‘GLE Electric’ e ‘GLS Electric’. E isso parece estar colocando em risco outras divisões elétricas, como a BMW com a linha ‘i’ e a Volkswagen com a ID.

Isso pode começar a ser naturalizado a partir de 2024 com o lançamento de modelos como o Classe G elétrico, que era chamado até o momento de EQG. Com isso, não se descarta que ele possa ser chamado de Classe G Electric, por exemplo. O mesmo vale para o CLA e o futuro Classe C. Uma das poucas alemãs que não quis matar seus nomes foi a Audi, que adicionou o nome ‘e-tron’ para designar seus elétricos. Se não forem rebatizados, os modelos terão apenas uma geração, se fundindo com seus pares em uma nova geração de ambos. 



Fotos: Mercedes-Benz / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido