Land Rover confirma a chegada do Range Rover Vogue com SV Bespoke e motores atualizados

Land Rover apresenta o Range Rover Vogue com serviço SV Bespoke, que oferece maior luxo e personalização para o interior do Autobiography e do SV



A Land Rover apresentou novidades para o Range Rover (também conhecido como Range Rover Vogue), que ganhou uma novidade com o SV Bespoke. O serviço vai oferecer ao consumidor um maior luxo e refinamento personalizados para os consumidores em termos de acabamento para as versões Autobiography e SV. Com isso, a marca inglesa vai apostar em um maior padrão de luxo e aprimorando a personalização dos seus carros. O consumidor que optar pelo serviço terá a seu dispor vários itens de personalização.

O “Range Rover é sinônimo de exclusividade e luxo. Agora, com o novo serviço de comissionamento SV Bespoke, convidamos os nossos clientes mais exigentes a tornarem-se criadores do seu veículo verdadeiramente único – escolhendo os acabamentos que desejam e sendo guiados pela nossa equipa de Design. Ao combinar personalização aprimorada com refinamento incomparável e capacidade inigualável, o Range Rover continua a oferecer o que há de mais moderno em luxo”, destaca Geraldine Ingham, Diretor Geral da Land Rover. O SV Bespoke vai permitir um processo de criação exclusivo e abrangente.

Ao total, serão sete etapas que vão passar por cores, temas, opções exclusivas SV, materiais, folheados e acabamentos, customizações e personalização. O interior, por exemplo, terá à sua disposição um total de 391 cores de materiais e um total de 230 cores em acabamentos acetinados e brilhantes. A pintura externa ganha auxílio do SV Bespoke Match to Sample pode replicar qualquer solicitação de cor exterior, trazendo ainda mais exclusividade ao SUV. O modelo até mesmo poderia trazer o nome Range Rover no capô e na tampa do porta-malas pode trazer contornos com metais preciosos, incluindo ouro 24 quilates.

Na gama de motores, os conjuntos P440e e P510e foram atualizados por conta de um novo motor elétrico. O P460e tem um motor 3.0 Ingenium junto de um elétrico atualizado de 218cv (ante os 143cv do motor anterior) que juntos entregam 460cv e o P510e tem o mesmo motor a combustão e o mesmo elétrico, mas entrega 550cv. Sendo híbridos plug-in (PHEV), ele usa bateria de íons de lítio de 38,2kWh – com capacidade útil de 31,8kWh – e um motor elétrico ligado com a transmissão. Juntos, o trem de força fornece até 121km de autonomia elétrica de direção totalmente elétrica quase silenciosa.



Os PHEVs de última geração podem atingir até 140km/h quando rodando com o motor elétrico, emitindo gerais de CO2 inferiores a 30g/km. Com os motores atualizados, o Range Rover acelera de 0 a 100km/h em 5,0 segundos, 0,5 segundo a menos que o anterior. O motor P530e usa o motor 4.4 V8 TwinPower Turbo da BMW que entrega 523cv e 76,3kgfm de torque, com 0 a 100km/h em 4,6 segundos. Esse conjunto traz um sistema híbrido-leve de 48V (o Mild-Hybrid Electric Vehicle – MHEV), que faz com que o motor ofereça uma maior eficiência ao coletar energia na desaceleração e frenagem, ganhando respostas aprimoradas à medida que a energia é armazenada e redistribuída sob aceleração.

Com isso, estamos diante de um Range Rover Vogue com um motor que pode entregar 615cv e 76,5kgfm. Outras novidades ficam por conta do interior, que passa a ser vendido com atualizações na central multimídia PiviPro de 13,1 polegadas, que passa a ter uma nova interface nítida e intuitiva, permitindo que os clientes controlem as principais funções do veículo através da tela. A Land Rover ainda atualizou as barras laterais nas extremidades das telas, podendo trazer, aproximadamente, 80% das tarefas podem ser executadas com dois toques na tela inicial. O feedback tátil fornece um nível adicional de tato e comunicação com o usuário.

A central também ganha sistema de voz com inteligência artificial da Amazon Alexa e com um controle de voz que ajuda o motorista a manter os olhos na estrada enquanto se pede alterações no sistema de ar-condicionado, por exemplo. A central também tem ganha atualizações Over-The-Air (OTA) e a lista de equipamentos também traz melhorias no Cruise Control Adaptativo. O sistema inteligente utiliza dados de navegação para ajustar automaticamente a velocidade, tendo em conta as curvas da estrada e as alterações no limite de velocidade, acelerando ou desacelerando o veículo sem esforço, em conformidade.

Outro ponto é o Dynamic Response Pro, que traz melhorias na postura e condução do SUV. Ele traz avanço no controle de rotação reduz a inclinação da carroceria nas curvas, proporcionando uma condução mais relaxante e envolvente, usando atuadores. Por fim, ele também traz Adaptive Off-Road Cruise Control. Uma funcionalidade do avançado sistema Terrain Response 2. 





Fotos: Land Rover / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido