Em evento, BYD confirma que o Dolphin vendeu 4.000 unidades em dois meses no país

Durante evento em concessionária da BYD em Brasília (DF), marca chinesa confirmou que, em dois meses, conseguiu vender 4.000 unidades do seu elétrico



Poucos carros causaram tanto em seu lançamento como o BYD Dolphin fez em 2023. O hatch compacto chegou ao mercado colocando a chinesa em um novo patamar de vendas, ao mesmo tempo que fez quase toda a concorrência diminuir o seu preço de lançamento. Realmente, não é todo lançamento que provoca esses cortes de preços e isso é algo bom. O elétrico chegou aqui custando R$ 149.800 e em dois meses de vendas, alcançou a marca de 4.000 unidades vendidas.

A informação foi confirmada pela própria BYD em um evento que aconteceu na concessionária Saga, de Brasília (DF). Desde o seu lançamento, o elétrico vendeu muito bem. Em seis horas, no dia da sua estreia, vendeu 146 unidades e 1.254 unidades foram vendidas na primeira semana. No primeiro mês, a marca alcançou 3.000 unidades e no segundo mês alcançou 4.000 vendas, o que para um veículo elétrico, significa um novo recorde e quebra de muitos outros deles. Importado da China, o Dolphin desembarcou inicialmente em versão única com motor 95cv e 18,3kgfm, de tração dianteira.

Ele acelera de 0 a 100km/h em 10,9 segundos e tem velocidade máxima de 160km/h. Ele é equipado com bateria Blade de 44,9kWh de fosfato de ferro-lítio (LFP), que oferece uma autonomia de 291km, de acordo com o InMetro. O hatch é carregado em estações de recarga rápida de 30% a 80% em apenas 30 minutos. Ele podendo ser carregado em um carregador AC WallBox de Tipo 2 de 6,6kW e um cabo de carregador CCS 2 de 60kW. Ele também oferecido quatro modos de condução, que variam de Normal, Eco, Sport e Snowfield. O hatch é desenvolvido a partir da plataforma modular e-platform3.0.

Ele possui 4,125 metros de comprimento, 2,700 metros entre os eixos, 1,770 metro de largura e 1,570 metro de altura. O hatch ainda possui um porta-malas de 250 litros, peso de 1.405kg e uma altura em relação ao solo que é de 12,0 centímetros. De série, ele é vendido com seis airbags, chave presencial, assistente de frenagem hidráulico (HBA), sistema de controle de tração (TCS), desaceleração controlada para o freio de estacionamento (CDP), controle dinâmico do veículo (VDC), frenagem confortável (CST) e outros. Com preço de R$ 149.800, ele é vendido nas cores Afterglow Pink, Cheese Yellow e Dolphin Grey.

No interior, ele pode ser vendido nas cores Mark Orange, Angel Pink e Boba Brown. Em termos de pós-venda, o Dolphin é vendido com garantia de 5 anos ou 200.000km, o que ocorrer primeiro, e a bateria tem uma garantia de 8 anos, sem limite de quilometragem.



Fotos: BYD / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok