VAG confirma que elétricos e carros com combustíveis sintéticos podem coexistir

CEO da VAG confirma que vai trabalhar em motores sintéticos, mas o foco será em trazer modelos elétricos, dizendo que os elétricos são o futuro da marca 



A Volkswagen AG (VAG) confirmou não vai alterar seus investimentos de carros elétricos, por mais que os carros com combustíveis sintéticos possam ser criados. O grupo ainda confirmou que não vai abandonar os carros elétricos e confirmou que, na verdade, os elétricos são o futuro. Os carros abastecidos com combustíveis sintéticos são apenas uma maneira de prolongar um pouco a vida útil dos motores a combustão. Hoje, apenas a Porsche aposta nessa possibilidade, ou seja, dentro da VAG, poucos carros serão abastecidos com este combustível.

Por meio de Oliver Blume, CEO da VAG, confirmou que os interesses do grupo em desenvolver carros elétricos não tem nada a ver com a aposta em criar combustíveis sintéticos. Segundo Blume, existe “um debate altamente emocional” e acredita que “o aumento da mobilidade elétrica e dos combustíveis eletrónicos não se justapõem de forma alguma. Quando olhamos para os números da Porsche, temos um compromisso claro em levar ainda mais longe a mobilidade elétrica. Será a mobilidade do futuro. A mobilidade elétrica num futuro próximo será superior a todos os ICEs disponíveis no mercado, então esse é o fim da discussão.”, disse ao Autocar.

Blume ainda confirmou que o interesse em desenvolver combustíveis sintéticos será impulsionado em mercados fora da Europa. “Se olharmos para a proteção climática como um todo – e isto não é apenas uma questão que diz respeito apenas aos europeus, é um assunto mundial – temos de pensar no que acontecerá com os 1,3 mil milhões de MCI que estão atualmente disponíveis no mercado, e esse número continuará a crescer. Eles ainda serão conduzidos por décadas. Em navios e aviões, ainda não desenvolvemos uma solução, e aqui os e-combustíveis sintéticos oferecem uma alternativa viável para reduzir rapidamente as emissões de CO2. A vantagem é que podem ser misturados com combustíveis tradicionais, e cada ponto percentual é útil neste contexto.”, destaca.

“É por isso que é ainda mais importante apresentar estratégias de eletrificação claras e cumprir as condições de enquadramento necessárias. Precisamos lançar produtos atraentes no mercado. Temos de oferecer fontes sustentáveis ​​de energia em diferentes regiões do mundo, incluindo aquelas que se movem um pouco mais lentamente, como a América do Sul, a África e a Índia. Aqui tudo demorará muito mais tempo do que na Europa. E é por isso que novas soluções precisam ser encontradas.”, adiciona.

“Temos que fazer as duas coisas simultaneamente, mas separar os dois mercados na discussão, porque não estamos competindo entre si. Você sabe, você pode aumentar a mobilidade elétrica em algumas regiões e também cuidar das regiões que contribuem para as mudanças climáticas. Alguns combustíveis são mais ineficientes que outros, isso não é segredo. Mas se os produzirmos nas regiões do mundo onde a energia sustentável está disponível sem quaisquer limites, então este argumento não pode continuar a ser utilizado.”, finaliza.

Apesar dos elétricos responderem por 80%, ele acredita que esse tipo de motor responda por 20% das vendas até 2030. Para os próximos anos, Macan 718 e Cayenne vão ganhar uma nova geração, nascendo como modelos puramente elétricos e com uma plataforma exclusiva. É possível que os combustíveis sintéticos sejam usados para consumidores do 911, que será o último a ganhar uma geração elétrica.



Fotos: Volkswagen / divulgação | Porsche / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv