BMW vai desenvolver baterias que carregam em 12 minutos em parceria com a EVE Energy

BMW desenvolve uma bateria junto com a Eve Energy, a 4695, que vai permitir que os carros possam ser carregados em 12 minutos e tem 40% mais de autonomia



A BMW confirmou que o desenvolvimento de sua nova família de produtos será desenvolvido dentro de alguns anos, chamados de Neue Klasse – com estreia em 2025. Esses produtos vão contar com uma nova plataforma modular chamada de Neue Klasse e que vai trazer uma série de novidades frente aos elétricos atuais. A linha de elétricos vai permitir ainda vir com novas baterias, chamadas pela marca de 4695. Desenvolvida em parceria com a EVE Energy, as novas baterias serão 46% que as baterias 4680 da Tesla.

Ao mesmo tempo, ela possui um peso que é apenas 21% maior, ou seja, oferece uma maior autonomia. Elas são 15 milímetros mais longas, mas tem a mesma circunferência que as baterias da Tesla, o que explica o nome (46 milímetros de circunferência e 95 milímetros de altura). Com essas baterias, a BMW vai ter elétricos que tem 40% a mais de autonomia que a autonomia dos carros da Tesla, por conta de uma maior densidade das células de baterias. As células 4695 atingem, portanto, uma densidade de energia padrão atual de 260 a 280Wh/kg, segundo o Golem.

As novas baterias em desenvolvimento pela BMW vão aproximar bastante a marca alemã da BYD, que é considerada hoje uma das maiores desenvolvedoras de baterias do mundo para carros elétricos. Isso porque as novas baterias são pouco maiores que as células usadas pela BYD na sua família de baterias chamadas de Blade. As baterias com densidade de energia de 260Wh/kg vai recuperar de 10% a 80% em 12 minutos e oferecer 50% mais energia. Já as baterias de 280Wh/kg vão recuperar as bateias em 20 minutos no mesmo tempo. A meta da BMW é estender as células de baterias para armazenar mais energia em baterias que são um pouco mais grossas.

Em 2023, a BMW espera que as vendas globais de modelos elétricos já representem um total de 15% do total, que já representa um novo salto nas vendas. Em 2024, a estimativa é que a BMW chegue a 20%, 25% em 2025 e 33% em meados de 2026. Tanto que a empresa espera que a venda de elétricos represente mais de 50% das vendas antes de 2030. A marca ainda comemora o fato de ter apresentado elétricos em 2022 como o BMW i7, BMW iX1 e o Rolls-Royce Spectre. Em 2023, o grupo espera lançar o BMW i5, BMW i5 Touring, BMW iX2, MINI Cooper E/SE e MINI Countryman E/SE.



Fotos: BMW / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290