EA.Lead apresenta o eD1 Mini na China, mais uma solução para transporte de carga urbano

Eternal Asia lança sua marca de veículos na China chamada de EA.Lead, que mostrou a compacta van e VUC eD1 Mini, que estreia como solução de mobilidade



A Eternal Asia é uma empresa pouco conhecida para nós do ocidente, mas na China ela é uma das grandes empresas que trabalham com dispositivos de armazenamento externo e interno, produtos de memória flash, unidade de estado sólido (SSD), display LCD, rede, armazenamento de dados NAS e UPS, segundo informações retiradas do seu site. Além da China, possui atuação em outros mercados asiáticos e agora apresentou o primeiro automóvel da sua marca, a EA.Lead, que apresentou um comercial leve.

O modelo deve ser voltado para o trabalho, sendo batizado de eD1 Mini. A novidade estreia na China com todo o projeto voltado para ser acessível e funcional, como tem surgido projeto assim por lá. De acordo com a Eternal Asia, a marca trabalha há muito tempo com o desenvolvimento de formas eficientes de entrega em grandes centros urbanos. O eD1 Mini nasce com a proposta de ser um veículo barato de transporte de entregas e que estreia na China com a opção de ser um Veículo Urbano de Carga (VUC) ou um pequeno furgão.

Visualmente, o eD1 Mini não é aqueles produtos que prezam pelo design. Co a função de ser trabalhador, a EA.Lead desenhou o modelo com linhas simples. Na dianteira, ele possui faróis circulares com luzes diurnas (DRL) em LED e uma barra horizontal que corta a dianteira na mesma altura dos faróis. Acima dessa barra, ao centro, ele traz o nome EA.Lead. Toda essa frente do modelo tem um acabamento em plástico preto, se conectando com o para-choque dianteiro. Ele ainda possui um capô bem compacto. De perfil, as linhas ficam por conta do arco das caixas de rodas um pouco alargados.



O modelo ainda possui uma porta de linhas retas e retrovisores com base nas portas. Ele ainda tem um bocal de recarga das baterias próximo do eixo traseiro. Internamente, o carro ainda possui um volante muito simples de três raios que sequer traz o logotipo da marca. Há uma tela para o quadro de instrumentos que é digital e o painel possui ranhuras horizontais por toda a extensão do painel, de onde sai o ar do ar-condicionado. No lado do passageiro, ele possui uma pequena mesa desmontável e alguns porta-objetos.

Como furgão, a marca confirmou que ele possui uma capacidade de 2,6m³, o que significa que ele tem carga o suficiente, além de ser oferecido como uma opção muito mais segura para transporte de cargas. Ele é equipado com freios ABS, sistema de navegação GPS e um sistema de suspensão do braço articulado no nível do carro, que pode facilmente lidar com as condições da estrada de segunda classe. A eD1 Mini ainda possui uma plataforma com arquitetura elétrica de 96V. Ele ainda vem com uma arquitetura em chassi desenvolvida pela Getec, chamado de eT1.

A plataforma do modelo tem controle por fio e foi desenvolvida com características de modularização, controle por fio, estrutura simples, fabricação conveniente e baixo custo. O modelo ainda terá uma autonomia estimada de 100km, que deve ser suficiente para entregas diárias. A marca não revelou preços, mas deve colocá-lo à venda ainda neste ano. 




Fotos: EA.Lead / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI