Faraday Future estreia oficialmente depois de sete anos com o FF 91, que tem 1.065cv

Faraday Future apresenta a versão de produção do FF 91, que estreia depois de seis anos de espera com financiamento do projeto do crossover elétrico de 1.065cv 



Foram sete longos anos que essa marca viveu o céu e o inferno. A Faraday Future por muito tempo sequer sabia se um dia chegaria ao momento de iniciar a produção do seu crossover elétrico, o FF 91. Agora, o modelo se tornou realidade com a versão de produção e o início da fabricação, que deve começar de maneira gradual – assim como a chegada da marca em outros mercados, após perder consumidores nos Estados Unidos por conta de longa espera.

Basta olhar para a versão de produção do FF 91 que percebemos que estamos diante de quase uma espaçonave. O modelo elétrico possui um design que é muito similar ao modelo apresentado em 2017, trazendo apenas pequenos ajustes aqui e ali. O FF 91 é claramente definido como um crossover por unir três segmentos em apenas um produto. Ele tem um desempenho de um hiperesportivo, conforto de um sedã e um SUV em termos de versatilidade – com um porte que parece de uma minivan, ou seja, é tudo um grande mix de segmentos.

Em termos de design, a dianteira se destaca por contar com faróis afilados com luzes diurnas (DRL) em Full LED em ‘L’, com os faróis tendo projetores em LED. Os faróis são compridos e finos, que se interligam entre si por meio de uma acabamento em preto que também tem a continuidade das luzes DRL. Na parte superior desse acabamento em preto, a Faraday Future adicionou uma série de sensores e radares. O para-choque dianteiro ainda possui o logotipo da marca iluminado, enquanto ele possui uma entrada de ar inferior trapezoidal com barras horizontais e verticais. O FF 91 ainda possui faróis de neblina horizontais em LED, nas extremidades.

Os faróis de neblina estão conectados com uma entrada de ar nas extremidades e que se conectam também com um acabamento em preto brilhante em ‘C’, se conectando também com a entrada de ar inferior. A parte inferior do para-choque também possui um acabamento em preto brilhante. O capô do FF 91 possui um acabamento em preto brilhante que traz uma pequena saída de ar próximo do para-brisa, que auxilia o fluxo de ar da carroceria, que já tem linhas bem aerodinâmicas. A dianteira do FF 91 é compacto, ainda mais em relação ao comprimento do elétrico.



De perfil, o FF 91 possui um porte muito grande. Com mais de 5 metros de comprimento, o elétrico tem uma dianteira bem compacta, mas com uma relação entre os eixos generosa. Ele possui uma coluna A bem inclinada, o que contribui para a dianteira ser compacta por necessitar de mais espaço para a coluna. Ele também possui uma boa área envidraçada que possui, inclusive, uma janela vigia bem ampla. Ele traz caixas de rodas com um desenho levemente quadrado, tendo vincos que acompanham o desenho do FF 91, alargando o para-lama dianteiro e traseiro.

Ainda em termos de vincos, a carroceria tem um vinco que nasce a partir dos faróis e termina na porta dianteira, além de um vinco, na mesma altura, que nasce na porta traseira e se conecta com as lanternas. A parte intermediária das portas tem um vinco horizontal e a parte inferior das portas segue o mesmo acabamento em plástico preto na parte inferior da carroceria, tendo uma parte central mais alta – com uma área formando um trapézio. Essa área mais elevada possui um sistema de iluminação que forma cristais com iluminação em LED, podendo criar animações exclusivas para se comunicar com o ambiente externo.

As laterais não possuem maçanetas – as portas abrem por botões. As portas também trazem freios eletrônicos, câmeras, sensores e softwares especiais que evitam que as portas se abram e batam em carros estacionados ou objetos próximos. Os retrovisores tem base nas portas, com repetidores de setas. As portas tem uma abertura suicida, com as portas da frente abrindo de maneira convencional, mas as portas traseiras abrindo de maneira inversa. Na coluna D, ele possui a área na cor da carroceria que funciona também como um aerofólio lateral, sendo vazado e também conduz o ar para a traseira de uma maneira mais aerodinâmica.

Por fim, ele oferece três opções de rodas, que variam de 21 a 22 polegadas, dependendo das opções. No teto, a Faraday Future traz um enorme teto solar panorâmico, que ocupa quase todo o espaço do teto. O teto panorâmico possui uma tecnologia com inteligência artificial que tem uma estrutura exclusiva que pode ficar fosco e diminuir a entrada de luz na cabine. Mais na parte traseira do teto, ele possui um prolongamento horizontal nas extremidades da carroceria, que contribuem também para o fluxo de ar do elétrico. Na traseira, a Faraday desenhou o FF 91 com um aerofólio traseiro vazado, que também ajuda no arrasto aerodinâmico do carro, tendo um vidro traseiro que é bem inclinado.



Tendo uma parte superior em preto, ele tem um acabamento em preto brilhante nas laterais do vidro traseiro, que conversam diretamente com as linhas das lanternas. Falando nelas, as lanternas são horizontais, invadem a tampa do porta-malas e conectam entre si. Ele possui um prolongamento para as laterais. Desde as laterais até o outro lado, as lanternas são todas em LED, com uma grande parte das lanternas que repete os cristais das laterais. Ao centro, aparece o logotipo iluminado da marca. A tampa do porta-malas é limpa, enquanto o para-choque traseiro possui espaço para a placa logo abaixo da tampa e refletores e lanternas de neblina horizontais nas extremidades.

Acima deles, bem aos extremos laterais do para-choque, existem saídas de ar com um prolongamento em preto brilhante em ‘L’. Toda a parte inferior do para-choque tem um acabamento em preto brilhante, com uma parte central e bem inferior com um difusor de ar. Abra a porta e você é tele transportado para uma espaçonave em termos de design e funcionalidades. Ao todo, existem 11 telas espalhadas pelo interior, todas com tecnologia OLED. Ele possui um quadro de instrumentos com uma tela de 11,6 polegadas, sendo uma tela fina e em posição mais alta.

O FF 91 também tem um volante pequeno, com base superior e inferior achatada, trazendo controles multifuncionais nas extremidades, com um desenho muito futurista. Um dos destaques é a central multimídia com tela de 15,4 polegadas, com tela vertical. No lado do passageiro, ele tem uma outra grande tela de 17 polegadas, para controles de entretenimento. O painel ainda possui um retrovisor interno com uma tela de 10,1 polegadas, que mostra as imagens de uma câmera instalada na traseira – uma solução mais necessária por conta do caimento do teto do FF 91. O painel ser bitom, como mostra o modelo das imagens.

Abaixo da central multimídia, ele possui duas saídas de ar-condicionado, com as saídas centrais. A própria tela da central possui atalhos para o sistema de ar-condicionado, facilitando o acesso. A tela ainda tem um chip da Qualcomm Snapdragon 8155, conectividade com Android Auto e Apple CarPlay. O modelo também possui um console central com acabamento em preto brilhante, onde tem dois porta-copos com um sistema de iluminação no entorno. Nos painéis das portas, a Faraday Future possui quatro telas, uma para cada porta. Cada uma das telas controla o clima e os controles dos bancos, bem como zonas de som e funções de entretenimento.



Ainda nos painéis das portas dianteiras, ele possui saídas de ar-condicionado, estilizadas e que tem um friso prateado que se conecta com as telas de controles de temperatura e bancos. O painel e os painéis das portas dianteiras e traseiras possuem luzes de LED personalizáveis. Nos bancos traseiros, o FF 91 possui saídas de ar-condicionado por meio do console central dianteiro. Bancos e o painel possuem acabamento em couro Nappa e Alcantara. Em termos de tecnologia, ele também tem software da NVIDIA Drive Orin, que executa várias redes neurais e diversas aplicações de segurança e conveniência.

Um deles é o FF aiHW 2.0, que serve de base para os quatro sistemas de tecnologia. Ele integra sete categorias de hardware inteligente, incluindo computação, detecção, comunicação, rede, exibição, áudio e iluminação, garantindo a melhor experiência imersiva do usuário. Esses recursos permitem que ele ofereça mapas e localização adaptável. Para os ocupantes do banco traseiro, o FF 91 possui uma tela instalada no teto que tem 27 polegadas e pode rodar TV ao vivo e chamadas de videoconferência. Os bancos traseiros ainda tem um console central com alguns controles adicionais e um par de porta-copos.

Ele possui o sistema Super AP 5Gx3, que oferece três modens de 5G de internet, podendo fazer uma série de transmissões de vídeo e acessar a um hotspot móvel para manter os ocupantes conectados, compartilhando seus dados em vários dispositivos simultaneamente. Além disso, o elétrico tem uma plataforma de computação líder no segmento, com um sistema operacional bem avançado que contribui para um acesso à internet muito mais rápido. O FF 91 ainda possui controles por inteligência artificial e processamento de linguagem natural, com vários monitores, trazendo controles por gestos intuitivos e por voz.



A Faraday Future oferece o FF 91 com espaço para quatro ocupantes, cada um com uma poltrona. Ele possui bancos com tecnologia Zero Gravity, inspirado em tecnologias da NASA. Os bancos também possuem capacidade de 60º para reclinar, tendo apoio para os pés. Ele também oferece um Modo SPA, que muda o nível do som, sistema de ar-condicionado Hepa Filtered Air com ventilação nos bancos e massagem. Desenvolvido a partir da plataforma Variable Platform Architecture (VPA), o FF 91 possui uma carroceria com uma alta rigidez e que confere em uma carroceria muito segura contra impactos.

A carroceria é feita de alumínio, que possui uma maior zona de deformação do setor com excelente absorção de impactos – e contribui para um peso menor da carroceria. Ele possui 5,250 metros de comprimento, 3,200 metros entre os eixos, 2,283 metros de largura (com os retrovisores) e 1,598 metro de altura. Ele tem três motores elétricos, sendo dois no eixo traseiro (um para cada roda) e um motor no eixo dianteiro. Junto, os três motores desenvolvem 1.065cv e 201,6kgfm de torque, vindo com uma tração AWD – e vindo com motores síncronos de ímã permanente.

Com esse motor, ele tem um desempenho de 0 a 100km/h em 2,27 segundos e máxima de 250km/h. A bateria é de 142kWh (130kWh utilizáveis), que oferece uma autonomia de ótimos 700km. Para recarga das baterias, ele pode ser carregado em um WallBox de 15kW ou em estações de recarga rápida de 200kW. Os freios são a disco e ventilados nas quatro rodas. Ele possui o FF aiHyper 6x4 Architecture 2.0, desenvolvida pela FF AI, tem capacidade de perceber os hábitos do usuário, participar de um aprendizado contínuo e evoluir, com o objetivo de superar a compreensão dos usuários sobre eles mesmos.



Ele possui uma série de modos de condução, que oferecem uma experiência personalizada. Ele também oferece um sistema de vetorização de torque multieixo, com controle das rodas em temo real. Com isso, ele oferece um torque incomparável com disponibilidade instantânea para melhorar a aceleração, tendo uma forma de armazenar energia e eliminado desperdício de energia. De série, ele será equipado com um total de 30 equipamentos do pacote ADAS, tendo um radar LiDAR, radares convencionais, ultrassom e câmeras de alta resolução que ajudam na condução.

O pacote FF aiDriving oferece frenagem autônoma de emergência (AEB), controle de cruzeiro adaptativo (ACC), assistente de permanência em faixa (LCC), estacionamento inteligente e outros. Em termos de conectividade, ele traz o FF OpenApp é uma plataforma aberta para desenvolvimento de aplicativos que atende desenvolvedores internos e terceirizados, fornecendo aos usuários uma ampla gama de serviços e software de Internet. Já o FF Cloud é uma plataforma de tecnologia em nuvem para o crescimento e evolução da IA. Ele aproveita os serviços de nuvem IaaS para integrar computação, armazenamento, rede, Web 3, treinamento de modelo de nuvem de IA e big data.

Ele será vendido nas cores Futurist Black, Futurist Bronze, Liquid Platinum, Mercury Silver, Lava Red, Onyx Black, Pure Silver, Steel Grey, Bronze e Ice White. O interior pode ter as cores Midnight Black, Porcelain White, Ruby Red e Tri-Tone Porcelain White e Espresso Brown. O elétrico será vendido nas versões 2.0, 2.0 Futurist e 2.0 Futurist Alliance. O FF 91 será produzido em Hanford, Califórnia, nos Estados Unidos, e possui preços que começam em US$ 309.000.




Fotos: Faraday Future / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho